Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Zás, Trás, Pás e a sobremesa está feita

por Moira, em 12.07.17

Verão, calor e uma sobremesa fresquinha que se come sem culpas e que se faz num abrir e fechar de olhos.

Pudim de Iogurte, Pêssego e Gelatina

Pudim de Iogurte e Pêssego

Ingredientes: 

  • 1 pacote de gelatina de pêssego (de laranja também fica bem)
  • 1 lata grande de pêssegos em calda
  • 4 iogurtes naturais
  • Pêssego fresco e folhas de hortelã para decorar

Preparação:

Escorra a calda do pêssego para sentro de um tacho e leve ao lume. Assim que levantar fervura, desligue o lume e adicione a gelatina. Mexa para dissolver e reserve.

Num copo misturador coloque os iogurtes e o pêssego em conserva e triture até ficar um puré.Adicione a gelatina, mexa de novo para misturar e coloque numa forma, numa taça grande ou em tacinhas e leve ao frio para solidificar, cerca de 4 a 5 horas ou de um dia para o outro.

Na altura de servir, decore com cubinhos de pêssego e folhinhas de hortelã.

Nota: Pode triturar os pêssegos com o iogurte num copo de batidos, na Bimby ou no copo com a varinha mágica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:52

Fácil, Fresco e Pouco Calórico

por Moira, em 17.08.15

Este é daqueles doces que se faz de olhos fechados e com uma perna às costas, não acreditam? Então experimentem!

Pudim de Pêssego - IMG_8350

Pudim de Pêssego, Manga e Iogurte

Ingredientes:

  • 1 lata grande de pêssegos em calda (820g)
  • 4 iogurtes naturais (500 g ao todo)
  • 1 pacote de gelatina de pêssego e manga (90g)
  • 1 lata pequena de polpa de manga

Preparação:

Escorra a calda para um tacho e leve ao lume. Quando ferver, apagar o lume, juntar a gelatina e mexer com uma colher até dissolver a gelatina.

Guardar 3 meios êssegos para decorar o doce e triturar os restantes com os iogurtes.

Adicionar a gelatina mexer bem e deitar numa taça ou numa forma de plástico própria para pudins com fundo amovível.

Deixar solidificar e refrescar durante pelo menos 6 horas no frigorífico.

Desenformar para um prato ou servir na taça, decorado com o restante pêssego fatiado e a polpa de manga.

Notas:

Esta é uma sobremesa pouco doce, pelo que talvez não seja do agrado dos muito gulosos.

Quem quiser fazer com fruta natural as medidas são de 350 ml de líquido e 350 g de fruta descascada e sem caroço.

Receita publicada numa edição antiga da revista Saberes e Sabores que já faço há tantos anos que já está mais que decorada, nem sei porque nunca tinha aqui vindo parar.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:47

Um Bolo Especial para uma Pessoa Especial

por Moira, em 06.06.11

Portuguesa a viver na Suécia, raramente festeja o seu aniversário por estar longe da família, mas este ano será diferente porque a Ana convidou toda a blogosfera a confeccionar um bolo.

Quando vi o desafio que a Ana nos propunha, foi este o bolo que me veio de imediato à cabeça,  não por ser o bolo dos aniversários cá de casa, nem por ser o bolo da família, mas porque este bolo tem toda uma história por trás que tem a ver com o relacionamento possível entre pessoas que não se conhecem a não ser através dos blogs. Vi-o pela primeira vez há exactamente três anos atrás, num mês de Maio num blog norueguês que entretanto acabou e nunca mais saiu da minha memória. 

A receita estava em norueguês mas isso não foi problema, os meus parcos conhecimentos de alemão foram suficientes para entender a essência da receita, mas havia um ingrediente que não consegui traduzir. Escrevi à Catherine, a dona do blog que prontamente me ajudou enviando-me a receita em inglês, mas que por qualquer razão ficou perdida entre as centenas, senão milhares de receitas que gostava de fazer um dia.

Comprei a fécula de batata há uns dias atrás numa viagem relâmpago que fiz ao Porto para estar com uma amiga que conheci exactamente por causa do blog e acabei por conhecer outras tantas que me receberam com um enorme carinho e que me mostraram um Porto diferente daquele que eu guardava na minha memória.

Por tudo isso este bolo acaba por ser um bolo especial porque tem na sua essência, a amizade e o intercâmbio entre blogs, assim dedico-o não só à Anasbagueri, como também à Catherine pela sua gentileza e a todos os que me acompanham ao longo dos anos e que são cada vez mais.

Bolo de Frutos Secos com Natas e Pêssegos em Calda

Ingredientes:

Para o bolo:

  • 4 ovos
  • 160 g de açúcar
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 2 colheres de sopa de fécula de batata
  • 100 g de amêndoas
  • 100 g de nozes

Para a guarnição:

  • 1 lata de pêssegos em calda
  • 150 g de doce de pêssego
  • 4 dl de natas
  • 4 colheres de sopa de açúcar

Preparação:

Picar as nozes e as amêndoas num robot de cozinha. Na Bimby são 4 segundos velocidade 7.

