Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Regresso ao Passado

por Moira, em 19.05.09

Hoje resolvi viajar de novo no tempo e regressar de novo à era medieval para fazer mais uma receita completamente diferente do que estamos habituados.

Segui a receita quase à risca, à excepção do primeiro passo que por o ter acho estranho improvisei, de qualquer das formas aqui não estou obrigada a nenhum rigor histórico. 

A pesquisa que fiz há bastante tempo atrás deu-me um enorme prazer e uma quantidade de receitas que sempre que o tempo me permitir serão testadas e postas por aqui.

A origem desta receita remonta à Inglaterra do séc. XIV, é relativamente simples, mas de sabor exótico, a receita original e a tradução para inglês dos nossos tempos está aqui. Mas, para aqueles que só agora visitam o Tertúlia de Sabores, podem sempre espreitar em gastronomia medieval as outras receitas que testei faz um tempo.

Aqui fica a minha versão ligeiramente modernizada de mais uma iguaria medieval, posso dizer que fica muito bom, principalmente para quem gosta de sabores agri-doces.

 

Coelho em Molho de Vinho Doce e Passas de Uva

(Connynges in Cyrip)

Ingredientes:

  • 1 coelho partido aos pedaços
  • 1 cálice vinho de moscatel (usei Hypocras)
  • 3 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto (usei vinagre de Xerez)
  • 1/2 colher de café mal cheia de canela em pó
  • 2 cravinhos ou 1/2 colher de café de cravinho em pó
  • 1 mão cheia de passas de uva, sultanas ou corintos
  • 1 pouco de gengibre descascado e cortado fino (coloquei +/- 2 cm)
  • sal q.b. (embora a receita original não o mencione)

Preparação:

A receita manda cozer o coelho em caldo de carne, eu abdiquei dessa parte e alourei-o num fio de azeite, adicionei todos os restantes ingredientes e deixei cozinhar tapado em lume muito brando durante uns 40 minutos, virando o coelho de vez em quando para todo ele tomar sabor, se o molho evaporar rápidamente e o coelho ainda não estiver cozido adicione uns borrifos de água.

Acompanhei com arroz branco, e legumes cozidos. Se quiser, apesar de não ser de todo medieval, também deve acompanhar bem com um puré de batata ou umas batatinhas fritas.

 

Nota: Como já disse anteriormente quando abordei este assunto , nenhuma das receitas medievais têm quantidades, por isso é necessária alguma imaginação para que os sabores fiquem equilibrados. As quantidades desta e das outras receitas foram calculadas por mim e não quer dizer que sejam as certas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42


WOOK - www.wook.pt


61 comentários

De Susana a 20.05.2009 às 18:18

Parabens pelo Blog! Desde que estive uns meses em Angola que me viciei em blogs de culinária. O seu é seguramente, na minha humilde opinião, um dos melhores. Adicionei-a imediatamente nos favoritos. Continue e muitas felicidades! Susana

De Moira a 20.05.2009 às 20:17

Cara Suzana,
Obrigada pela visita e pelo simpático comentário.
Bjs

De Maria João a 20.05.2009 às 17:28

Deparei-me com o seu blogue e fiquei com água na boca. Há algumas (ou serão todas?) receitas que mal possa vou testar. Beijinhos. Maria João

De Moira a 20.05.2009 às 17:36

Olá Maria João,
Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário.
Espero que faça algumas das receitas e depois dê-me a sua opinião, ficarei muito satisfeita.
Já dei uma voltinha pelo seu blog e adorei o saco das flores vermelhas, bem giro :)
Bjs

De Ameixinha a 20.05.2009 às 15:49

Só não gosto de passas mas acho que umas ameixas secas também é capaz de ficar bem :)

De Moira a 20.05.2009 às 15:56

Ameixinha,
Claro que podes substituir as passas por outra fruta seca, que aliás eram muito usadas na idade média, por ser umas das formas de preservar a fruta fácilmente. Também podes susbtituir o coelho por galinha, uma vez que a receita original assim o sugere.
Beijocas

De catia a 20.05.2009 às 15:15

Vim cá parar pelos destaques e depois reparo que afinal já conhecia um pouco das suas receitas porque sigo o seu Flickr.
E está de parabéns não só pelo destaque e pelas receitas, mas também pelo blog que é lindíssimo.
Parabéns!

De Moira a 20.05.2009 às 16:07

Olha a menina dos gatinhos :)
Obrigada pela visita e pelo simpático comentário, nem tinha reparado que estava em destaque.
Bjs

De a 20.05.2009 às 14:12

Ai, meu deus!
Que coisa apetitosa. Só tenho pena de não ter mãozinhas para a cozinha, para fazê-lo cá em casa.

De Moira a 20.05.2009 às 16:02

Cara Né,
Antes de mais obrigada pela visita e pelo comentário. Essa coisa de não ter mãozinhas, não existe, para cozinhar basta ter "alma" e seguir a receita a par e passo, se o meu marido conseguiu, tu também consegues :)) como esta é muito simples se tentares vais conseguir de certeza ;)
Beijocas

De Gasparzinha a 20.05.2009 às 11:11

Moira, fui espreitar as receitas medievais já colocadas anteriormente e que eu ainda não conhecia: adorei!

Este jantar deve ter sido quase uma viagem no tempo!
Parabéns e obrigada por partilhares estes sabores de memórias e estórias. :)

Beijinhos.

De Moira a 20.05.2009 às 11:33

Gasparzinha,
Esse foi um jantar feito a várias mãos que nos deu imenso prazer, confeccionar e comer, foi das experiências mais agradáveis que tivemos em termos gastronómicos, e uma das receitas que mais me surpreendeu foram as cenouras. Como o leuqe de receitas é imenso vou ter que experimentar muitas mais, e com todo o gosto :)
Beijinho

De Vânia Costa a 20.05.2009 às 09:15

Sim senhora, que receita boa! Gosto muito destes regressos ao passado... Afinal, trazem-nos as bases de tudo o que fazemos hoje...

Gostei muito, tem óptimo aspecto.

Beijinho*

De Moira a 20.05.2009 às 11:36

Vânia,
É verdade, muitas das receitas de hoje têm raízes no passado, influências de outros povos e inclusivé de religiões.
Bjs

De Susana B. a 20.05.2009 às 00:28

Excelente sugestão. Este coelho deve ser uma maravilha.:D

De Moira a 20.05.2009 às 11:39

Suzana,
Tens que experimentar, é mesmo bom, a mesma receita também pode ser feita substituindo o coelho por frango ou galinha.
Bjs

Comentar post


Pág. 3/3



Fotos no Flickr




Tradutor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D