Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



As Filhoses da Minha Mãe

por Moira, em 07.01.18

No Dia de Reis costumo fazer Bolo Rainha, este ano resolvi fazer as filhoses da minha mãe, por várias razões.

A minha mãe, com 80 anos feitos, é uma excelente cozinheira, e como a maioria dos que sabem cozinhar bem faz quase tudo "a olho", sendo praticamente impossível obter uma receita. Este Natal resolvi ir para o pé dela com o pretexto de ajudar e não a deixei colocar nada no alguidar sem ser préviamente pesado, pelo que finalmente aprendi a fazer estas filhoses que são tradição na família desde tempos remontam pelo menos às minhas bisavós, materna e paterna.

E como a melhor forma de consolidar conhecimento é passar à prática, resolvi fazê-las para festejar o Dia de Reis e encerrar a quadra natalícia.

Mas vamos ao que importa, as filhoses da minha mãe. Apesar de redondas não são sonhos, são filhoses de abóbora, não levam ovos, nem açúcar na massa e são do tipo das que se fazem na Beira Litoral. ao longo dos anos sofreram ligeiras alterações introduzidas pela minha mãe que as começou a enriquecer, acrescentando frutos secos à massa. Se preferir as tradicionais basta não acrescentar os frutos.

Filhoses de Abóbora com Frutos Secos

Ingredientes:

1500 g de abóbora cozida com a casca de uma laranja

1000 g de farinha de trigo

sal q.b. para temperar a abóbora

1 cálice de boa aguardente (ou grappa italiana também serve)

1 saqueta de fermipan (11g de fermento granulado de padeiro)

1 caneca de frutos secos variados (passas de uva sem grainhas, pinhões, nozes, etc.)

Preparação:

De véspera cozer a abóbora com a casca de laranja e uma pitada de sal. Depois de cozida guardar alguma água (pode vir a ser necessária ou não), e colocar a abóbora e a casca de laranja num passador para escorrer a água. Isto é importante, porque se a abóbora for com muita água para a massa as quantidades dadas nesta receita já não resultam.

Na manhã seguinte triture a abóbora com a casca de laranja e coloque num alguidar ou numa taça bastante grande, não se esqueça que a massa vai levedar e dobrar de volume.

Adicione 1 cálice de boa aguardente, junte o fermento e aos poucos vá juntando a farinha e vá batendo até a massa começar a fazer bolhas, Quando isso acontecer, junte os frutos secos mexa mais um pouco. Tape o alguidar com um pano e tape-o com um cobertor por um bom par de horas, 2 a 3 horas até a massa dobrar de volume.

Ao fim desse tempo, coloque uma frigideira funda ao lume e deite óleo, de preferência novo, não vamos querer filhoses a saber a rissóis, batatas fritas ou pastéis de bacalhau, certo ?

Deixe o óleo aquecer bem, antes de começar a fritar colheradas de massa. Fritar a massa também tem segredos, se colocar grandes porções a massa vai ficar dourada por fora e crua por dentro, por isso e para não ter tentações o melhor é usar uma colher de sobremesa ou uma colher de sopa das pequenas. Vai retirando pequenas porções com uma colher e com outra ajuda a massa a cair da colher para dentro do óleo. A massa vai ao fundo e depois vem ao de cima, vá virando as filhoses de vez em quando para ficarem douradas por igual e fritas por dentro. Isto demora cerca de 8 a 10 minutos mais ou menos. Retire as filhoses do óleo, escorra-as bem em papel absorvente e passe-as por açúcar e canela.

 

Notas importantes:

Pode bater a massa à mão se isso lhe der prazer, mas depessa vai ficar cansada e uma batedeira normal, daquelas de bater as claras vai fazer exactamente o mesmo trabalho com menos esforço.

A massa deve ter a consistência da massa de um bolo, se ela começar a subir pelas varas da batedeira e a formar uma bola cá em cima, quer dizer que está demasiado espessa, a solução é acrescentar um bocadinho da água da cozedura que guardou, mas só umas colheradas de cada vez, para não ficar muito líquida.

Quanto à aguardente, tem de ser mesmo aguardente, nada de whisky, brandy, vodka ou outras bebidas do tipo porque o sabor nunca será o mesmo.

Quando fritar as primeiras filhoses, o meu conselho é que abra uma para ter a certeza que está cozida por dentro, assim é sempre mais fácil calcular o tempo para as restantes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:06


WOOK - www.wook.pt


5 comentários

De Anónimo a 09.01.2018 às 19:23

Adorei as filhoses da tua Mãe e pareceu-me que não são muito difíceis de confeccionar. Vou levar a receita para poder experimentar. Um beijinho da Bombom.

Comentar post



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D