Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


É tempo de Petiscos

por Moira, em 07.06.13

Final de tarde, uma cervejinha gelada e um petisquinho na mesa.

Os Santos estão aí, é tempo de petiscos, e a festa não tem que se fazer só com sardinha assada.

Afinal há quem não seja amigo de peixe e por aqui somos liberais, um dia não são dias, por isso trago-vos uns pezinhos de coentrada, receita da minha sogra que faz sempre um enorme sucesso quando aparece na mesa.

Pezinhos de Coentrada

Ingredientes:

  • 500 g de pezinhos e orelha de leitão
  • 2 dentes de alho
  • 1 folha de louro
  • 1 mão cheia de coentros picados
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 colher de chá de pimentão doce
  • sal q.b.
  • 1 copo de vinho
  • 1 pouco de água se necessário

Preparação:

Cozer os pezinhos com água e sal durante cerca de meia hora.

Num tacho colocar o azeite, o alho, o louro e o pimentão.

Adicionar os pezinhos escorridos , os coentros picados e o vinho branco e deixar fervilhar até o molho engrossar e apurar.

Se necessário ir adicionando um pouco de água.

Nota: Se gostar pode adicionar um pouco de picante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:45

Convidei para Jantar - Cidades do Mundo

por Moira, em 15.12.12

O tema deste novo convidei para jantar é um pouco diferente do habitual, em vez de personagens, teremos cidades ou países.

A minha escolha é de uma das minhas cidades preferidas e fica a pouco mais de 6 horas de distância de Lisboa.

Salamanca fica na província de Castela e Leão, é uma cidade cheia de monumentos que respiram história e tem uma universidade, que segundo creio, é das mais antigas universidades da Europa, senão a mais antiga.

Vale a pena percorrer ruas e ruelas, visitar as suas muitas igrejas e o Museu de Art Deco, e, por fim, recuperar forças numa das muitas esplanadas da Plaza Mayor que como todas as Plazas Mayores de Espanha tem um encanto muito especial.

E porque Espanha rima com tapas trouxe uma receita simples para servir com um queijo tipo Manchego, espero que gostem.

Queijo de Cabra Curado com Marmelo Salteado

Ingredientes:

  • Queijo Fatiado Gran Capitan
  • 1 marmelo
  • 1 colher de chá de margarina
  • 1 colher de sopa de passas de uva
  • 1 colher de sopa de mel
  • 2 cálices de madeira (ou outro vinho doce)

Preparação:

Descascar o marmelo e cortá-lo em cubinhos pequenos.

Alourar o marmelo na margarina, juntar as passas de uva, regar com o vinho da madeira e deixar cozinhar em lume brando, até o marmelo estar macio e o molho ter evaporado. Regar com o mel, mexer e servir quente ou frio com o queijo fatiado e um bom vinho, tinto de preferência.

 

Nota: Esta receita foi elaborada a pedido dos Queijos Gran Capitan que me enviaram uma embalagem de queijo fatiado para experimentar.

De sabor suave apesar da cura de três meses, tem a particularidade de já vir fatiado, poupando tempo quando a fome aperta e apetece algo rápido para petiscar.

 

Com esta receita participo na 9ª Edição do Convidei para Jantar, este mês alojado pela Marmita e iniciado pela Anasbageri.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:28

Cinco Anos de Sabores

por Moira, em 20.11.12

O Tertúlia está de parabéns, há cinco anos atrás, nesta mesma data eu escrevia o primeiro post de forma tímida.

Foram cinco anos de receitas, amizade e muita partilha

Queria ter feito um bolo bonito para partilhar convosco mas não tive oportunidade de o fazer, mas o Pedro Neves que parecia adivinhar que este ano não haveria festa, nem desafios, presenteou-me com uma imagem nova e novas funcionalidades.

Pela minha parte deixo-vos uns salgadinhos, sirvam-se à vontade.

Pastelinhos de Frango

Ingredientes:

Para a massa

  • 270 g de farinha
  • 140 g de margarina
  • 1/2 colher de chá de alho moído
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 3 a 4 colheres de sopa de caldo de galinha
  • 1 clara de ovo para pincelar
  • sementes de sésamos para decorar

Para o recheio

  • 1 frango pequeno
  • 1 alho francês
  • 2 ou 3 cenouras raladas
  • sal q.b.
  • 1 folha de louro
  • 1 colher de chá de sementes de coentros
  • 1 colher de chá de pimenta preta em grão
  • 1 fio de azeite
  • 2 cravinhos
  • 1 cebola pequena picada
  • 1 raminho de salsa
  • 2 colheres de sopa de farinha
  • 4 colheres de sopa de vinagre

Preparação:

Coloque a farinha, o alho, o sal e a margarina cortada aos cubinhos numa taça e trabalhe a massa rapidamente com a ponta dos dedos até ficar com o aspecto de areia molhada. Junte então aos poucos o caldo de galinha e trabalhe apenas o suficiente para ligar a massa. Forme com ela uma bola e reserve no frigorifico por pelo menos meia hora.

De véspera cozer o frango com a parte verde do alho francês, uma folha de louro, a pimenta, as sementes de coentros até estar tenrro.

