Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Do Maghreb para a Sobremesa

por Moira, em 11.05.10

Há um tempo que andava a fazer experiências para uma sobremesa à base de cuscuz, finalmente cheguei a uma do meu inteiro agrado, pelo caminho ficaram algumas experiências frustradas e um provador desesperado.

É uma sobremesa simples para quem não gosta de coisas excessivamente doces e por isso para comer sem remorsos.

O cuscuz feito à base de sêmola de trigo é originário do Norte de África e muito popular na região do Maghreb.

Na Europa é conhecido como couscous, do árabe kuskus, tem a sua origem na palavra "seksu".

A primeira referência ao cuscuz aparece no século XIII, num Livro de Cozinha do Maghreb e Al-Andalus, nome por que era conhecida a península Ibérica sob o domínio Árabe, a maioria dos pratos à base de cuscuz são salgados, com legumes, borrego ou frango, mas também existem algumas versões doces.

Hoje em dia é fácil encontrar no supermercado o cuscuz pré-cozido, uma espécie de cuscuz instantâneo que se hidrata num líquido e que está pronto a ser usado em cerca de 10 minutos se o líquido for quente e 30 a 45 minutos se o líquido for frio, nada como seguir as instruções da embalagem que varia ligeiramente no tempo de cozedura consoante a marca.

Apresento-vos a sobremesa do Ali-Bábá:

Cuscuz com Chá e Frutos Secos (2/3 pessoas)

Ingredientes:

  • 2,5 dl de água
  • 1 colher de chá de folhas chá preto Earl Grey
  • 5 tâmaras (+/- 50 g)
  • 6 alperces secos (+/- 40 g)
  • 3 colheres de sopa de sultanas (+/- 30 g)
  • 1 colher de sopa de pinhões
  • 1 colher de chá de mel + 1 colher de sobremesa de mel
  • 1 chávena pequena de cuscuz (usei das de café)
  • 1 colher de café de manteiga
  • 1 pitada de canela

Preparação:
Aquecer a água e imediatamente antes de começar a ferver deite-a sobre as folhas de chá, deixar em infusão entre 8 a 10 minutos e coar.

Cortar os alperces e as tâmaras em cubinhos. Numa taça colocar as sultanas, os alperces e as tâmaras e deitar sobre eles 100 ml de chá adoçado com uma colher de chá de mel, deixar macerar pelo menos durante uma hora a duas horas, (eu deixei de um dia para o outro).

Colocar uma chávena de cuscuz numa taça e vazar por cima igual quantidade de chá quente adoçado com uma colher de sobremesa de mel e a manteiga, tapar e deixar hidratar por cerca de 10 minutos.

Numa frigideira anti-aderente colocar os pinhões e levar ao lume mexendo sempre até alourar.

Mexer o cuscuz com um garfo para soltar os grãos e misturar com os frutos secos, polvilhar com canela, colocar em tacinhas e servir decorado com uma folhinha de hortelã.

Notas: Se quiserem podem hidratar os frutos com vinho do porto ou outro vinho doce para uma versão alcoólica. O chá pode ser preto, de menta ou outro do vosso agrado. Os pinhões podem ser substituídos por amêndoas torradas e lascadas, ou por nozes partidas. E os frutos secos podem variar consoante o gosto, ameixas secas, figos ou até frutos cristalizados picadinhos. Uma raspa de limão também não ficaria mal, mas por incrível que pareça não tinha limões em casa.

Se forem muito gulosos adicionam mais mel ou açúcar amarelo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:53


WOOK - www.wook.pt


54 comentários

De Margarida a 12.05.2010 às 00:13

Comi há uns bons anos um cuscuz doce com frutos secos que me ficou na memória. Não o conseguiria reproduzir de forma a encontrar todos os aromas mas o teu pareceu-me que andou bem lá perto.. Tenho que expeimentar!
beijocas

De Moira a 12.05.2010 às 00:19

Maragarida,
Esta ideia amadureceu a partir de um cuscuz simples com açúcar e canela que vi numa revista francesa, creio que também levava água de rosas, de imediato pensei que se levasse uns frutos a coisa ficaria mais composta, o único problema estava em como hidratar o cuscuz, foi aí que andei a fazer experiências e só agora cheguei a um bom resultado.
Beijinhos

De Ana Maria a 11.05.2010 às 23:03

Parece deliciosa e mesmo a meu gosto. Vou ter de experimentar.
Tambem já vi uma receita doce, com cuscuz feita pelo Mark Bittman que me despertou a curiosidade. Podes encontrá-la no seguinte link:

http://video.nytimes.com/video/playlist/style/the-minimalist/1194811622323/index.html#1231546298239

Beijinhos

De Moira a 12.05.2010 às 00:21

Ana,
Já fui espreitar a receita do Mark e também me parece muito agradável, deve ficar parecido com arroz doce pelo leite e pelo limão. Também hei-de experimentar, obrigada pelo link.

