Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Depois das Cerejas vêm os Morangos

por Moira, em 27.05.11

Foi graças ao Clafoutis do post anterior que  ouvi falar pela primeira vez de Christophe Felder, e foi graças a ele que eu descobri esta compota de morango tão original quanto saborosa.

A compota foi feita ontem à noite, as fotos hoje de manhã, ainda meio ensonada saboreei as torradas na perspectiva de um dia muito mais doce.

É um óptimo acompanhamento para torradas, scones, crepes ou uma simples fatia de pão de ló.

Compota de Morango com Laranja e Coentros

Ingredientes:

  • 350 g de morangos lavados e sem pé
  • 200 g de açúcar
  • casca de meia laranja pequena
  • sumo de meia laranja pequena
  • 1 pitada de sementes de coentros em pó (a ponta de uma colher de café)
  • 3 folhas de coentros

Preparação:

Colocar todos os ingredientes num tacho, excepto as folhas de coentros, e deixar macerar por um par de horas.

Ao fim desse tempo levar ao lume e quando levantar fervura baixar o lume e deixar fervilhar por cerca de meia hora, ou até o doce atingir o ponto desejado. Deve retirar a espuma que se vai formando ao de cima do tacho.

Antes de apagar o lume acrescente as folhinhas de coentros e mexa para aromatizar. Não esquecer de escaldar o frasco onde vai guardar o doce e tapá-lo de imediato.

Notas: A receita está no site do Christophe Felder, e as minha alterações foram diminutas, usei coentros em pó em vez das sementes partidas, e coloquei a casca da laranja em vez da raspa.

Não caia na tentação de acrescentar mais coentros frescos, esta quantidade nota-se bem no sabor final, se o fizer vai ter um doce só a saber a coentros e não a morangos. 

Esta quantidade dá para um frasquinho de compota.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:43

Aqui não há Corações Cor-de-Rosa

por Moira, em 08.02.11

Aqui não há corações cor-de-rosa, nem ursos com ar lamechas, aqui não há Valentine's Day porque eu sou contra este conceito que se criou à volta do dia de S. Valentim, que só serve para miúdos e graúdos gastarem dinheiro em presentes tolos e sem qualquer utilidade.

Eu adoro a liberdade de namorar quando eu quiser e onde quiser, sem hora nem dia marcado, é assim que deve ser, namorar sempre, cada dia, todos os dias, se possível eternamente.

Não gastem dinheiro em presentes tolos, um olhar, uma palavra, um sorriso, um beijo, têm muito mais significado que um coração cor de rosa nas mãos de um urso lamechas made in Taiwan.

Posto isto passemos à receita que vos trago hoje. Codornizes!

É dos bichos menos fotogénicos que conheço, a par com os restantes primos da família das aves, também sei que já consegui fazer melhor, tenho por aí algumas codornizes mais fotogénicas que estas, agora compreendo porque os fotografos profissionais lambuzam as aves com uma misturada de parafinas que os deixam com ar bronzeado e apetitoso.

Por aqui a mesa estava posta, tinha um amigo por cá a jantar e não podia deixá-lo esfomeado enquanto eu circulava com a câmara à volta da mesa. Soube depois que ele não comia codornizes há mais de vinte anos, acredito que depois destas não esperará tanto tempo para as provar de novo, quanto mais não seja aqui por casa.

Codornizes em Molho de Maçã, Moscatel e Nozes

Ingredientes:

  • 6 codornizes
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 1 cebola pequena
  • 2 maçãs reinetas
  • 6 nozes
  • 1 copo de vinho moscatel
  • 1 copo de água
  • sal e pimenta q.b.
  • 1 colher de chá de tomilho limão (usei Tomilho Limão das Ervas da Zoé)

Preparação:

Alourar as codornizes no azeite, virando-as até terem uma cor uniforme, temperar com sal e pimenta de moinho, adicionar a cebola picada e juntar o vinho moscatel. Descascar e cortar as maçãs às fatias ou aos cubos e adicionar, bem como as nozes e o tomilho, deixar cozinhar tapado em lume brando por uns 20 a 30 minutos. Se o molho começar a secar adicionar um copo de água.

 

Servi com arroz de espinafres (receita de um folheto do P. Doce).

