Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Diz que é da Costa Rica

por Moira, em 15.06.15

Esta receita encontrei-a no livro das 100 mais famosas receitas do mundo, é um livro antigo e cheio de falhas, talvez por uma tradução menos boa, mas que apesar de tudo tem algumas receitas que nos deixam a babar. Diz que é da Costa Rica e não sei porque nunca a fiz antes, talvez porque na época não seria fácil encontar coco fresco por cá, ou por ter achado que era muito elaborada.

Fi-la para o aniversário de uma amiga e foi muito elogiado, não é um bolo muito trabalhoso, de facto o que dá mais trabalho é partir e ralar o coco, por isso deixo aqui a receita para quem o quiser experimentar.

Bolo de Coco Fresco - IMG_7923

Bolo de Coco Fresco da Costa Rica

Ingredientes:

Para a Massa:

  • 6 ovos
  • 120 g de farinha
  • 100 g de coco fresco ralado
  • 100 g de farinha de trigo
  • 100 g de bolachas raladas (usei Digesta da Artiach)

Para o Recheio:

  • 3 ovos
  • 400 ml de leite de coco (usei light)
  • 150 g de açúcar
  • 45 g de maisena (amido de milho)

Preparação:

Da Massa

Bater as claras em castelo firme e adicionar metade do açúcar.

Bater as gemas com o restante açúcar, adicionar o coco ralado, a farinha e a bolacha ralada, alternando com um pouco de claras batidas. Por fim adicionar as restantes claras batidas e envolver.

Levar ao forno quente a 180º, em forma untada e enfarinhada por cerca de 30 minutos, ou até o bolo estar cozido.

Deixar arrefecer completamente antes de o cortar ao meio para rechear.

Do recheio

Bater os ovos com o açúcar até duplicar de volume, adicionar a maisena e mexer para envolver. Levar o leite de coco ao lume até começar a ferver.

Adicionar o leite de coco quente aos ovos, pouco a pouco e mexendo sempre. Levar de novo ao lume mexendo sempre até engrossar. Retirar do lume, colocar numa taça e tapar com película aderente em contacto com o creme para não criar nata. Deixar arrefecer completamente antes de rechear o bolo.

Montagem do bolo

Cortar o bolo ao meio e rechear com dois terços do creme, colocar o restante creme por cima do bolo e cobrir com o coco fresco ralado.

Notas: 1 coco de tamanho médio é suficiente para toda a receita. Se quiser pode substituir o coco fresco por coco seco ralado, mas o sabor a coco ficará muito mais acentuado, já que o coco fresco, para além da textura aveludada tem um sabor mais suave.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:11


WOOK - www.wook.pt


9 comentários

De Ana Rita Gomes a 25.06.2015 às 17:04

Adoro o blog, apenas não sigo porque não consigo, mas está nos meus favoritos!

http://www.petisconamesa.com/

De Moira a 25.06.2015 às 17:45

Olá Ana,
Obrigada pela visita e pelo comentário. Se quiser pode seguir o blog através da página do FB https://www.facebook.com/TertuliasdaMoira ou do Pinterest https://www.pinterest.com/manuelacruz/

De Maria João a 16.06.2015 às 09:13

Também tenho esse livro. Era da minha mãe, mas tenho a mesma opinião. A tradução é uma desgraça... Esse bolo convenceu-me! Tem um aspecto divino!

De Moira a 16.06.2015 às 14:08

Olá Maria João,
Do bolo original omiti a calda, por achar que não havia necessidade de mais açúcar. Quanto às outras receitas realmente tem alguns erros crassos, o que é uma pena. Na teoria o livro devia ser excepcional, mas basta uma má tradução para dar cabo de um bom trabalho. Ainda assim tenho pena de me desfazer dele :)
Beijinhos

De Marta Dionísio a 16.06.2015 às 00:03

Também tenho esse livro, e tenho exatamente a mesma opinião que tu sobre ele. O bolo parece delicioso sem dúvida. Onde vivo continua a ser difícil encontrar coco fresco... Uma das (poucas) desvantagens de viver no "campo" ;)
Beijinhos
Marta

De Moira a 16.06.2015 às 14:05

É verdade Marta, uma pena, tem ingredientes na elaboração que não constam da lista de ingredientes e outras cenas do género.
E do bolo português que lá vem, já tinhas ouvido falar? Eu não conheço.
Quanto ao coco fresco, nada que não se resolva numa das idas à cidade ;)
Beijinhos

De Marta Dionísio a 17.06.2015 às 23:05

Também não reconheço aquele bolo. Com tantas sobremesas que temos, já para não falar na riquíssima doçaria conventual, não me parece que aquele bolo de abóbora seja o nosso mais famoso...eu estou como tu, não conheço o "famoso".
Beijinhos

De Bárbara Clara Brito a 15.06.2015 às 22:24

Esse bolo ficou com um aspecto divinal.

Beijinhos,
Clarinha

http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/06/atum-e-cogumelos-bras.html

De Moira a 16.06.2015 às 12:59

Obrigada Clarinha!

Comentar post



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D