Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


"me want cookie!", "me eat cookie!"

por Moira, em 10.02.12

Quando penso em cookies (bolachas) é inevitável não as associar ao famoso monstrinho azul, cujo apetite voraz por bolachas lhe valeu o nome de montro das bolachas.

Desta vez, o grupo da Dorie às Sextas escolheu umas bolachas de granola.

Ao ler a receita pela primeira vez, não consegui sequer imaginar o que poderia sair dali, a lista de ingredientes era uma enorme misturada (no meu ponto de vista) por isso tive sérias dúvidas se deveria fazê-las, mas depois, a curiosidade falou mais alto e eu que até gosto de misturas inusitadas, deixei-me levar, fazendo apenas alguns ajustes mais ao meu gosto e o resultado foram umas bolachas extraordinárias e crocantes.

O sabor é uma agradável surpresa, e, como sempre, difícil de descrever, diria que me sabem a nozes, no entanto, elas não fazem parte da lista de ingredientes. Curiosos? Atrevam-se a experimentar.

Granola Grabbers

Baseado na receita de Granola Grabbers do Livro Baking with Dorie

Bolachas de Muesli, Chocolate e Frutos Secos

Ingredientes:

  • 3 chávenas de muesli com avelãs e pedaços de chocolate
  • 1/2 chávena de passas
  • 1/2 chávena de amêndoas picadas grosseiramente
  • 1/2 chávena de avelãs picadas grosseiramente
  • 1/4 de chávena de gérmen de trigo
  • 1/2 chávena de avelã moída (em farinha)
  • 1 colher de chá de canela
  • 200 g de margarina amolecida (usei Becel e por lapso meu levou 250 g no total)
  • 1 chávena de açúcar mascavado
  • 1 ovo grande (usei 1 pequeno e 1 clara)
  • 1/4 de colher de chá de sal fino
  • 1 chávena de farinha sem fermento (usei T65)

Preparação:

Ligar o forno para a 180º.

Misturar o muesli, as passas, as amêndoas e as avelãs picadas, o gérmen de trigo, a avelã moída e a canela e reserve.

Bata a margarina com o açúcar até ficar com um aspecto cremoso, (cerca de 5 minutos), junte o ovo ligeiramente batido com o sal, adicione a farinha e logo que esteja incorporada junte a granola e envolva bem com uma espátula.

Num tabuleiro forrado com papel vegetal ou folha de silicone coloque porções de massa do tamanho de uma noz, bem espaçadas entre elas, para que ao cozerem não fiquem pegadas umas às outras. Leve ao forno quente durante 10 a 12 minutos, ou até se apresentarem com uma cor dourada. Ligam na perfeição com um copo de leite simples, mas também não ficam mal com uma chávena de chá.

 

Notas: A receita original levava amendoins, que eu substitui por avelãs e levava coco ralado que eu substitui por avelã moída. Não utilizei o açúcar branco, colocando apenas açúcar mascavado na proporção que a receita pedia para os dois açúcares e acrecentei a canela por minha conta e risco.

Quanto à manteiga, não sei o que me deu, resolvi fazer a conversão de cabeça, e acabei a pôr mais 50 g do que o necessário, felizmente não estraguei tudo, mas era o suficiente para a coisa ter saído mal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:15

Cinco Anos Cinco Ingredientes

por Moira, em 18.02.11

O Cinco Quartos de Laranja faz cinco anos anos e quando um blog amigo faz anos e nos convida para a festa, nós vamos de imediato para a cozinha.

Como a dona do Blog é uma Laranjinha, a receita obrigatoriamente tinha que conter laranjas.

A inspiração não tem sido grande e o tempo tem sido pouco, mas para os amigos arranja-se sempre qualquer coisinha, por isso a receita não é original, mas foi escolhida a pensar na minha amiga Laranjinha.

Queria dizer tanta coisa, mas às vezes as palavras não fluem e outras não são suficientes para manifestar a amizade que une as pessoas, por isso resta-me dizer que o Cinco Quartos de Laranja é um blog que eu sempre gostei, mesmo muito antes de andar nestas lides, pela qualidade, pela variedade e pela simplicidade das receitas.

Bolachas de Laranja e Sementes de Papoila

Ingredientes:

    • 400 g de farinha
    • 150 g de açúcar
    • 150 g de margarina
    • Raspa e sumo de uma laranja média (+/- 100 ml)
    • sementes de papoila

    Preparação:

    Bimby/Thermomix

    Ligue o forno nos 180º.