Arroz de Espinafres

Ingredientes:

  • 1 cebola pequena
  • 200 g de arroz agulha
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 5 dl de água
  • 1 pitada de sal
  • 200 g de folhas de espinafres

Preparação:

Colocar a cebola picada no tacho juntamente com o azeite e o arroz e deixe fritar, adicione a água a ferver e o sal, mexa com uma colher e deixe cozinhar 12 minutos com o tacho tapado. Junte as folhas de espinafres, misture e retire do lume. Deixe o tacho tapado 2 a 3 minutos antes de servir.

 

Nota: As receitas de hoje são para 3 pessoas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:09

Mais Peixe

por Moira, em 28.06.10

Diz-se que cada  um faz a cama em que se deita... Não foi este o caso. 

A cama em que estes robalos se deitaram foi feita por mim com cores apelativas como convém a um prato que se quer saboroso.

E como este blog andava muito carnívoro ando agora a tentar redimir-se de tamanho pecado, e graças mais uma vez à minha cunhadita temos de novo um belo peixinho fresco no forno e de novo o recurso às aromáticas Ervas de Provença vindas directamente da "Caracolândia".

Robalos no Forno em Cama de Legumes

Ingredientes:

  • 2 robalos pequenos
  • 1 alho francês
  • 2 a 3 cenouras
  • 1 colher de sopa de coentros picados
  • sal q.b.
  • 6 fatias de bacon
  • 1 colher de café de Ervas de Provença

Preparação:

Lavar os robalos, pôr-lhes sal e reservar por uma meia hora.

Entretanto lavar e cortar o alho francês e as cenouras às rodelas.

Num tabuleiro que possa ir ao forno barrar com azeite e colocar os legumes.

Retirar o excesso de sal do peixe, embrulhá-lo com as fatias de bacon e colocá-lo por cima dos legumes.

Como o peixe e o bacon já têm sal o ideal é não pôr sal nenhum nos legumes, senão vão ficar salgados.

Levar ao forno quente por cerca de 30 a 40 minutos conforme o forno e servir com arroz branco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:08

M de Desafio

por Moira, em 24.06.10

M de Moira, M de Morangos, M de Mozarela, M de Manjericão M de Mel...

Já sabem do que estou a falar não é?

É isso mesmo, do desafio Culinário do Delícias e Talentos que este mês nos pede para cozinharmos com ingredientes começados por M.

Foi difícil escolher e depois de ter feito uma lista com alimentos começados por M e sem que nada me ocorresse, resolvi que o melhor era fazer como a minha avó e consultar o frigorifico, foi o que fiz e tinha pelo menos 2 ingredientes, morangos e mozarela, depois foi pôr os neurónios a funcionar e o resultado foi uma bela entrada, para quem já esteja a torcer o nariz ao ver esta mistura, o meu conselho é que experimentem pois o resultado é surpreendente.

Pela minha parte, missão cumprida, a receita contempla quatro M's, nem nunca me passou pela cabeça que conseguiria juntar tantos.

Morangos com Mozarela

Ingredientes:

  • 1 mozarela de Búfala
  • 10 morangos
  • folhas de manjericão
  • 1 fio de azeite
  • 2 colheres de chá de mel líquido
  • 1 colher de chá de Vinagre de Jerez
  • sal e pimenta moída no momento

Preparação:

Escorrer o mozarela e cortá-lo ao meio no sentido do comprimento e depois às fatias, lavar os morangos e colocar meio morango por cima de cada fatia de mozarela, temperar com sal e pimenta moída no momento, regar com o mel previamente misturado com o vinagre de Jerez, decorar com o manjericão e regar com um fio de azeite.

Servir como entrada.

 

Notas: Para quem não sabe o mozarela de búfala é um queijo que vem dentro de um saco com soro, está normalmente nos corredores de frescos. O vinagre que utilizei é de Jerez mas pode ser utilizado outro tipo de vinagre.

A receita foi ligeiramente adaptada do site da Vaqueiro.

 

Para quem gostou desta sugestão proponho também a Salada de Espargos com Morangos e Abacate.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:21

Javali? Por Toutatis!

por Moira, em 02.06.10

Quando penso em javali é inevitável não me lembrar de uma dupla famosa da BD, Astérix e Obélix que fizeram parte das minhas leituras de infância e cujo final das histórias era sempre um enorme jantar ao ar livre com javali assado. 

Não é fácil, nem sei se será possível encontrar javali à venda, felizmente tenho a sorte de ter amigos transmontanos que de vez em quando me presenteiam com mimos como este, uma perna de Javali, que por ser novo e tenro era perfeito para assar no forno.

