Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Arroz de Pato

por Moira, em 20.06.13

Durante anos eu não comi pato, embirrava com o cheiro ou com o sabor ou com ambos, mais tarde percebi que o que detestava era o cheiro e o sabor da gordura do pato.

Retiradas todas as gorduras visíveis e cozinhado o bicho de forma apropriada, descobri uma carne cujo sabor afinal era bem agradável.

Arroz de Pato

Ingredientes:

  • 1 pato com miudezas (guardei os peitos para outra receita)
  • 500 ml de vinho branco de boa qualidade
  • 500 ml de água
  • 1 colher de sopa de mistura de pimentas em grão
  • 4 cravinhos
  • 1 colher de chá de pimentão doce
  • 2 dentes de alho
  • 1 folha de louro
  • sal q.b.

Para o arroz

  • 1 chávena de arroz (basmati por ser o meu preferido)
  • 2 chávenas de caldo coado da cozedura do pato
  • 2 colheres de sopa de bacon picado muito miúdinho
  • 1 cebola picada
  • 1 dente de alho picado
  • chouriço fatiado q.b.

Preparação:

Começar por cortar o pato, (guardei os peitos com pele para outra receita) retirando todas as peles e gorduras visíveis ao pato restante.

Temperá-lo com sal, e pô-lo a marinar juntamente com o alho fatiado, o vinho e as especiarias por cerca de 2 horas.

Cozer o pato juntamente com a marinada a que entretanto se acrescentou a água.

Quando o pato estiver macio retirar para uma travessa para arrefecer e poder desfiar. Reservar o caldo para fazer o arroz.

Desfiar o pato, picar as miudezas e reservar.

Entretanto fazer um refogado com a cebola picada e 2 colheres de sopa de azeite, adicionar o bacon picado e deixar alourar.

Juntar o arroz, acrescentar o caldo e deixar cozer o arroz.

Untar um tabuleiro que possa ir ao forno, cobrir o fundo com metade do arroz, deitar por cima o pato desfiado e as miudezas picadas e cobrir com o restante arroz. Decorar com rodelas de chouriço e levar ao forno por cerca de 15 minutos. Servir quente.

Nota: Costumo comprar o pato inteiro porque sai mais barato e guardo o magret para fazer assim, assim ou assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:51

mais simples era impossível

por Moira, em 06.07.12

Esta receita foi feita e fotografada faz tempo, mas estava tão bem guardada que quase me esqueci dela, por isso antes que se perca da minha memória deixo-vos aqui uma das minhas receitas de pato preferidas e que para além do tempo de espera, não dá trabalho nenhum.

Pato Confitado

Pato Confitado

Ingredientes:

Preparação:

Limpar o pato, temperar com sal aromatizado e deixar tomar de sal durante uma hora, depois secá-lo com papel absorvente, colocar o pato num tacho de ferro, colocar o ramo de tomilho e regar com o azeite até cobrir completamente o pato e colocar no forno a 120º durante 2 horas no forno.

Servir com batatinha assada e esparregado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:49

Pato em Espumante

por Moira, em 04.01.11

Esta receita foi-me dada por uma colega de trabalho há uns dois anos atrás e nem sei porque ainda não a tinha experimentado, como noutro dia me sobrou um pouco de espumante lembrei-me de o aproveitar para esta receita, que foi um pouco alterada da original, pois o pato era cozido em champanhe colocando os ingredientes todos ao mesmo tempo no tacho, eu preferi selar o pato como de costume e só depois adicionei os restantes ingredientes.

É um prato de sabor agradável e adequado para um jantar mais requintado.

Acompanhámos o jantar com um tinto da Adega das Mouras de Arraiolos, um Moira's Reserva 2008, das castas Trincadeira e Alicante Bouchet que a mim, pelo menos, me pareceu perfeito.

Pato com Espumante

Ingredientes:

  • 2 peitos de pato
  • sal e pimenta em grão
  • 1 colher de sobremesa de molho de soja
  • 2 cravinhos
  • 1 copo de espumante
  • 2 cebolas pequenas
  • maisena (facultativo)

Preparação:

Dê uns golpes a formar losangos na pele do pato e coloque-os numa frigideira quente com a pele virada para baixo, deixe tostar a pele e volte-os para selar a carne do outro lado. Retire-os da frigideira e reserve. Deite as cebolas cortadas em gomos na gordura do pato e deixe alourar ligeiramente, se vir que tem demasiada gordura deite fora metade deixando apenas o suficiente para alourar a cebola.

Volte a colocar o pato na frigideira, tempere com sal, pimenta e dois cravinhos, regue com o espumante e o molho de soja e deixe cozinhar tapado, em lume brando até estar cozido. Retire a carne do tacho e reserve em local quente.

Retire os cravinhos, triture o molho com a varinha mágica e engrosse-o com a maisena se necessário (eu não engrossei).

