Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Herbes de Provence

por Moira, em 22.06.10

Tenho vários desafios agendados aos quais ainda não consegui dar resposta, no Delícias e Talentos temos que cozinhar algo com pelo menos dois ingredientes começados pela letra M, é até dia 25, próxima sexta-feira e eu continuo sem ideias.

O outro desafio tem a ver com pão, é no blog 1x Umrühen Bitte, desta vez o tema é pães com frutos secos (nozes, amêndoas, avelãs, pistachos, cajús, etc.) a receita tem que estar numa das línguas solicitadas e o português ainda não está incluído por isso vou ter que a traduzir.

Por último tenho o desafio do 3º aniversário do Three Fat Ladies, mas esse também já está alinhavado.

Enquanto isso não acontece e porque ontem recebi uns saquinhos de Herbes de Provence enviados pela muito querida Mãe Caracoleta, não lhes consegui resistir e tive que usar imediatamente.

A receita é bem simples e tanto pode servir de refeição como de acompanhamento.

Legumes Assados no Forno

Ingredientes:

  • 1 pedaço pequeno de abóbora
  • 1 tomate
  • 1 cebola
  • meio pimento vermelho
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • sal q.b. (usei o aromatizado do costume)
  • 1 colher de café de Ervas de Provença
  • 2 colheres de sopa de amêndoas lascadas e sem casca

Preparação:

Untar um prato que possa ir ao forno com meia colher de sopa de azeite, colocar por cima a abóbora fatiada, depois o tomate e a cebola aos gomos finos e por fim o pimento, regar com o restante azeite e levar ao forno quente por uns 15 a 20 minutos. Por fim polvilhar com as amêndoas lascadas e levar ao forno apenas para tostar ligeiramente.

 

Notas: Usei sal e azeite aromatizado da Casa do Sal da Figueira da Foz

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55

Um Peixe chamado Dentão

por Moira, em 21.06.10

Muitas voltas a dar, tanto para fazer e mil e uma coisas em que pensar, levam-me por vezes a cozinhar refeições tão simples, que de tanta simplicidade não merecem destaque nesta Tertúlia, no entanto outras há que sendo igualmente simples têm direito a primeira página, foi o caso desta, cujo desafio foi fotografá-la, não pela receita, que disso nem o nome pode ter, dado que toda a gente sabe juntar sal ao peixe.

Num destes dias ao chegar a casa deparei-me com um saco com dois peixes no meu frigorifico, óbviamente que não fui eu que os comprei que o meu tempo nestes dias mal dá para abrir uma lata de sardinhas, tinha sido a minha cunhada que sabendo da minha falta de tempo resolveu facilitar-me o jantar e proporcionar-me uma magnifica refeição de peixe que nesse dia nem nos meus sonhos seria possível.

Ao ver os dois peixes imediatamente me desafiei a mim própria a fotografá-los, mas o processo afigurou-se-me difícil, eu sei que os bichos não se mexiam, mas um peixe é um peixe e tem que ser tratado com alguma dignidade, enfim, depois de muitas voltas e algumas poses descobri que fotografar um peixe é muito mais difícil do que alguma vez imaginei.

Alguma vez fotografaram peixe ?

Quais foram as maiores dificuldades?

Deixo-vos uma pequena amostra do resultado da sessão fotográfica e espero algumas opiniões e sugestões.

 

Peixe com Sal Aromatizado

Ingredientes:

Preparação:

Temperar o peixe com o sal aromatizado, deixar tomar sabor por uma meia hora e grelhar.

Servir com uma salada ou com legumes cozidos.

Notas:

Grelhei o peixe no grill do forno, com a porta do forno entreaberta e o resultado foi bastante bom, mas se fosse assado nas brasas seria muito melhor.

Apesar de usualmente gostar do peixe grelhado o mais natural possível, ou seja só com sal marinho, gostei muito do resultado do peixe grelhado com sal aromatizado para grelhados da Casa do Sal.

Depois de cozinhado, nem me atrevi a pegar na máquina, que se um peixe cru é difícil de fotografar, dois peixes cozinhados são de fugir de desespero.

No final só sobraram as espinhas para contar a história de um peixe chamado Dentão, que teve honras de primeira página, apenas por ser um peixe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:04

Hoje Somos Vegetarianos

por Moira, em 10.04.10

Nunca tinha comido, nem feito um crumble salgado e a única coisa que posso dizer é que vou fazer muito mais vezes com todas as variações que entretanto me passaram pela cabeça.

Uma refeição saudável, que pode servir de acompanhamento a pratos de carne assada, mas que para nós foi o prato principal e estava muito, mas muito bom.

Não acreditam? Experimentem e logo verão!

Crumble de Vegetais

Ingredientes:

  • 1 cebola
  • 1 courgette
  • 1 beringela pequena
  • 2 tomates maduros
  • 1/2 pimento vermellho
  • sal aromatizado da Casa do Sal
  • 1 colher de sopa de azeite
  • umas folhas de oregãos frescos
  • 1 raminho de tomilho

Para o Crumble:

  • 50 g de farinha
  • 50 g de manteiga fria aos cubinhos
  • 40 g de queijo ralado no momento
  • 20 g de farinha de mandioca

Preparação:

Cortar a beringela em rodelas com um dedo de espessura e polvilhá-la com sal grosso.

Num tacho colocar o azeite e a cebola picada, adicionar o tomate cortado em pedaços, sem pele e sem sementes e deixar ferver, adicionar um copo de água e a courgete cortada em pedaços.

