Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Para uma Entrada leve ou um Petisco

por Moira, em 11.10.11

Já foi petisco de taberna, hoje é considerado produto gourmet, classificações à parte, estes queijos em azeite são óptimos, para acompanhar um copo de vinho tinto, para esfarelar sobre um gaspacho, para servir com saladas ou sobre uns raviólis, tudo porque é um daqueles petiscos intemporais, cujas origens certamente se perderam num tempo em que o homem teve necessidade de conservar os alimentos sem o recurso às tecnologias que temos hoje em dia.

Pode optar por o comprar em pequenas embalagens, fruto da evolução e dinâmica dos mercados ou pode fazê-lo calmamente em casa, não demora mais que 5 minutos a elaborar, acrescentam-se umas duas semanas de espera, e depois pode usar o azeite aromatizado na confecção de um sem número de pratos.

Queijo de Cabra em Azeite Aromatizado

Ingredientes:

  • 2 queijos de cabra curados (usei destes)
  • 2 folhas de louro pequenas ou 1 grande
  • 2 cravinhos
  • 2 colheres de chá de pimenta em grão
  • 2 colheres de chá de sementes de coentro
  • 3 raminhos de alecrim
  • Azeite q.b. (+/- 250 ml)

Preparação:

Cortar o primeiro queijo em pedaços médios e colocar num frasco limpo e seco, colocar as folhas de louro e os ramos de alecrim à volta do frasco, os dentes de alho cortados ao meio no sentido do comprimento, metade das pimentas, metade das sementes de coentro, um cravinho e o piri-piri. Cortar o segundo queijo, colocar no frasco e adicionar os restantes ingredientes. Encher o frasco de azeite até cobrir completamente o queijo, tapar e guardar em local fresco e seco por duas a três semanas antes de consumir.

 

Esta receita foi resultado da fusão da receita da Rute com as sugestões da Ana Rita.

Notas: Creio que seria escusado dizê-lo, mas é sempre bom relembrar que a qualidade, quer do queijo, quer do azeite, são essenciais nesta receita.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:54


WOOK - www.wook.pt


4 comentários

De Ondina Maria a 12.10.2011 às 10:00

Como em qualquer receita, a qualidade dos produtos dita sempre o resultado final. Não há volta a dar-lhe e que se desenganem aqueles que pensam que podem contornar estar regra de ouro! Conservas caseiras são do melhor que há e isto já é vício incutido pela minha avó: ainda tenho frascos de ginginha feitos por ela, e tenho tanta pena de os consumir, parece que ao tê-los ainda intactos é como se a minha avó ainda estivesse por cá.
Mas voltando às conservas, no outro dia comprei um livro que tem sido uma ajuda quer para chutneys ou compotas, quer para conservar outro tipo de alimentos, como os queijos: http://www.civilizacao.pt/livro/livro.aspx?ean=9789895509355
Tem sido um prazer conservar! Bjis

De Moira a 13.10.2011 às 12:23

Ondina,
Obrigada pela sugestão do livro, eu tenho este: http://www.flickr.com/photos/tertulia-de-sabores/6035193262/in/set-72157625707798506, tem coisas óptimas, mas não tem nada com queijos.
Bj

De Mané a 13.10.2011 às 18:17

Peço desculpa por me meter na conversa, Ondina e Moira.

Eu tenho os dois livros e garanto que os post it proliferam...
Agora é só uma questão de colocar em prática (as cerejas ao brandy já estão feitas http://obolodatiarosa.blogspot.com/2011/08/cerejas-ao-brandy.html
e... foram um sucesso
:)

De Moira a 14.10.2011 às 19:43

Mané,
São muitas as diferenças entre um livro e outro?
Ainda bem que falaste das tuas cerejas ao brandy, não é que eu tenho umas cerejas desde Junho num pote e nunca mais me lembrei delas... Já está na hora de ir experimentar a ver se ficaram boas.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Fotos no Flickr




Tradutor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D