Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A de Alfarroba e B de Bom

por Moira, em 10.03.11

Este ano o aniversário do António foi festejado apenas em família, por isso limitei-me a fazer dois doces, o Bolo de Aniversário e uma Tarte de Alfarroba.

Há quem diga que a Alfarroba se assemelha ao chocolate, não concordo, a semelhança é apenas e simplesmente na cor, pois no sabor a alfarroba é bastante diferente, pelo menos para mim. É engraçado perceber como as pessoas têm a tendência de torcer o nariz a coisas novas, foi o que aconteceu cá em casa, eu disse que era tarte de alfarroba e apenas duas pessoas gostaram, quando levei para o escritório não disse praticamente a ninguém que era alfarroba e todos gostaram.

O primeiro contacto com a tarte é visual e as pessoas gostam, ao provar continuam a gostar, mas se antes do primeiro contacto dissermos que é tarte de alfarroba os narizes torcem-se e a vontade de experimentar quase desaparece.

A minha sugestão é que experimentem e depois logo me dizem, o recheio fica húmido e a tarte aguenta-se boa durante mais de dois dias.

Tarte de Amêndoa e Alfarroba

Ingredientes:

Para a Massa:

  • 150 ml de água (no original 14 colheres de sopa)
  • 50 g de banha (no original 3 colheres de sopa) também pode substituir por margarina
  • Casca de meio limão
  • 1 colher de chá de canela
  • 130 g de farinha

Para o recheio:

  • 140 g de açúcar
  • 100 g de amêndoa picada com pele (no original sem pele)
  • 6 ovos médios
  • 75 g de farinha de alfarroba
  • 1 cálice pequeno de licor de alfarroba (no original 1 dl de aguardente de medronho)

Preparação:

Massa:

Colocar num tacho a água, a banha e a casca de limão, quando ferver, retirar a casca de limão e juntar de uma só vez a farinha misturada com a canela e mexer rapidamente até formar uma bola. (faz-se exactamente como a massa de fazer os rissóis). Deixar arrefecer para poder estender e forrar uma forma de tarte. Não é necessário untar a forma pois a massa tem bastante gordura.

Recheio:

Ligar o forno nos 180º.

Bater as claras em castelo adicionando quase no final umas duas colheres de açúcar retiradas dos 140 g necessários e reservar.

Bater as gemas com o restante açúcar até obter uma mistura fofa e esbranquiçada, adicionar a amêndoa moída, e farinha de alfarroba e o licor, por fim juntar as claras batidas em castelo.

Forrar a forma com a massa e colocar por cima o recheio, levar ao forno por cerca de 35 a 40 minutos. (No original mandava cozer por 50 minutos mas o meu forno ficaria queimada)

Para ver se está cozida, usar o método do palito, se sair seco está pronta.

 

Esta receita foi ligeiramente adaptada do livro Entre Coentros e Poejos e trás receitas agradáveis de sabores mais ao sul.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:26


50 comentários

De conceição a 11.03.2011 às 21:54

Tem um óptimo aspecto. Eu uso muito alfarroba, mas nunca digo o que leva, exactamente pela razão que tu apontas ninguém que provar.
bjs

De Moira a 11.03.2011 às 22:55

Conceição,
Tenho que começar a omitir o conteúdo das receitas, senão não posso experimentar nada de novo.
Beijinho e bom fim de semana

De Titá Negrão a 11.03.2011 às 18:40

Vou ter de experimentar esta tarte!!! Onde se poderá encontar a farinha de alfarroba aqui pelo norte??? Se alguém souber... agradecia!!! Fiquei com uma vontade... Parabéns!!!

De Moira a 11.03.2011 às 19:03

Tita,
Procura no Pingo Doce na zona de produtos dietéticos, também há noutros hipermercados na mesma zona e também nas lojas de produtos naturais. Espero que consigas encontrar facilmente.
Bom fim de semana

De Marta a 11.03.2011 às 18:03

Olá Moira,
ficou com muito bom aspecto esta tarte, e fiquei cheia de vontade de experimentar.
Desde que experimentei os biscoitos de alfarroba e amêndoa que fiquei fã absoluta de alfarroba.
Gostei mesmo muito.
Beijinho

De Moira a 11.03.2011 às 19:04

Marta,
Esta é mesmo só alfarroba, por isso o sabor é mais intenso, eu gostei bastante do resultado.
Bjs e bom fim de semana