Corte a carne em fatias ponha num prato de servir e regue com o molho, sirva com castanhas salteadas e esparregado de bróculos.

 

Para fazer o esparregado de brócolos, aproveitei umas sobras de brócolos cozidos, numa frigideira coloquei uma colher de sopa de azeite com um dente de alho bem picado, levei ao lume, quando o azeite aqueceu juntei os brócolos esmagados com um garfo, deixei aquecer e requei com uma colher de sopa de vinagre e engrossei com uma colher de café de maisena dissolvida num pouco de água.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:07

Era uma vez um Pato

por Moira, em 29.03.10

No fim de semana a minha cozinha ficou por mãos alheias, mas muito bem entregue, a cozinheira de serviço foi a minha cunhada mais nova que nos presenteou entre outras coisas com um belo pato assado.

A receita é simples e o resultado gostoso, o que dá mais trabalho é trinchar o pato que deve ser cortado em lascas bem fininhas.

Essa tarefa, como sempre, é do meu cunhado que o trinchou mas como sempre ouvi dizer a pressa é inimiga da perfeição e como ele estava com pressa para ir ver o jogo do "glorioso" o pato não ficou tão bem cortado como de costume, mas vá lá tem desculpa, em dia de futebol ter um homem na cozinha é quase impossível, só se for para ir buscar cerveja, se é que me entendem.

 

Pato Assado com Mel

Ingredientes:

  • 1 pato
  • 2 colheres de sopa de óleo
  • 1/2 l de vinho branco
  • 1 colher de sopa de gengibre em pó
  • 1 colher de sopa de mel
  • 1 colher de sopa de molho de soja
  • sal e pimenta q.b.

Preparação:

Limpa-se o pato de todas as penugens e esfrega-se com sal e pimenta, deixa-se assim por uma hora.

Num Tacho largo coloca-se o óleo e aloura-se o pato por todos os lados, depois adiciona-se o vinho branco e o gengibre em pó, e deixa-se cozer até epaporar completamente o líquido, vai-se voltado o pato de vez em quando.

Liga-se o forno a 180º e quando estiver quente coloca-se o pato no forno, em cima de uma grelha com um tabuleiro por baixo para apanhar a gosdura que vai caindo, vai-se voltando o pato de vez em quando até ficar bem tostadinho. Quase no final pincela-se o pato com o mel misturado com o molho de soja e volta-se mais uma vez ou duas para ficar bem sequinho e com a pele crocante.

Tira-se para fora, deixa-se arrefecer um pouco antes de trinchar.

 

Entretanto não resisto a mostrar-vos o novo habitante em casa da minha cunhada, tem pouco mais de 30 cm e é irresistível, não há como não o encher de mimos. Chama-se Simba como o Rei Leão e vai ser uma "fera", afinal de contas já rosna aos cortinados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:35

Magret de Pato com Moscatel do Douro e Doce de Arando

por Moira, em 04.03.09

Às vezes apetece-me comer umas coisitas mais sofisticadas, embora habitualmente sejamos só dois à mesa isso não é nenhum impeditivo. O Magret de Pato, nome pomposo para o peito de pato é um alimento que no meu universo culinário está associado a requinte.

No entanto, eu não era grande apreciadora de pato, até ao dia que resolvi ser eu a confeccioná-lo, agora é presença constante na minha mesa e quase sempre acabo fazendo as receitas que vêm no verso das embalagens ou no site da Coren,  digo-vos, são espectaculares.

Desta vez segui a receita do magret de pato com molho de framboesas, embora delas nem o cheiro, em vez do doce de framboesa utilizei o doce de arandos do IKEA que se revelou muito agradável.

Magret de Pato com Moscatel do Douro e Doce de Arando

Ingredientes:

  • 2 peitos de pato com pele
  • 2 colheres de sopa de doce de arando
  • 2 copos de vinho moscatel (usei moscatel do Douro mas pode ser outro)
  • sal e pimenta q.b.

Preparação:

Faça uns cortes em forma de losango na pele do pato e ponha-o numa frigideira previamente aquecida com a pele para baixo.

Entretanto levar o vinho com o doce ao lume mexendo bem para formar um molho uniforme.

Virar o pato, só para alourar ligeiramente, escorrer a gordura que se formou, voltar a virar a pele para baixo, temperar com sal e pimenta e adicionar o molho de vinho, deixar cozinhar por mais uns minutos, ou conforme o gosto, se preferir bem passado, como é o meu caso, deixei cozinhar por mais uns dez a quinze minutos. Servi com puré de maçã e batata frita.

 

Para o Puré de Maçã, levar um tacho ao lume com dois copos de água, duas maçãs reinetas descascadas e cortadas em quartos e uma colherzinha de açúcar. Deixar cozinhar até que se desfaçam, ou caso necessário moer um pouco e adicionar uma colherzinha de manteiga.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:10


WOOK - www.wook.pt


Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D