Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Porque adoro favas

por Moira, em 20.04.13

A primavera, para além de ter trazido o tão desejado sol, trouxe também as favas e qualquer uma destas coisas me deixa feliz.

E porque a época das favas dura tão pouco tempo eu tento aproveitá-la ao máximo.

Habitualmente faço-as guisadas com chouriços, um dos pratos preferidos do meu marido, mas também vou experimentando coisas novas, como esta salada que vos trago hoje e que foi inspirada pela Salada de Bacalhau com Favas da Gisela. Como cá em casa, não costumo ter bacalhau, resolvi experimentar com atum, que também é uma daquelas coisas que como 4 ou 5 vezes ao ano.

Salada de Favas com Atum - 1 pessoa

Ingredientes:

  • 150 g de favas descascadas (2 vezes)
  • 1 lata de atum em azeite (das pequenas)
  • 1 ovo cozido
  • 1 colher de sopa de cebola nova picada
  • 1 colher de sopa de salsa picada
  • azeite e vinagre a gosto

Preparação:

Colocar um tacho com água ao lume, quando começar a ferver juntar as favas, temperar com sal e contar 5 minutos depois de levantar fervura, retirar de imediato da água e deixar arrefecer. É muito importante respeitar o tempo de cozedura, pois mais tempo de cozedura iria transformar as favas em puré, uma vez que são completamente descascadas.

Numa tigela misturar as favas com o atum, temperar com azeite e vinagre e decorar com o ovo cozido, se gostar polvilhe com cebola e salsa picada.

Nota: Se preferir pode usar as favas com casca, já que dá algum trabalho descascar as favas duas vezes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

Mais Favas

por Moira, em 04.06.12

Eu sei que nem todos gostam de favas, mas estamos na época delas e cá em casa gostamos muito, por isso hoje trago-vos uma receita bem simples mas que é de alguma forma tradicional por estas paragens e não há tasca lisboeta ou casa de fados que se preze que não tenha no seu cardápio uma salada de favas.

Salada de Favas

Ingredientes:

  • 250 g de favas descascadas
  • 1 ou 2 dentes de alho picados
  • coentros picados a gosto
  • azeite e vinagre q.b.

Preparação:

Cozem-se as favas, tendo o cuidado de não as desfazer.

Escorrem-se as favas e polvilham-se com o alho e os coentros picados

Temperam-se com azeite e vinagre a gosto e reservam-se por uma a duas horas.

Serve-se frio.

 

Nota: Pode comer-se assim simples ou como acompanhamento

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:24

Verde Ervilha

por Moira, em 13.01.11

Esta é uma sopa que povoa as minhas memórias desde há muitos anos a esta parte e hoje num ataque de nostalgia resolvi que o meu jantar seria verde ervilha salpicado de pequeninos pedaços de presunto cozido.

E porque continuo de poucas palavras deixo-vos a receita.

Creme de Ervilhas com Presunto

Ingredientes:

  • 1 cebola bem grande
  • 1 batata média
  • 1 chávena de ervilhas
  • 1 pedaço de presunto
  • 1 fio de azeite
  • 1 colher de sopa de coentros picados
  • sal q.b.
  • a ponta de um colher de café com bicarbonato de sódio

Preparação:

Cozer a cebola com a batata e o presunto, quando a batata estiver quase cozida acrescente as ervilhas, os coentros e o bicarbonato de sódio.

Tempere com sal, pouco porque o presunto já é salgado e uma ou duas colheres de sopa de azeite.

Quando tudo estiver cozido retire o presunto e triture a sopa.

Pique o presunto e sirva sobre a sopa quente.

Notas: O bicarbonato serve para manter o verde das ervilhas e dos coentros, senão acaba por ficar com uma cor acastanhada. Em vez da batata também pode usar courgette.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:52

Um Grande Dilema e mais Favas

por Moira, em 28.04.10

E se de repente o marido disser que vai jantar sushi com os amigos. O que fazer para o Jantar?

Sei que a maioria responderá que come qualquer coisa e já está.

Como para mim qualquer coisa, não é nada resolvi fazer umas favas guisadas, e já está.

Depois da sopa ainda sobraram favas, eram tão fresquinhas que seria um crime congelá-las, e como a temporada é curta, porque não aproveitá-la, é assim que vamos de novo à fava enquanto a ervilha não chega.

Da receita não há muito a dizer, quem a faz como ninguém é a minha sogra, por isso telefonei-lhe e pedi instruções e ela explicou-me tudo, tim tim por tim tim. O segredo, é não pôr água nenhuma, mas se quiseres podes refrescar com uns borrifos de vinho branco, as favas cozem com o vapor e a gordura das carnes. Ah! E não te esqueças, muitos coentros.

E quantidades? Ao que me responde: Tu vês mais ou menos, pões uma camadinha de favas depois de chouriços, como é só para os dois (pensava ela) não vale a pena pores entrecosto, e acabas com uma última camadinha de favas.

