Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



As Cerejas... Ai as Cerejas...

por Moira, em 24.05.11

A pedido de uma leitora muito querida a sobremesa de hoje é especial porque foi feita a pensar nos diabéticos.

A diabetes é uma doença incurável que afecta grande parte da população mundial e que tem que ser controlada dia a dia através de uma alimentação saudável e adequada, exercício físico e por vezes com recurso a medicamentos.

Depois de uma breve pesquisa que não deu em nada porque na net encontra-se informação tão distinta que é necessário conhecimento para a saber filtrar, optei por consultar uma amiga internauta que é nutricionista e que se prontificou a esclarecer-me. Obrigada Ana!

Assim percebi que nem tudo está interdito aos diabéticos e que o seu maior cuidado deverá ser no consumo de açúcares, e por açúcares entenda-se não só o açúcar refinado, o açúcar amarelo ou o integral, mas também o mel, a frutose e os hidratos de carbono que acabam por se transformar em açúcar que é assimilado pelo nosso organismo. Parece-me que é tudo uma questão de equilíbrio e tal como numa alimentação equilibrada os doces devem ser guardados para ocasiões especiais.

Assim, hoje trago-vos uma versão integral, aprovada pelo menos cá em casa, de um dos mais emblemáticos doces franceses, o Clafoutis, cada ano que passa descubro uma nova versão para experimentar, esta é a versão do famoso Christophe Felder, que está no blog da Elvira e que foi adaptada para quem não pode consumir açúcares.

Clafoutis

Ingredientes:

  • 100 g de açúcar + mais um pouquinho para polvilhar (substitui por 10 g de adoçante em pó próprio para culinária e polvilhei com adoçante muito levemente)
  • 1 colher de sopa de  Maizena (substitui por farinha de trigo integral)
  • 50 g de miolo de amêndoas moído
  • 2 ovos + 1 gema
  • 3 colheres de sopa de natas espessas (substitui por natas light)
  • 300 g de cerejas com caroço lavadas e secas com papel absorvente
  • manteiga para untar (usei margarina)

Preparação:
Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar uma forma redonda ou uma assadeira com margarina e polvilhar ligeiramente com adoçante. Reservar.
Misturar muito bem o adoçante com a farinha de trigo integral e as amêndoas finamente moídas numa tigela grande. Juntar os ovos e a gema previamente batidos. Adicionar as natas e bater com uma vara de arames até a massa ficar ligada e homogénea. A massa fica com a consistência de uma massa de crepes.
Espalhar as cerejas com caroço pela forma. Verter a massa sobre as cerejas e levar ao forno por 15-20 minutos, ou até se apresentar ligeiramente dourado. Servir morno ou frio, na própria forma.

Usei uma forma com cerca de 20 cm de diametro.

Notas: A alterações que fiz à receita original para a adaptar a um diabético estão entre parêntesis. A textura final é ligeiramente mais densa que a do doce original, mas igualmente boa, no caso de as cerejas serem muito doces pode reduzir mais no açúcar ou no adoçante, passando de 100 g de açúcar para 75 g e as 10 g de adoçante para 7,5 g

 

A cereja é uma das frutas pela qual tenho uma relação de amor incontornável, gosto delas ao natural, em doces, em compotas e também em sobremesas. E gosto de todas as variedades de cerejas que provei até hoje, embora tenha um fraquinho por cereja branca, como por nehuma outra, mas essas por cá nunca aparecem e a viagem é longa para as ir buscar.

Quem as conhece, sabe do que falo, quem nunca as viu fica a foto como garantia da sua existência, estas já estão maduras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:51


WOOK - www.wook.pt


43 comentários

De moranguita a 25.05.2011 às 10:46

moira nunca experimentei esta versao com cerejas
mas acho que iria adforar.
adoro cerejas sao tao boas:-)
beijinhos

De Moira a 25.05.2011 às 22:29

Claro que vais adorar, o clafoutis é bem simples de preparar e é delicioso.
Bjs

De Carla a 25.05.2011 às 09:46

Moira,
Gostei desta versão. Planeio fazer um clafoutis este fim-de-semana (meu primeiro, confesso) e estou tentada em começar por esta versão. Ao Domingo é imperativo uma sobremesa para terminar a refeição, mas normalmente procuro fazer algo leve, à base de fruta e pouco calórico. Opto por adaptar algumas receitas fazendo algumas substituições: o açúcar, ou parte dele, por adoçante, as natas por iogurte, reduzindo a quantidade de ovos (ou pelo menos das gemas), etc.
Não conhecia as cerejas brancas. Agora fiquei mais que curiosa.
Beijinhos

De Moira a 25.05.2011 às 22:31

Se nunca provaste clafoutis, começa por este que é o tradicional: http://tertuliadesabores.blogs.sapo.pt/55455.html
podes sempre substituir o açúcar por adoçante na sua totalidade, que nos doces não se nota e as natas por leite.
Depois passa por cá para dar a tua opinião sobre o clafoutis :)
Beijinhos

De Paco Lazy Blog a 25.05.2011 às 09:39

Me encanta tu clafoutis, una receta que siempre nos gusta en casa.