Passar a beringela por água, cortar as rodelas em quartos e adicioná-la ao resto dos legumes, juntamente com o pimento cortado aos quadradinhos, temperar com o sal aromatizado, os oregãos e o tomilho, deixar cozinhar até evaporar completamente todo o líquido, apagar o lume e deixar arrefecer um pouco.

 

Ligar o forno a 180º.

 

Entretanto preparar o crumble, misturando as farinhas com a manteiga e o queijo até ter uma mistura idêntica a migalhas.

Colocar os legumes num recipiente que possa ir ao forno, pôr por cima o crumble e levar ao forno até estar dourado.

 

Notas: O queijo que usei foi gran padano, mas pode ser usado qualquer outro queijo, mais ou menos forte, que dê para ralar.

Os legumes usados na receita são os mesmos usados para fazer a ratatuille, por isso pode ser feito com sobras da mesma, ou com sobras de quaisquer outros legumes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:32

De regresso com uma receita emprestada

por Moira, em 02.02.10

Estou de regresso mas continuo sem ideias próprias para cozinhar, tenho andado a pôr as leituras em dia, mas confesso que estou demasiado preguiçosa para deixar comentários, entretanto encontrei esta receita de Solomillo Relleno (Lombinho de Porco Recheado) no Lazy Blog que me encantou à primeira, um muito obrigado a El Futuro Bloguero, por esta receita magnífica.

Rebusquei pelos armários os restos dos frutos secos natalícios e estreei-me no uso das bagas goji, que são ricas em muita coisa, mas a que pessoalmente não achei muita graça, tenho que lhes dar uma segunda chance para saber se estão ou não aprovadas, mas voltando à receita, é bastante agradável e um pouco diferente do que estamos habituados, querem saber como é? Só mesmo experimentando.

Lombo de Porco Recheado

Ingredientes:

  • 1 Lombinho de Porco (usei 1 pedaço de lombo com cerca de 700 g)
  • 1 cálice de vinho doce (usei hypocras mas pode ser vinho do porto ou moscatel)
  • 1 colher de sopa de nozes (mas pode usar outro fruto seco a gosto)
  • 1 colher de sopa de bagas goji
  • 5 ou 6 pêssegos ou alperces secos partidos aos pedaços
  • 1 colher de sopa de passas de uva ou arandos
  • 3 maçãs pequenas ácidas
  • 1 dúzia de castanhas
  • 1 cebola
  • 1 fio de azeite
  • 1 colher de sopa de mel
  • sal aromatizado q.b. da Casa do Sal da Figueira da Foz

Preparação:

Coloque os frutos secos partidos numa taça e regue com o vinho doce para hidratarem.

Entretanto abra o lombo de porco de forma a poder recheá-lo.

Leve 3 colheres de sopa de azeite ao lume e acrescente a cebola picada deixando cozinhar a cebola até parecer caramelizada. Junte-lhe os frutos secos partidos e deixe cozinhar por cerca de 5 minutos, reservando o vinho que sobrar.

Recheia-se a carne com este preparado, e fecha-se atando bem com cordel de cozinha. Barra-se o lombo com azeite e tempera-se com o sal aromatizado, põe-se num tabuleiro juntamente com as maçãs descascadas e partidas ao meio e as castanhas e rega-se com o vinho que sobrou de hidratar os frutos secos.

Vai ao forno previamente aquecido a 200º durante cerca de uma hora ou mais consoante o tipo de forno.

Vai-se virando de vez em quando, se começar a querer tostar demais cobre-se com papel de alumínio. Quando faltar cerca de 15 minutos para o final da cozedura, retiram-se as castanhas e as maçãs para um prato e rega-se a carne com uma ou duas colheres de sopa de mel, voltando ao forno para incorporar o molho.

 

Notas: 

Na receita original não leva nem o mel nem o vinho na assadura, e os frutos são hidratados em brandy, enquanto eu optei por usar um cálice de hypocras, de que ainda tenho uma reserva.

Servi com as castanhas, as maçãs assadas e um pouco de esparregado.

À parte das bagas gogi a que não achei piada nenhuma o resultado é muito bom.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38

Carqueja e Coelho

por Moira, em 31.10.09

A minha colega B. foi a Trás-os-Montes e trouxe-me flor de carqueja, e eu para além de beber o chá utilizei-o para cozinhar, o resultado foi surpreendente.

A carqueja é um pequeno arbusto aromático, com flores amarelo torrado e cujas folhas têm propriedades medicinais, em Portugal cresce espontaneamente em terrenos secos.

A carqueja também é largamente conhecida na América Latina, nomeadamente no Brasil e no Perú.

Coelho com Chá de Flor de Carqueja

Ingredientes:

  • 1 coelho partido aos pedaços
  • 2 copos de chá de flor de carqueja
  • 1 cebola picada
  • 1 folha de louro
  • 2 piri-piri (usei os que a Neide me trouxe e que ainda nem fotografei)
  • 1 fio de azeite
  • sal aromatizado q.b. da Casa do Sal da Figueira da Foz

Preparação:

Aloure o coelho num fio de azeite, adicione a cebola bem picada, a folha de louro e o chá de flor de carqueja, tempere com o sal aromatixado e o piri-piri e deixe cozinhar até a carne ficar macia, se necessário adicione um pouco de água ou mais chá.

Se usar a panela de pressão são cerca de 20 minutos.

Sirva acompanhado de espinafres salteados em azeite e alho e arroz ou puré de batata.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:18


WOOK - www.wook.pt


Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D