Esta é uma carne que só como uma a duas vezes por ano, na maioria das vezes feita em casa, embora já o tenha comido num Restaurante em Bragança, que se chama exactamente O Javali, e onde o fazem na perfeição.

Mas se o javali veio de Trás-os-Montes, o Azeite Aromatizado veio da Casa do Sal da Figueira da Foz que para além do sal tem também uns azeites aromatizados excepcionais, desta vez usei o picante, que deixa apenas um leve travo a piri-piri mesmo ao meu gosto que não sou amante de picantes e por último, o ramo de cheiros veio do Algarve, foi oferta da minha colega de trabalho, que se reformou recentemente, obrigada Helena, as tuas ervinhas serviram para temperar o Javali na perfeição e nem sei o que vos diga, as ervinhas do campo têm um sabor divino e estas não foram excepção.

Javali Assado no Forno

Ingredientes:

  • 1 perna de javali novo (+/- 1 Kg)
  • 4 dentes de alho
  • 1 cebola pequena
  • 1 raminho de alecrim
  • 2 folhas de louro
  • 1 raminho de tomilho
  • 1 colher de chá de grãos de pimenta preta
  • 3 colheres de sopa de azeite aromatizado picante da Casa do Sal da Figueira da Foz
  • 1 colher de sobremesa de colorau
  • 1 copo de vinho branco
  • sal q.b.

Preparação:

Limpar a perna do javali retirando todas as peles.

Esmagar os alhos com o sal e o colorau, misturar o azeite e barrar a carne com essa mistura, colocar num recipiente que se possa fechar, colocar os restantes ingredientes e guardar no frigorifico com pelo menos um dia de antecedência para a carne tomar o sabor da vinha de alhos. Esta carne foi temperada na 6ª feira à noite para cozinhar no domingo à tardinha, todos os dias ia virando a carne para ela tomar o sabor por igual.

Colocar a carne num tabuleiro, regar com a marinada e levar ao forno uma hora e meia em forno médio virando a carne duas ou três vezes e tomando atenção para que não fique completamente sem molho, se isso acontecer acrescente um pouco de água.

 

Notas:

Pode acompanhar com legumes salteados e batatinhas assadas ou simples à laia de petisco, servido frio e fatiado bem fino que foi o que fizemos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:27

Páscoa Feliz !

por Moira, em 03.04.10

Para muitos são dias santos, no verdadeiro sentido da palavra, para outros são uns santos dias de descanso.

Para ambos os meus votos de uma Páscoa Feliz !

Bolachas de Alecrim e Limão

Ingredientes:

  • 4 colheres de sopa de manteiga amolecida
  • 4 colheres de sopa de açúcar
  • raspa de 1 limão
  • 4 colheres de sopa do sumo de limão
  • 1 gema de ovo
  • 200g de farinha
  • 2 colheres de chá de alecrim fresco picadinho
  • corantes alimentares algumas gotas

Preparação:

Bater a manteiga com o açúcar até formar um creme.
Juntar a raspa de 1 limão, o sumo e a gema de ovo. 

Amassar tudo, juntamente com a farinha e o alecrim picado.
Dividir a massa em três ou quatro porções e adicionar umas gotas de corante alimentar apenas o suficiente para um colorido esbatido.
Fazer uma bola com cada uma das massas, embrulhar em película aderente e levar o frigorífico por meia hora.

Estender a massa, cortar com um corta bolachas e levar ao forno cerca de 8 minutos a 180º com ventilação.

Para quem estiver interessado foi aplicado um filtro nas fotos para que tenham o aspecto de uma pintura a óleo sobre tela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:14


WOOK - www.wook.pt Velocidade Colher - Entre Tachos e Bimby de Susana Gomes	Da Horta para a Mesa de Cláudia S. Villax - www.wook.pt




tertulianos em linha

Insira o seu endereço de e-mail:

Entregue por FeedBurner




Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram


Follow Me on Pinterest




 








World Bread Day

World Bread Day 2013 - 8th edition! Bake loaf of bread on October 16 and blog about it!

World Bread Day

World Bread Day 2012 - After Hours Party


World Bread Day

Participações de anos anteriores

World Bread Day 2012 - Roundup Bake Bread for World Bread Day 2011 World Bread Day 2010 - Roundup World Bread Day 2009 - Yes we baked. - Roundup


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D