De Mary a 11.05.2010 às 22:29

Só te digo isto: amei! Até interrompi o meu retiro para me expressar! hehehe:)

De Moira a 12.05.2010 às 00:25

Mary,
Não sabia que estavas de retiro, obrigada por abrires uma excepção hehehehe
grande beijo

De Cacahuete a 11.05.2010 às 22:29

Ainda não tinha visto nenhuma sobremesa que levasse cuscuz. Parece-me ser bastante interessante.

Beijinhos

De Moira a 12.05.2010 às 00:14

Cacahuete,
Já me disseram que o Mark Bitman tem uma e eu já fui espreitar, é diferente da minha mas também me parece bastante agradável.
É uma sobremesa prática, por ser simples de confeccionar, dá para fazer só para dois, o que para mim é um benefício, que mais te posso dizer? Experimenta! Se gostas de frutos secos e se gostas de cuscuz, vais gostar de certeza.

De sofia a 11.05.2010 às 20:41

Moira,
se tivesse os ingredientes em casa, fazia ja! A receita cativou-me instantaneamente! :)
Obrigada pela tua introducao ao "seksu". E sempre bom saber mais alguma coisa sobre os ingredientes que usamos!

De Moira a 12.05.2010 às 00:09

Sofia,
Últimamente tenho tido curiosidade de saber a origem das coisas, e se formos a ver tudo tem uma história e é nessa história que reside a essência das coisas. Acho que isto ficou um bocado baralhado, mas eu sei que tu entendes :)
Por um lado fazer este tipo de posts dá muito trabalho, é preciso ler muito e pesquisar muito compôr os textos, mas por outro dá um enorme prazer, tivesse eu mais tempo...

De Anónimo a 13.05.2010 às 23:25

Moira,
Acho que tens toda a razão! A curiosidade aguça sempre, especialmente quando trabalhamos com ingredientes que não são da "casa".
Mas, etimologia e história à parte, a verdade é que esta sobremesa não me sai da cabeça! No sábado vêm uns amigos jantar cá em casa e acho que tu já sabes o que eles vão ter de sobremesa! ;)
Beijinhos

De Moira a 13.05.2010 às 23:37

Espero que gostem que esta receita foi completamente da minha autoria :)) parti para a aventura apenas porque sabia que se podia comer cuscuz doce com canela e vai daí fui fazendo experiências. Foi giro estavamos a comentar ao mesmo tempo no blog uma da outra, a internet tem destas coisas hehehe

De Fa a 11.05.2010 às 20:38

Gostei muito da sugestão. Utilizo bastante o cuscuz, mas normalmente com salgados. Esta relação com frutos secos e chá deve ficar muito bem. Vou colocar a receita no meu caderno virtual. Bjs

De Moira a 12.05.2010 às 00:04

Olá Fa,
Quando fizeres diz qualquer coisa, fico curiosa de saber se as pessoas gostaram.
Bjs

De Ameixinha a 11.05.2010 às 20:13

Por acaso também tenho aqui uma receita de cuscuz doce para experimentar e a minha é sem as malvadas das sultanas he he Não sei quando a vou fazer, provavelmente quando vir tâmaras boas e a bom preço :) Adorei os copos, remetem mesmo para as mil e uma noites!

De Moira a 12.05.2010 às 00:03

Já sei que tu e as passas se dão mal ;) mas tu sabes dar a volta e arranjarás um substituto à altura.
Não sei se é fácil encontrar tâmaras nesta época, eu ainda estou a gastar as do Natal.
Eu também adoro estes copos, que originalmente são para beber chá, mas acho-os lindos demais para não lhes dar outro uso.

De Luciana Betenson a 11.05.2010 às 20:00

Que receita legal Moira!! Fazia tempo que não via uma tão diferente e criativa. Qualquer dia de festa vou fazer. Eu gosto muitíssimo do seu blog e das suas ideias! Beijos,

De Moira a 11.05.2010 às 23:58

Luciana, este é o tipo de sobremesa que você pode fazer só para dois. E obrigada pelas suas palavras, sempre tão simpáticas.
Beijo

De Helena a 11.05.2010 às 19:53

Moira
Senti-me mesmo no Norte de Africa com o teu cenário e receita.
Adoro couscous salgado, doce só comi uma vez.
A sugestão deve ser muito boa!
Beijo

De Moira a 11.05.2010 às 23:56

Helena,
E eu que agora não posso fazer grandes viagens contento-me com estas viagens gastronómicas :)
Bjs

De Futuro Bloguero a 11.05.2010 às 17:52

Pues una idea, buenísima ese picapica para el postre... parece muy saciante, para la sobremesa, del té y el café...

Besos

De Moira a 11.05.2010 às 17:59

Y además és sencilla :)

Comentar post




Fotos no Flickr




Tradutor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D