    Pulverize a casca da laranja, junte a farinha, o açúcar e a manteiga e programe 5 segundos, velocidade 4, depois programe 10 segundos, velocidade 6. Programe mais 15 segundos, velocidade 5 e adicione o sumo de laranja.

    Estenda a massa com o rolo da massa polvilhe com as sementes de papoila e passe o rolo por cima sem pressionar, apenas para as sementes aderirem à massa. Corte com um corta bolachas e leve ao forno por cerca de 8 a 10 minutos, ou até estarem ligeiramente louras. Deixe arrefecer e guarde numa caixa bem vedada.

    Tradicional:

    Ligue o forno nos 180º.

    Misture a farinha com o açúcar e a raspa de laranja, adicione a margarina fria aos cubinhos e misture com os dedos até obter uma massa areada bem fina. Junte o sumo aos poucos apenas o suficiente para obter uma massa moldável. Estenda a massa com o rolo da massa polvilhe com as sementes de papoila e passe o rolo por cima sem pressionar, apenas para as sementes aderirem à massa. Corte com um corta bolachas e leve ao forno por cerca de 8 a 10 minutos, ou até estarem ligeiramente louras. Deixe arrefecer e guarde numa caixa bem vedada.

     

    Esta é a minha versão desta receita da Vaqueiro.

     

    Nota: Pode substituir as sementes de papoila por outras a gosto, ou adicionar uma colher de chá de flores de lavanda à massa.

    Autoria e outros dados (tags, etc)

    publicado às 20:55

    Bolachas Salgadinhas

    por Moira, em 27.01.11

    Eu não costumo ser muito amiga de bolachas, quando tenho fome entre as refeições como uma fruta ou bebo um iogurte, mas de quando em vez tenho vontade de bolachas, prefiro as salgadas às doces porque ligam melhor com um cafezinho.

    Estas são umas bolachas muito simples, farinha e água e pouco mais, o que as torna especiais é a farinha de espelta, que tem um sabor muito caracteristico.

    São óptimas com um café, podem servir de aperitivo ou até mesmo acompanhar uma sopa, a escolha é vossa.

    Bolachas de Espelta e Sementes de Papoila

    Ingredientes:

    • 100 g de farinha de Trigo
    • 50 g de farinha de Espelta
    • 50 g de margarina
    • 6 a 7 colheres de sopa de água fria
    • sementes de papoila q.b.
    • flor de sal q.b.

    Preparação:

    Misturar as farinhas com a margarina até obter uma massa areada, adicionar a água a pouco e pouco até ter obter uma massa moldável.

    Estender a massa com o rolo da massa o mais fino possível, borrifar ou pincelar com água, polvilhar com as sementes de papoila e a flor de sal.

    Já em cima do papel vegetal que vai ao forno, cortar as bolachas e picá-las com um garfo.

    Vão ao forno aquecido a 180º durante cerca de 8 a 10 minutos.

     

    Notas: Pode substituir a farinha de espelta por outra a gosto. As sementes de papoila também podem ser substituídas por sésamo, linhaça ou outras da sua preferência.

    Se não tiver flor de sal para pôr por cima, adicionar uma colher de café de sal fino à massa das bolachas.

    Autoria e outros dados (tags, etc)

    publicado às 23:48

    A última das bolachas

    por Moira, em 18.01.11

    Apesar da vigilância apertada, não consegui salvar a última das bolachas que permanecia na lata ao canto da cozinha desde meados do mês passado. Tinha-lhe prometido alguma glória nestas páginas e a coitada, ao ver o passar dos dias, sem que nada acontecesse, resolveu procurá-la por sua conta e risco.

    A última vez que foi vista descansava numa redoma de vidro sobre a mesa da cozinha, mas triste por se encontrar tão só, desapareceu sem deixar rasto.

    Foi um ar que se lhe deu, nunca mais ninguém a viu, mas antes de partir, deixou uma mensagem em código que abaixo transcrevo sem demoras.

    Se a encontrarem por aí, digam-lhe que volte, a lata das bolachas nunca mais foi a mesma sem ela por perto.

