Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os Bolinhos da minha Mãe

por Moira, em 09.03.16

Estes são, para mim, os melhores bolinhos do mundo, feitos pela minha mãe há anos sempre da mesma forma e com a mesma dose de paciência, não são exageradamente doces e são plenos de boas memórias, fazendo as delícias de quem os come e de quem os molda.

Lembro-me de, criança pequena que mal chegava à mesa, subir para uma cadeira e passar horas a moldar pequenas formas imaginárias, como quem molda plasticina, num faz e desmancha até obter o boneco perfeito. De tanto faz e desfaz, a massa começava a ficar peganhenta, mas quem se importava?

Das mãozinhas pequenas saiam, flores e bichos diversos, argolas, torcidos e tudo o mais que nos passasse pela cabeça.

A minha mãe sossegava e tinha-nos sossegadas durante o tempo que demoravam a moldar aqueles pequenos bolinhos que depois de ir ao forno apareciam douradinhos e ficavam a repousar sobre a rede em filinha até serem guardados em caixas de lata. 

A festa terminava no lanche com um copo de leite que deixava bigodes e um pratinho de bolinhos acabados de fazer.

Bolinhos IMG_9624

Bolinhos da Minha Mãe

Ingredientes:

500 g de farinha de trigo

500 g de farinha de trigo com fermento

300 g de manteiga

300 g de açúcar

4 ovos médios

raspa de 1 limão

1 colher de sobremesa de canela

Preparação:

Amassar tudo e deixar repousar durante cerca de 1 a 2 horas.

Ligar o forno a 180º.

Moldar pequenos biscoitos, com o formato que entender, podem ser bolinhas, torcidos, argolas, como os que estão na foto ou pequenos bonecos conforme a inspiração do artista e levar ao forno quente, em tabuleiros untados ou apenas forrados com papel vegetal, durante cerca de 10 minutos ou até estarem ligeiramente dourados.

Cuidado para não cozer demais pois os biscoitos endurecem depois de frios.

Duram cerca de 1 mês desde que guardados em caixas herméticas, isto se conseguir resistir-lhes tanto tempo.

Nota: Se depois de misturar os ingredientes a massa não estiver moldável sem se agarrar às mãos, polvilhe com um pouco de farinha e misture de novo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:46

O poder desengordurante do limão

por Moira, em 16.04.15

Isto parece uma frase publicitária para vender detergente da loiça, mas não é.

Os limões são deliciosos em limonadas e outras coisas mais, mas também são um óptimo aliado das limpezas.

Saiba onde e como usar os limões que nesta altura do ano aparecem com fartura.

Outro dia, em conversa com uma colega, dei-me conta de que lavo o micro-ondas sem detergente, sem qualquer esforço e cheguei à conclusão de quem nem todos o fazem da mesma forma, pelo que decidi partilhar algo que não tem a ver com culinária.

Cá em casa utilizo o micro-ondas apenas para aquecer o leite pela manhã, a sopa às refeições e por vezes para fazer pequenas quantidades de compota ou marmeladas.

Mas claro, que mesmo que não lhe dê muito uso, é sempre necessário fazer uma limpeza de quando em vez ou sempre que se justifique, para isso coloque uma taça de pirex com 2 chávenas de água e um limão cortado às rodelas. Ligue o micro-ondas na potência máxima durante 5 minutos. Quando terminar deixe lá dentro a taça por cerca de 5 a 10 minutos sem abrir a porta para não sairem os vapores, ao fim desse tempo retire a taça, passe uma esponja limpa em todo o micro-ondas, seque com papel absorvente e já está.

O aparelho fica com um cheirinho agradável e completamente desengordurado sem que para isso tenha tido que usar detergentes.

Não é uma ideia magnífica?

Outras coisas onde pode usar o limão:

  • Eliminar cheiros do frigorífico, basta deixar um limão aberto ao meio de um dia para o outro para absorver qualquer cheiro.
  • Limpar, eliminar odores e desinfectar as tábuas de cozinha: esfregar a tábua com meio limão de modo a espalhar o sumo por toda a superfície da tábua, polvilhá-la de sal grosso, esperar 15 minutos e voltar a esfregar com o meio limão por cima do sal e em toda a superficie. Depois é só passar por água corrente, limpar e arrumar.
  • Eliminar odores da máquina de lavar loiça, colocar 1 limão cortado ao meio dentro da máquina vazia, fazer um ciclo de enxaguamento e já está.
  • E por fim, saiba que, se tiver limões a mais, pode congelar o sumo em couvetes para usar mais tarde em limonadas ou em sorvetes. A raspa também pode ser congelada para usar posteriormente.