De Moira a 25.05.2011 às 22:32

El clafoutis es un clásico que encanta a todos :)

De SUSANA a 25.05.2011 às 09:27

SIMPLESMENTE ADOREI ! BJS

De Moira a 25.05.2011 às 22:33

É tão bom, não é? Eu gosto muito da versão clássica: http://tertuliadesabores.blogs.sapo.pt/55455.html
mas também gostei desta versão mais light.

De Mané a 25.05.2011 às 08:25

As cerejas fazem parte do top da minha fruta preferida, mas não são fáceis de trabalhar segundo os "chefes" que falaram no festival da Cereja e que apresentaram uma panóplia de coisas muito tentadoras . Confesso que nunca confeccionei nada com cerejas, não resisto, como logo! (especialmente se são bem negrinhas).
Confesso que fiquei curiosa quanto às cerejas brancas.
O meu obrigada pela sugestão da Claufoutis (o sabor não ficou muito alterado com o adoçante?)
Bom resto de semana

De Moira a 25.05.2011 às 22:35

Mané a substituição do açúcar pelo adoçante nas sobremesas não altera em nada o seu sabor, só tens que respeitar as medidas, por cada 100g de açúcar só podes usar 10g de adoçante, podes fazê-lo em qualquer doce, como também podes substituir parte da farinha por farinha integral, ficam bolos mais densos mas igualmente bons.
Também gosto muito dessas cerejas gordas pretas :)

De Pi a 25.05.2011 às 08:17

Tive a sorte de exprimentar um clafoutis este fim de semana elaborado pela autora dos Sabores de Canela.
Adorei, de aspecto tão similar como o teu só que estranho estarem lá as cerejas com caroço.

Beijinhos
Pi
Fernanda

De Moira a 25.05.2011 às 22:37

O clafoutis da Helena também é muito bom, provei-o noutro dia em casa de uma amiga.
Confesso que a primeira vez que fiz tirei os caroços, agora deixo-os sempre e acho que é uma mais valia em termos de sabor, para além que descaroçar tanta cereja dá um trabalho danado ;)
Beijinhos

De margarida a 25.05.2011 às 00:18

Os meus pais são de Castelo Branco,mais exactamente de Proença-a-Nova e lá existem...AINDA cerejas brancas,se bem que em quantidade bem menor.
Amadurecem,em regra ligeiramente mais tarde,têem um paladar completamente único e são mais doces.
A minha mãe...adora-as!!!!!
Eu...nem tanto.Sou verdaddeiramente fã das tradicionais.bem encarnadinhas.de polpa firme e com um sabor...umhn!!!!ÚNICO.

Parabéns pelo blog e pelas belissimas sugestões

margarida.

De Moira a 25.05.2011 às 22:39

Não sabia que por essa zona também havia cereja branca, lá para cima, mais propriamente em Sendim estas cerejas só aparecem para lá do meio de Junho. Também gosto muito daquelas pretas e carnudas.
Beijinhos

De Gasparzinha a 24.05.2011 às 23:16

Este último fim de semana as cerejas foram estrelas. Um clafoutis que me enche sempre as medidas e uma caixa de cerejas de Resende fizeram a festa. :)
As tuas fotos tb prometes coisas boas.
Não conhecia as cerejas brancas, diferentes!
Beijinhos

De Moira a 25.05.2011 às 22:40

Amiga,
Eu acho que era capaz de comer cerejas todos os dias :)
Este ano não sei se vou lá acima a tempo de trazer cerejas, se for dou-te uma apitadela para as provares.
Beijocas

De css a 24.05.2011 às 22:27

Cara Moira,

a minha mãe acabou de ser diagnosticada hoje. Amanhã, a primeira dose de insulina.

Pelo esforço em adaptar e, mais importante ainda, testar a receita, muito, muito obrigada.

De Moira a 24.05.2011 às 22:36

Foi a primeira vez que fiz uma adaptação, exactamente porque me pareceu um desafio interessante e importante.
Substituir o açúcar por adoçante é mais fácil do que eu pensava, num destes dias vou experimentar outro doce, mas atenção que todas estas coisas serão apenas para ocasiões especiais, não deverão ser consumidas todos os dias ou todas as semanas.
Ela agora vai ter que criar o seu próprio equilíbrio e reaprender a comer, mas parece mais difícil do que é na realidade.

De Nélinha a 24.05.2011 às 21:45

Uma boa ideia para diabéticos e para quem está a tentar perder uns quilinhos mas não resiste a uma bela sobremesa!!

Beijinhos

P.S. Nunca comi cereja branca mas fiquei com vontade , tb sou fã deste fruto :)

De Moira a 24.05.2011 às 22:38

Não tinha pensado nisso, mas realmente usando adoçante fica muito menos calórico :)
Bjs

Comentar post




Fotos no Flickr




Tradutor





Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D