Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Regresso ao Passado

por Moira, em 19.05.09

Hoje resolvi viajar de novo no tempo e regressar de novo à era medieval para fazer mais uma receita completamente diferente do que estamos habituados.

Segui a receita quase à risca, à excepção do primeiro passo que por o ter acho estranho improvisei, de qualquer das formas aqui não estou obrigada a nenhum rigor histórico. 

A pesquisa que fiz há bastante tempo atrás deu-me um enorme prazer e uma quantidade de receitas que sempre que o tempo me permitir serão testadas e postas por aqui.

A origem desta receita remonta à Inglaterra do séc. XIV, é relativamente simples, mas de sabor exótico, a receita original e a tradução para inglês dos nossos tempos está aqui. Mas, para aqueles que só agora visitam o Tertúlia de Sabores, podem sempre espreitar em gastronomia medieval as outras receitas que testei faz um tempo.

Aqui fica a minha versão ligeiramente modernizada de mais uma iguaria medieval, posso dizer que fica muito bom, principalmente para quem gosta de sabores agri-doces.

 

Coelho em Molho de Vinho Doce e Passas de Uva

(Connynges in Cyrip)

Ingredientes:

  • 1 coelho partido aos pedaços
  • 1 cálice vinho de moscatel (usei Hypocras)
  • 3 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto (usei vinagre de Xerez)
  • 1/2 colher de café mal cheia de canela em pó
  • 2 cravinhos ou 1/2 colher de café de cravinho em pó
  • 1 mão cheia de passas de uva, sultanas ou corintos
  • 1 pouco de gengibre descascado e cortado fino (coloquei +/- 2 cm)
  • sal q.b. (embora a receita original não o mencione)

Preparação:

A receita manda cozer o coelho em caldo de carne, eu abdiquei dessa parte e alourei-o num fio de azeite, adicionei todos os restantes ingredientes e deixei cozinhar tapado em lume muito brando durante uns 40 minutos, virando o coelho de vez em quando para todo ele tomar sabor, se o molho evaporar rápidamente e o coelho ainda não estiver cozido adicione uns borrifos de água.

Acompanhei com arroz branco, e legumes cozidos. Se quiser, apesar de não ser de todo medieval, também deve acompanhar bem com um puré de batata ou umas batatinhas fritas.

 

Nota: Como já disse anteriormente quando abordei este assunto , nenhuma das receitas medievais têm quantidades, por isso é necessária alguma imaginação para que os sabores fiquem equilibrados. As quantidades desta e das outras receitas foram calculadas por mim e não quer dizer que sejam as certas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42


WOOK - www.wook.pt


61 comentários

De Moira a 21.05.2009 às 23:29

Olá Nucha,
Antes de mais obrigado!
Agora passemos à parte da consultoria hehehe
Com alergia à lactose creio que não há nada a fazer, agora se for só intolerância, pode usar o leite de soja e um iogurte natural, para fazer iogurtes, já perguntei isso anteriormente a uma especialista, numa das minhas postagens de iogurtes em que me puseram essa mesma questão.
Mas se é alérgica à lactose põe-se o mesmo problema com o queijo fresco.
Entretanto queria dar-te dois links sobre o assunto, mas não estou a conseguir entrar em lado nenhum, assim que puder eu dou-te.
Beijocas

De idalina a 23.05.2009 às 20:04

Olá, amigas! Obrigada pelo vosso cuidado. Realmente tenho pensado em fazer iogurte e queijo fresco com leite sem lactose e de 1,5% de gordura, porque não há no mercado qualquer deles com estas características. Gostaria muito de uma receita para queijo fresco, uma vez que aqui na Alemanha não há do nosso queijinho, nem sequer do normal....Seria uma delícia...

De Moira a 26.05.2009 às 23:28

Olá Idalina,
Desculpe só agora responder, mas tenho andado sem tempo para nada.
Aqui vai o link de uma colega blogueira minha homónima, para uma receita de queijo fresco, ela faz com leite de cabra, mas também dá com outro leite, só não tenho a certeza que dê com leite sem lactose.
http://deliciasecompanhia.blogspot.com/2008/05/queijos-de-cabra.html
Entretanto, sei que já li alguma coisa sobre iogurtes feitos com leite de soja, vou procurar e assim que encontrar envio.
Beijocas
Manuela

De idalina a 27.05.2009 às 16:00

Obrigada pela pesquisa. Já li a receita e não me parece difícil. Ajudei muitas vezes a minha avó e as minhas tias a fazerem queijo fresco...O pior parece-me ir procurar aqui o coalho. Não me parece que os alemães tenham tal produto à venda, num país de tudo feito. Terei de deixar os desejos para as férias e vir munida de quantidade suficiente para quando me derem as saudades de queijinho fresco ( talvez com malagueta...) Hum!!...

De idalina a 30.05.2009 às 10:03

Moira, já consegui fazer o iogurte, absolutamente sem lactose!!! Usei, como recomendado na receita da máquina, duas colheres de chá de iogurte sem lact. e enchi com leite da mesma qualidade. Não usei leite em pó. Tenho ainda que procurar nalguma casa de produtos dietéticos algum que não tenha essa enzima. Também não adicionei açúcar, porque estes produtos são já adocicados. Ficou um pouco líquido, mas muito agradável de sabor. Poderei usá-lo certamente para molhos de sobremesas ou para saladas.
Bj

Comentar post



Fotos no Flickr




Tradutor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D