Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Compota de Castanha e Casca de Laranja

por Moira, em 23.11.16

Isto está muito bom!

Foram as palavras que acompanhadas de um sorriso definiram este creme de castanha com casca de laranja. 

A inspiração para este doce vem de outras paragens, mais precisamente de uma aldeia muito pequena, cujo nome não me lembro, nos arredores de St. Lary no coração dos Pirinéus Franceses. Duma pequena quinta com venda de produtos artesanais trouxe há alguns anos uma compota de castanha com casca de laranja que me ficou na memória. Por cá procurei algo igual ou parecido, mas sem sucesso, pelo que resolvi experimentar recriá-la com as memórias que me deixou.

Esta é a receita escolhida para comemorar o 9º aniversário do Blog, bem como para participar no ingrediente do mês promovido pela Marta.

Compota de Castanha - IMG_3004

Compota de Castanha e Casca de Laranja

Ingredientes:

  • 400 g de castanha cozida
  • 250 g de açúcar
  • 150 ml de sumo de laranja coado
  • 1 colher de sopa de casca de laranja biológica cortada em Juliana muito fina (em alternativa pode ser raspa)

Preparação:

Coloque o sumo, a casca de laranja e o açúcar num tacho e leve ao lume. Deixe ferver por 5 minutos em lume brando.

Esmague as castanhas com um garfo, ou se preferir um puré liso passe-as pelo passe-vite, ou triture num robot de cozinha.

Adicione o puré de castanha à calda de açúcar e deixe cozinhar por 15 a 20 minutos mexendo sempre para não pegar. Caso prefira uma compota menos espessa, adicione umas colherzinhas de água, mas pouco de cada vez.

Coloque em frascos esterilizados e quentes, tape e guarde no frigorífico depois de arrefecer. Como o teor de açúcar é baixo, esta compota não se conserva muito tempo, mas se fizer em maior quantidade pode sempre congelar um pouco.

Notas:

Como cozer as castanhas?

Eu faço assim:

Primeiro lavam-se para retirar impurezas e por vezes alguma terra.

Depois com uma faca corta-se a casca que tem uma cor diferente no topo da castanha e colocam-se num tacho com água fria uma colher de chá de canela em pó e outra de erva doce também em pó.

Vai ao lume e deixam-se cozinhar por mais ou menos 20 minutos.

O que fazer com compota ou creme de castanha?

Eu gosto dele nas torradas de pão de centeio, mas também pode ser usado para rechear, azevias, bolos ou tortas. Melhor que tudo é que dá para comer à colher e acreditem que é difícil parar.

Ah! E desconfio, que também deve dar para fazer bombons, mas isso é uma coisa que ainda vamos ter que experimentar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:45

Fácil, Fresco e Pouco Calórico

por Moira, em 17.08.15

Este é daqueles doces que se faz de olhos fechados e com uma perna às costas, não acreditam? Então experimentem!

Pudim de Pêssego - IMG_8350

Pudim de Pêssego, Manga e Iogurte

Ingredientes:

  • 1 lata grande de pêssegos em calda (820g)
  • 4 iogurtes naturais (500 g ao todo)
  • 1 pacote de gelatina de pêssego e manga (90g)
  • 1 lata pequena de polpa de manga

Preparação:

Escorra a calda para um tacho e leve ao lume. Quando ferver, apagar o lume, juntar a gelatina e mexer com uma colher até dissolver a gelatina.

Guardar 3 meios êssegos para decorar o doce e triturar os restantes com os iogurtes.

Adicionar a gelatina mexer bem e deitar numa taça ou numa forma de plástico própria para pudins com fundo amovível.

Deixar solidificar e refrescar durante pelo menos 6 horas no frigorífico.

Desenformar para um prato ou servir na taça, decorado com o restante pêssego fatiado e a polpa de manga.

Notas:

Esta é uma sobremesa pouco doce, pelo que talvez não seja do agrado dos muito gulosos.

Quem quiser fazer com fruta natural as medidas são de 350 ml de líquido e 350 g de fruta descascada e sem caroço.

Receita publicada numa edição antiga da revista Saberes e Sabores que já faço há tantos anos que já está mais que decorada, nem sei porque nunca tinha aqui vindo parar.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:47


WOOK - www.wook.pt


Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D