    Espirais de Baunilha e Chocolate

    Ingredientes:

    Para a Massa Clara

    • 250 g de farinha de trigo
    • 30 g de amido de milho
    • 100 g de açúcar
    • 150 g de margarina cortada em cubinhos
    • 1 colher de café de extracto de baunilha
    • 1 colher de café de fermento em pó

    Para a Massa Escura

    • 250 g de farinha de trigo
    • 30 g de cacau
    • 100 g de açúcar
    • 150 g de margarina cortada em cubinhos
    • 1 colher de café de extracto de baunilha
    • 1 colher de café de fermento em pó

    Preparação:

    Tradicional

    Proceder de igual forma, para cada uma das massas.

    Colocar os ingredientes secos numa taça, fazer um buraco no meio colocar lá a manteiga e o extracto de baunilha, trabalhar a massa com os dedos até obter uma massa homogénea e moldável.

    Numa superfície enfarinhada, estender cada uma das massas com o rolo da massa em formato rectangular.

    Colocar uma massa sobre a outra calcar ligeiramente, enrolar como se fosse uma torta, embrulhar em película e guardar no frigorifico por cerca de hora e meia para a massa endurecer.

    Forrar um tabuleiro com papel vegetal, cortar rodelas de massa com cerca de 4 ou 5 mm e colocar no tabuleiro com dois dedos de espaço entre elas. Levar ao forno aquecido a 180º durante cerca de 8 a 10 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer em cima de uma rede antes de guardar.

     

    Bimby / Thermomix

    Começar pela massa clara, colocar todos os ingredientes no copo e programar 20 segundos, velocidade 6.

    Retirar a massa e reservar.

    Sem lavar o copo, colocar todos os ingredientes da massa escura e programar 20 segundos, velocidade 6.

    Numa superfície enfarinhada, estender cada uma das massas com o rolo da massa em formato rectangular.

    Colocar uma massa sobre a outra calcar ligeiramente, enrolar como se fosse uma torta, embrulhar em película e guardar no frigorifico por cerca de hora e meia para a massa endurecer.

    Forrar um tabuleiro com papel vegetal, cortar rodelas de massa com cerca de 4 ou 5 mm e colocar no tabuleiro com dois dedos de espaço entre elas. Levar ao forno aquecido a 180º durante cerca de 8 a 10 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer em cima de uma rede antes de guardar.

     

    Nota: Se trabalhar a massa à mão e não a conseguir ligar por estar muito areada, adicione uma colher de sopa de leite ou de água e trabalhe a massa de novo, vá acrescentando um pouquinho de cada vez até a massa ligar. Se colocar demasiado líquido ela vai colar-se às mãos e não conseguirão estendê-la com o rolo da massa. Com esta quantidade de massa não será necessário mais que uma colher e meia de sopa, talvez menos.

    Autoria e outros dados (tags, etc)

    publicado às 16:21

    Uns Biscoitos e Alguns Conselhos

    por Moira, em 03.12.10

    Para satisfazer os pedidos de alguns gulosos, dos que provaram e dos que apenas viram as fotos, hoje temos biscoitos.

    Mas antes da receita algumas reflexões sobre blogs e outras coisas a eles inerentes.

    Como sabem este blog completou três anos de existência no passado mês de Novembro, e de vez em quando recebo pedidos para opinar sobre o aspecto ou o conteúdo de blogs que estão agora a começar, eu não sou perita em coisa nenhuma, excepto no que diz respeito ao comando dos tachos na minha casa, mas, ao longo deste tempo que afinal parece tão breve, aprendi que nestas andanças de blogs devemos deixar que as coisas aconteçam naturalmente e ao seu ritmo.

    Aspecto Gráfico e não só

    Para quem está agora a começar o meu conselho é que sejam originais, isso vai fazer com que o vosso blog seja especial, por vezes único, para quem o lê, para isso a apresentação visual do blog é importante e deve ser conjugada com outros factores não menos importantes como a fotografia, a originalidade das receitas e até dos textos.

    Comentários e Visibilidade

    Para que as pessoas saibam que o vosso blog existe não há necessidade de deixar links para o vosso blog em cada comentário que fazem noutros blogs, pois isso soa tipo eu estou aqui venham visitar-me, ou tipo eu passei por cá agora tens que me retribuir a visita. Deixem comentários genuínos que como disse acima as coisas acontecem naturalmente, as visitas não aumentam de um dia para o outro apenas porque deixamos comentários noutros blogs, elas são fruto de um trabalho árduo que é feito a cada post que publicamos.