Desfiar o frango, coar o caldo e reservar uma chávena de caldo.

Num tacho refogar a cebola, o alho françês e a cenoura ralada. Juntar a salsa picada, o frango desfiado e um pouco de caldo, mexer, polvilhar com a farinha e mexer de novo deixando cozinha um pouco. Quando a mistura estiver cremosa, deitar o vinagre, rectificar o sal e mexer de novo. Deixar arrefecer antes de usar.

Estender a massa sobre uma mesa polvilhada de farinha, cortar circulos, colocar uma colherzinha de recheio no meio, fechar a massa formando meias luas, pincelar com a clara de ovo e polvilhar com as sementes de sésamo.

Levar ao forno entre 20 a 30 minutos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:08

temperando com Bonsalt

por Moira, em 24.05.12

Chegou o calor e com ele a vontade de cirandar por aí, fazer caminhadas, dar um salto à praia ou dar apenas uma volta pelo jardim.

Aproveitar o bom tempo para actividades ao ar livre é uma forma de aliviar o stress do dia a dia e meio caminho andado para um estilo de vida mais saudável.

E por falar em saudável, este mês foi lançado um novo produto que o vai ajudar a ter uma alimentação mais saudável e o Tertúlia de Sabores foi convidado a experimentá-lo.

Chama-se Bonsalt e é um substituto do sal. Feito à base de cloreto de potássio, mantendo as características do sal marinho no que diz respeito ao sabor, mas não tem os seus efeitos nocivos quando consumido em excesso.

Pode ser consumido por qualquer pessoa, no entanto torna-se um benefício para as pessoas hipertensas, que habitualmente têm que consumir todos os seus alimentos completamente insossos, graças a ele é possível manter o sabor do sal na comida sem prejudicar a saúde, no entanto e porque há que ser cauteloso, se tiver problemas de saúde, deve aconselhar-se com o seu médico, que lhe dirá se pode ou não consumir este tipo de sal à base de cloreto de potássio.

Na minha opinião, é perfeito para saladas, uma vez que o seu aspecto é o de um vulgar sal de mesa refinado, contudo, torna-se mais difícil de dosear quando para temperar comida de tacho, no entanto nada que não se consiga superar com o tempo. Em Portugal o produto está à venda apenas em farmácias e parafarmácias.

Para experimentar o Bonsalt resolvi fazer estes bolinhos, óptimos para levar na lancheira para o trabalho ou para um picnic com os amigos.

Bolinhos de Atum, Milho e Azeitonas

Bolinhos de Atum, Milho e Azeitonas

Ingredientes:

  • 2 latas de atum em azeite
  • 1 copo de milho
  • 1 mão cheia de azeitonas
  • 2 ovos
  • 100 ml de azeite
  • 150 ml de leite
  • 250 g de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1 colher de chá de orégãos
  • 1 colher de café de Bonsalt

Preparação:

Ligar o forno a 180º.

Bater os ovos ligeiramente, juntar o leite e o azeite.

Adicionar a farinha, o sal, os orégãos e o fermento.

Por fim juntar o atum, o milho e as azeitonas e envolver na massa com uma colher de pau.

Levar ao forno em formas untadas e enfarinhadas, ou em forminhas de papel durante cerca de 25 minutos.

Consumir simples ou acompanhados por uma salada verde.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04

sempre a correr...

por Moira, em 13.03.12

Os dias têm passado numa correria pouco usual para mim, estou a atravessar uma época de grandes mudanças a nível profissional, tornando o tempo escasso para tudo o que gosto de fazer, pois chego a casa demasiado cansada e isso tem-se reflectido um pouco no Tertúlia.

Claro que cá por casa continuamos a comer, mas o que aparece na mesa são coisas simples e práticas, a maioria delas já publicadas aqui no blog, daí a minha ausência. Foi por isso que procurei nos arquivos alguma foto perdida de algo digno de registo e foi assim que apareceram estas Peras com Camembert e Pinhões.

Peras com Camembert

Peras com Camembert e Pinhões

Ingredientes:

  • queijo camembert
  • 2 peras descascadas e cortadas em oito partes
  • 1 colher de sopa de margarina
  • 50 ml de vinho da madeira
  • 1 colher de chá de alecrim fresco
  • 1 colher de sobremesa de vinagre balsâmico
  • 1 colher de sopa de mel
  • 2 colheres de sopa de pinhões

Preparação:

Numa frigideira coloque a margarina e aloure as peras de ambos os lados, regue com metade do vinho da madeira e deixe cozinhar em lume muito brando até estarem macias, se necessário adicione uma ou duas colheres de sopa de água, caso esteja muito seco.

Misture o restante vinho da madeira com o mel e o vinagre e leve ao lume para dissolver o mel.

Coloque as peras num prato que possa ir ao forno, polvilhe com o alecrim fresco e disponha por cima o queijo em fatias grossas, regue com o molho de mel e vinagre e coloque por cima os pinhões, leve ao forno quente por 10 a 15 minutos.

 

Receita inspirada nesta do Blog 220º com alto teor de ternura.

Notas: A receita original é confeccionada com conhaque e nozes, que eu resolvi trocar por outros ingredientes que tinha em casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:34


WOOK - www.wook.pt


Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D