De Filipa a 11.03.2011 às 16:51

É bem verdade! Nem todos estão preperados para a diferença! Sempre que se utilizo algo fora do comum opto por não dizer nada a ninguém, pois, caso contrário, acabo por comer tudo sozinha! A tua receita parece mesmo delciciosa....vou optar por não dizer nada sobre o A e começar o alfabeto no B! Um beijinho :)

De Moira a 11.03.2011 às 19:05

Filipa,
Pois é, o ideal é mesmo não dizer do que é, assim o pessoal sempre prova.
Bjs e bom fim de semana

De Ministério da Saúde a 11.03.2011 às 16:00

A informação é o primeiro passo para prevenção e controle da diabetes e hipertensão. Por isso, o Ministério da Saúde fez um site para você ficar sabendo de tudo sobre estas doenças. Acesse: www.saudenaotempreco.com.br

Siga-nos no Twitter e fique por dentro desta campanha: www.twitter.com/minsaude
Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br ou www.formspring.me/minsaude
Obrigado,
Ministério da Saúde

De Carla a 11.03.2011 às 11:56

É bem verdade, Moira, que antes de provar já o nosso cérebro ditou se haviamos ou não de gostar e nada a fazer se o deixarmos vencer. Fiquei com imensa vontade de provar essa tarte, mas terei que a fazer quando estiver sozinha em casa, caso contrário já sei que alguém há-de entrar na cozinha na hora H e descobrir que há um ingrediente estranho e ainda assim não sei se irá enganar certos palatos bem apurados. Embora a alfarroba seja um substituto do chocolate, com todas as suas qualidades nutritivas e nenhum dos inconvenientes, o facto é que só em cor se assemelham sendo bem distintos no sabor.
Beijinhos
P.S. Esse livro tem receitas deliciosas.

De Moira a 11.03.2011 às 19:01

Eu há muito que aprendi a provar primeiro e dizer se gosto ou não depois. Mais do que a visão por vezes acho que não vou gostar de uma coisa mais pelo cheiro.
A Alfarroba por vezes dá para substituir numa receita que leve grandes quantidades de cacau, colocando uma parte de cacau para 2 ou 3 de alfarroba, faz menos mal e quase que não se nota a troca porque fica lá o gostinho do cacau.
Beijocas e bom fim de semana

De Margarida a 11.03.2011 às 11:39

Primeiro estranha-se e depois entranha-se. Ou não. : ) Conheço muita gente que não gosta mesmo do sabor da alfarroba. A minha mãe é uma delas e diz sempre que o sabor do chocolate não tem nada a ver com o sabor da alfarroba. Concordo. Mas eu gosto muito tanto de um como de outro e esta tarte parece-me perfeita.
Já estive com esse livro na mão algumas vezes e fiquei sempre com pena de nunca o ter comprado..
beijocas

De Moira a 11.03.2011 às 18:58

Eu gosto dos dois sabores, já o António não é amigo nem de um, nem de outro.
Do livro, gostei, mas não acho extraordinário. Prefiro o do Vila.
Beijocas e bom fim de semana

De Sandra G a 11.03.2011 às 11:30

Parabéns ao aniversariante.Muitos anos de vida.
Uma tarte com uma combinação de ingredientes perfeita, fantástica, fabulosa.Adorei.

Beijomhos e bom fim de semana

De Moira a 11.03.2011 às 18:56

Obrigada Sandra!
Bom fim de semana

De Isa Lourenço a 11.03.2011 às 08:44

Essa tarte ficou fantastica.
Também gosto de usa a farinha alfarroba, um bom substituto do chocolate.

Bjos

De Moira a 11.03.2011 às 18:55

Isa,
No sabor não tem nada a ver com chocolate, mas é muito bom.
Bjs e bom fim de semana

De Manuela Lourenço Marques a 11.03.2011 às 08:21

Eu ghosto de fazer coisas novas, esta vou testar (nunca fiz nada de alfarroba, o pior é que por aqui não se vê...teri de ir ao sul... ou será que há no Corte inglês? não me está a apetecer esperar muito para testar...)
um bom dia
Manuela

De Moira a 11.03.2011 às 18:50

Manuela,
Por aí por onde? Qual é a tua zona? Esta farinha vende-se em qualquer supermercado pingo doce na área de produtos dietéticos. Também há noutros hipermercados e nas casa de produtos naturais.
Bom fim de semana

De Mnaueka Lourenço Marques a 11.03.2011 às 19:01

pois é esqueci de dizer Lisboa (se calhar não vi pq tenho de estar mais atenta...)
Obrigada
Um excelente fim de semana para si

Comentar post









Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D