    Eu pessoalmente não sou amiga de semear comentários por todos os blogs que visito, e são muitos acreditem, prefiro responder aos comentários que me deixam, por uma questão de gentileza  e só comento postagens que realmente me agradam, mas isso foi uma decisão minha e não me considero exemplo para ninguém.

    Ritmo

    Não há necessidade de publicar diariamente, mas é importante manter um ritmo mais ou menos constante e um conteúdo interessante.

    Fotografia

    Outra coisa importante é o que diz respeito à fotografia, continuo a ver por aí muitos blogs com uma foto de cada nação, ou seja a pessoa coloca a receita e vai ao google procurar uma foto que ilustre aquilo que fez, isto confesso que é das coisas que mais me tira do sério como dizem as minhas amigas brasileiras, principalmente quando não dão os créditos à pessoa que fotografou. É que tirar fotografias dá trabalho, em muitos casos é necessário criar um cenário, e fazer uma quantidade de fotos acima do normal para escolher aquela que melhor ilustra o prato que fizemos, sujeitando-se no final a comer tudo frio, a receber reclamações de quem está á espera para comer para no final ver a sua foto roubada, digamos que não é justo.

    As Ideias e As Fontes para uma Partilha Saudável

    As grandes ideias raramente surgem do nada, por isso não tenham receio de dizer que o resultado magnífico que tiveram numa determinada receita por todos elogiada foi fruto de inspiração, numa revista, num livro, num site, num fórum ou num blog mesmo que escrito em javanês.

    O que quero com isto dizer ?

    É que o mundo é pequeno e de repente alguém pode chegar à receita original com um simples click do rato e perceber que afinal aquele blog com ideias tão giras afinal limita-se a copiar o trabalho de outras pessoas, não seria bonito pois não?

    Quem me acompanha sabe que desde o início faço questão de mencionar as fontes das receitas que reproduzo, muitas vezes o resultado final já nada tem a ver com o original, mas ainda assim considero importante divulgar a fonte da receita ou da inspiração que levou à receita.

    E aqui dou-vos um exemplo prático, a receita que vos trago hoje foi inspirada numa receita do Livro de Receitas básicas da Bimby que foi publicada no Blog Pão e Beldroegas recentemente.

    Entre os Bolinhos da Olinda da Gisela e os meus Biscoitos de Alfarroba e Amêndoa existem diferenças consideráveis, quer no aspecto, quer no sabor.

    Eu podia fazê-los, fotografá-los e publicá-los sem que ninguém desse por isso, mas para a mim não seria a mesma coisa, e este para mim é um dos factores mais importantes, por uma questão de ética eu faço questão de indicar sempre que possível a origem de cada receita.

     

    Espero que os conselhos sejam úteis para quem começa agora e que também possam ajudar a mudar alguns hábitos de quem já anda por aí há algum tempo. Críticas são sempre bemvindas, desde que construtivas e sugestões são uma bênção caída do céu.

    Biscoitos de Alfarroba e Amêndoa

    Ingredientes:

    • 200g de farinha de trigo

    • 50 g de farinha de alfarroba

    • 50 g de amêndoa moída

    • 100g de açúcar

    • 100g de manteiga

    • 1 ovo pequeno + 1 clara

    • 1 colher de chá de fermento em pó

    • 100 g de amêndoa lascada para pôr por cima dos biscoitos

    Preparação Tradicional
    Colocar todos os ingredientes numa taça e misturar bem, com a ajuda de uma batedeira, ou uma colher de pau, até a massa ficar moldável.

    Tender pequenas bolinhas, achatá-las ligeiramente e passar a parte de cima das mesmas por amêndoa lascada. Dispor num tabuleiro forrado de papel vegetal. Levar ao forno a cozer durante 10 minutos a 180º.

    Preparação Bimby / Thermomix
    Colocar todos os ingredientes, excepto a amêndoa lascada, no copo e programar 15 segundos, vel. 6.

    Tender pequenas bolinhas, achatá-las ligeiramente e passar a parte de cima das mesmas por amêndoa lascada. Dispor num tabuleiro forrado de papel vegetal. Levar ao forno a cozer durante 10 minutos a 180º.

     

    Fonte - Livro base da Bimby baseado nos Bolinhos da Olinda

    Autoria e outros dados (tags, etc)

    publicado às 19:03







    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2014
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2013
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2012
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2011
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2010
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2009
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2008
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2007
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D