Bater os ovos com o açucar até dobrarem de volume, cerca de 15 minutos com uma batedeira, adicionar a fécula de batata com o fermento em pó envolvendo com cuidado por fim juntar os frutos secos triturados misturando com uma espátula.

Vai ao forno cerca de 30 minutos, a 180º C, em forma forrada no fundo com papel vegetal, untada e enfarinhada. Deixar arrefecer o bolo, cortá-lo ao meio e rechear.

Bater as natas até dobrarem de volume, juntar o açúcar, reservar metade das natas batidas, à outra parte juntar o doce de pêssego e colocar sobre a base do bolo, colocar a outra parte por cima, barrar com as restantes natas batidas e decorar com os pêssegos em calda.

 

Nota: Se quiser pode embeber o bolo com a calda do pêssego.

A Fécula de Batata comprei na loja A Vida Portuguesa, mas há à venda em quase todas as mercearias.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:45

Viva o Verão !

por Moira, em 22.06.09

Duas das receitas mais pesquisadas neste blog são o Bolo de Maçã em primeiro lugar, cuja receita não é minha, mas quem provou diz que é o melhor bolo de maçã de sempre, e como fazer sangria em segundo lugar mas a caminho de destronar o bolo.

Hoje não há fotos mas há mais uma receita de sangria, apenas porque está muito calor e sabe tão bem...

 

Sangria de Pêssego e Espumante

Ingredientes:

  • 4 a 6 pêssegos maduros
  • 2 laranjas
  • 2 garrafas de espumante bem geladas (usei moscato da Gancia, mas pode ser champanhe ou cava)
  • 1 garrafa de gasosa (de litro e meio) bem gelada
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 3 ou 4 folhas de hortelã (facultativo, eu não costumo pôr porque não aprecio o sabor)

Preparação:

Descascar os pêssegos e cortá-los aos pedaços.

Lavar as laranjas e cortá-las (com a casca) às rodelas não muito grossas e depois em quartos.

Adicionar o açúcar e reservar no frigorifico por umas duas horas.

Na altura de servir adicionar o espumante e a gasosa, se não estiver suficientemente gelado adicionar gelo.

 

Nota: Se quiser uma sangria fraca, tipo refresco, pôr uma garrafa de espumante para uma de gasosa.

Como já expliquei anteriormente, não é necessária uma grande misturada de bebidas alcoólicas para fazer uma boa sangria.

Para outras receitas de sangria neste blog, aceder à Tag sangria, no separador das Tags que está no topo do blog.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00

Doces e Compotas

por Moira, em 15.09.08

Para que não restem dúvidas e porque me têm perguntado, eu faço quase todos os doces no micro-ondas, a técnica é idêntica para todos eles, excepto para o doce de abóbora gila que para além de muito trabalhoso, deve seguir regras muito específicas e por isso é sempre feito no fogão.

A preparação dos doces no micro-ondas tem um "senão", é que não dá para fazer grandes quantidades, assim se quer utilizar um quilo ou mais de fruta, faça o doce da forma tradicional.

Doce de Pêssego e Alperce 

Utilizando 300 ou 400 gramas de fruta dá para matar a saudade de um doce caseiro, só que feito com mais rapidez e rende um frasco médio ou dois pequenos de doce.

A imaginação não tem limites, por isso dêem asas à imaginação... 

Notas importantes:

Utilizar um pirex largo e fundo e nunca utilizar mais que 1/3 da capacidade do recipiente, para o doce não sair por fora durante a cozedura.

Não utilizar recipientes de plástico, durante a cozedura o ponto do açúcar pode derreter o recipiente.

A duração da cozedura no micro-ondas para uma quantidade de 300 a 400 g varia entre 15 e 20 minutos consoante a potência do seu aparelho e deve mexer o doce com uma colher de pau de cinco em cinco minutos, para que a cozedura seja uniforme.

Utilizar a mesma quantidade de fruta que de açúcar, se quer reduzir algum açúcar em 300 ou 400 g de fruta nunca deverá reduzir mais que 100 g, não se esqueça que este doce não leva conservantes e que se reduzir no açúcar ele vai ganhar bolor no final da primeira semana.

Para saber se o doce está no ponto certo, tire uma colher de doce para um prato e deixe arrefecer, para ver se está na consistência certa. Quando o doce acaba de fazer a sua consistência ainda é um pouco líquida, mas ao arrefecer torna-se mais denso.

Espero ter esclarecido todas as vossas dúvidas, no entanto podem sempre deixar comentários ou enviar e-mails.

Doce de Pêssego e Alperce

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:36


WOOK - www.wook.pt


Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D