Lá fui lampeira para a cozinha enquanto ele saia para o sushi sem sonhar o que seria  o meu jantar.

Favas Guisadas com Chouriço

Coloquei um tacho de ferro ao lume, deitei-lhe um fio de azeite, uma cebola, um dente de alho picado e uns pedaços de bacon, deixei refogar um pouco, enquanto cortava um pouco de chouriço de carne e uma moira (chouriço próprio para as favas).

Depois borrifei com o vinho branco, não chegou a um cálice, coloquei tudo em camadas conforme recomendado, um pouco de sal e alguns coentros picados, coloquei a tampa e deixei o fogão no mínimo.

De vez em quando e resistindo estoicamente a não abrir a tampa para não deixar sair o vapor pegava nas asas da panela e balançava-a de modo a que os sabores se misturassem, não sei exactamente quanto tempo passou, perdi-me a ler um livro sobre o pão em Portugal, quando voltei à cozinha mais uma vez pareceu-me ouvir um som estranho vindo do fundo do tacho, sinal que algo poderia não estar a correr bem, as favas ainda não estavam completamente cozidas e o fundo estava a começar a pegar, fugi da tentação de pôr água, ou qualquer outro líquido, desliguei o lume, voltei a pôr a tampa, abafei o tacho com uma toalha e voltei para a sala descansada.

Preparei a máquina fotográfica e vinte minutos depois regressei para fotografar e jantar.

Posso dizer-vos que foi uma aventura, cozinhar sem água parecia-me impossível, mas no final, que mais posso dizer-vos senão que valeu a pena? Foi mais ou menos como ter ficado o ano todo à espera da mulher da fava rica.

 

Notas: Fazer coisas a olho dá sempre muito mais do que imaginamos, claro que sobraram favas com chouriço para amanhã, e de certeza que estarão muito melhores como acontece com todos os guisados.

Como referência, posso dizer que usei cerca de 700 g de favas, 100 g de bacon, 1 moira, 1/2 chouriço, duas colheres de sopa de azeite, uma cebola média e um dente de alho, o sal claro, é a gosto não esquecendo que quer o bacon, quer os chouriços já são salgados.

Estas quantidades dão para 2 a 3 pessoas, conforme sejam mais ou menos comilões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:37

Serão Favas Contadas?

por Moira, em 26.04.10

Expressões "como vai à fava", "são favas contadas" ou "até vir a mulher da fava rica" são comuns entre os Lisboetas e um pouco por todo o país, todas elas têm uma conotação positiva, e mesmo apesar de muitos não gostarem de favas, elas são uma das leguminosas mais apreciadas desde a antiguidade até aos dias de hoje.

"São favas contadas" diz-se de algo que já está ganho, "Vai à fava" ao contrário do que parece não é negativo, a expressão completa é "Vai à fava enquanto a ervilha não chega" o que significa sem sombra para dúvidas: aproveita enquanto é tempo!

Já "até vir a mulher da fava rica" é uma das minha favoritas, por estar associada às histórias da minha avó, que apesar de não ser Lisboeta, viveu a maior parte da sua vida em Lisboa, foi ela que me contou a maioria das histórias de Lisboa que ainda consigo guardar na memória.

No início do século passado um dos muitos pregões que ecoavam pelas ruas de Lisboa era "Olhaaaa a fava-ricaaaaaaaaaaa!"

Fava rica era a fava que depois de seca era cozida e refogada em azeite, alho e pimenta. Era apregoada e vendida pelas ruas de Lisboa e ao que parece era um petisco muito apreciado que tanto podia servir de base de uma sopa como a que hoje vos trago ou ser simplesmente servido com uma fatia de pão saloio.

O mais curioso para mim nesta sopa, que é a sopa de fava da minha mãe, é que ela sempre a fez assim e não gosta de favas.

Sopa Aveludada de Favas (para 2 pessoas)

Ingredientes:

  • 1 cebola grande
  • 1 dente de alho
  • 1 batata pequena (opcional)
  • 1 cenoura
  • 2 chávenas de favas descascadas
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 1 colher de sopa de coentros picados

Preparação:

Leve um tacho ao lume com todos os ingredientes descascados e cortados em pedacinhos, excepto os coentros, tempera-se com sal e uma colher de sopa de azeite, quanto estiver cozido tritura-se, polvilha-se com os coentros picados e serve-se quente.

 

Nota Importante: Tem que se descascar a fava e depois retirar a película que envolve a fava em si, caso contrário a sopa não ficará aveludada e terá uma cor castanha. Habitualmente descasco para a sopa as favas que se apresentam com um "olho" preto cuja casca é mais rija conforme foto acima. Também pode adicionar à sopa no final umas tirinhas de bacon frito ou pão torrado, eu prefiro assim simples só com coentros.

Para quem estiver interessado a tigela e o prato de barro são de Reguengos de Monsaraz, Alentejo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:31


WOOK - www.wook.pt


Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D