Esta informação foi útil? Comente, partilhe e se souber de mais algum uso do limão diga-me se posso acrescentá-lo aqui à lista.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:08

O que fazes se a vida te der limões?

por Moira, em 06.06.14

Aproveitando o mote lançado esta semana pela Royal para o lançamento da nova gelatina de limão, e o desafio que a Mariana me fez na sequência de um comentário sobre este bolo de limoncello e nozes, fui resgatar uma receita que por razões desconhecidas estava na gaveta completamente esquecida.

A primeira vez que provei Limoncello foi numa viagem a Itália e gostei tanto que passou a ser uma das bebidas residentes lá de casa, mas sempre de compra.

Há cerca de um ano atrás, numa visita relâmpago ao Porto, a minha amiga Ameixinha, deu-me a provar "este xarope" como ela lhe chama, numa tarde que foi plena de animação, não sei bem se pela companhia, se pelo efeito do Limoncello.

Por isso se a vida nos dá limões, nós fazemos Limoncello.

Limoncello

Ingredientes:

  • 8 limões biológicos
  • 750 ml de vodka
  • 2 1/4 chávena de açúcar branco
  • 2 1/2 chávena de água

Preparação:

Descasque os limões de modo a ficar apenas com a parte amarela da casca e coloque-as num frasco com metade da vodka. Feche o frasco e deixe em infusão por duas semanas dentro do frigorifico.
Passadas duas semanas, misture o açúcar com a água e leve ao lume mexendo sempre até que o açúcar se dissolva (mais ou menos 5 minutos). Deixe arrefecer completamente e junte a restante vodka e a mistura de limão que estava no frigorifico. Tape e guarde de novo no frigorífico por mais duas semanas.
Passado esse tempo deite fora as cascas de limão, coe o limoncello e guarde numa garrafa.

Sirva bem gelado em copos pequenos.

Notas:  Pode usar o limoncello na preparação de receitas como este bolo ou esta panna cotta, ambas do blog Receitas para a Felicidade da Mariana.

A parte branca da casca do limão vai amargar o licor por isso convém descascar o limão com uma faca bem afiada, de forma a excluir toda a parte branca.

Com o sumo dos limões pode fazer limonada, temperar carnes e peixes, ou congelar para usar posteriormente. Eu costumo fazer limonada adicionando um cubo de sumo de limão congelado a um copo com água. É prático e assim nada se desperdiça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:54

Erva Cidreira e Limão

por Moira, em 23.04.14

Eu devia beber água, por muitas e variadas razões, diz que é bom para hidratar e purificar, mas sou pouco amiga do precioso líquido, pelo menos para beber.

Por isso opto por dar-lhe sabores, sendo que assim já não é nenhum sacrifício beber água.

Deixo-vos uma boa sugestão.

Infusão de Erva Cidreira e Limão

Infusão de Erva Cidreira e Limão

Ingredientes:

  • 1 punhado de Erva Cidreira fresca
  • 1 litro de água
  • 1 limão pequeno
  • gelo q.b. (opcional)
  • 1 colher de chá de mel (opcional)

Preparação:

Enxagúe a erva-cidreira. Leve meio litro de água ao lume, quando ferver apague o fogão e junte a erva cidreira, deixe de Infusão por cerca de 10 a 15 minutos, coe e reserve até estar frio.

Lave o limão, corte-o em rodelas finas e coloque-o em infusão com a restante água.

Quando a infusão de erva cidreira esfriar, adicione à água com limão, coloque num jarro e leve ao frigorífico para refrigerar.

Se gostar pode adoçar com uma colher de mel. Sirva decorado com folhinhas de erva-cidreira e gelo.

Nota: Se não tiver erva-cidreira fresca pode fazer com a seca. Eu gosto desta infusão sem qualquer tipo de adoçante, mas pode adoçar a gosto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:07

com hortelã e limão

por Moira, em 09.05.12

Que venham, o calor e as temperaturas altas, que por aqui já estamos prevenidos com hortelã e limão.

Infusão de Hortelã e Limão

Ingredientes:

  • 1 litro de água
  • 5 ou 6 pés de hortelã
  • sumo de meio limão
  • açúcar para adoçar (facultativo)
  • limão e hortelã para decorar

Preparação:

Aquecer a água, quando ferver adicionar a hortelã lavada, deixar levantar fervura e desligar.

Deixar arrefecer, coar, adicionar o sumo de limão e o açúcar (se usar) e levar ao frio para refrescar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:12


WOOK - www.wook.pt




tertulianos em linha

Insira o seu endereço de e-mail:

Entregue por FeedBurner




Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram


Follow Me on Pinterest



World Bread Day

World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D