Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A aventura da pasta de açúcar

por Moira, em 14.09.14

Quando recebi a pasta de açúcar da Vahiné a minha primeira reacção foi de pânico.

E agora?... O que é que eu vou fazer com isto?

Junto vinha uma folha com algumas instruções e sugestões engraçadas para decorar bolachas, mas na realidade não me senti motivada, não tenho crianças e fazer bolachas decoradas pareceu-me um trabalho inglório para fotografar e colocar no blog apenas "porque sim".

Os dias foram passando e cada vez que olhava para os pacotinhos da pasta de açúcar, dava voltas ao miolo, sem saber o que fazer com eles.

Faltava-me o motivo e também a vontade de meter mãos a um trabalho que eu adivinhava não ser tão fácil como parece.

Finalmente surgiu a oportunidade, o Afonso, filho de uma amiga de longa data, fez anos, como de costume o bolo estava a meu cargo e nada melhor que o aniversário de uma criança para fazer um bolo decorado com pasta de açúcar.

Pensei para comigo que não deveria ser dificil, afinal pasta de açúcar parece plasticina, mas deparei-me com um mundo (o dos bolos decorados) que não é o meu, com trabalhos fantásticos de pessoas que se têm aperfeiçoado na técnica de moldar pasta de açúcar e recomecei a sentir-me insegura. Percebi que é um trabalho de muita paciência e que para ficar bem feito exige perfeição.

Enchi-me de coragem e com a ajuda da Olga, que me enviou links preciosos e da Vânia que respondeu à maioria das minhas dúvidas, lancei-me ao trabalho de moldar alguns bonecos que vi por aí e que adaptei ao meu gosto.

O resultado foi um bolo que, estando longe da perfeição, ficou mimoso e que, ultrapassados os medos, me deixou com o sentimento de missão cumprida.

Bolo de Iogurte com recheio de creme de pasteleiro e cobertura parcial de Pasta de Açúcar

Para o Bolo

  • 1 chávena de iogurte de baunilha (250 ml) ou outro iogurte a gosto
  • 5 ovos
  • 3 chávenas de açúcar
  • 3 chávenas de farinha de trigo
  • meia chávena de óleo de amendoim (125 ml)
  • 1 colher de sopa mal cheia de fermento em pó

Para o recheio

  • 4 gemas
  • 100 g de açúcar
  • 40 g de amido de milho
  • 500 ml de leite

Para a cobertura

Preparação:

Do Bolo

Bater as claras em castelo, adicionar aos poucos uma chávena de açúcar, bater mais um pouco e reservar.

Bater as gemas com 2 chávenas de açúcar, juntar o iogurte e o óleo intercalando com a farinha misturada com o fermento. Adicionar as claras batidas em castelo e envolver suavemente na massa.

Levar ao forno, aquecido a 180º, em forma untada e enfarinhada durante cerca de 30 minutos, ou até o mesmo estar cozido.

Desenformar para um prato e deixar arrefecer completamente.

Do recheio

Bater as gemas com o açúcar até duplicar de volume e só depois adicionar a maizena.

Levar o leite ao lume para aquecer sem deixar ferver.

Adicionar o leite quente às gemas, mexendo sempre para não encaroçar e levar ao lume para engrossar.

Deitar o preparado numa taça cobrir com película de cozinha, mesmo em cima do creme para não criar nata e deixar arrefecer completamente.

Da Cobertura

Estender a pasta de açúcar com a ajuda de um rolo da massa em cima de uma mesa ligeiramente polvilhada com açúcar em pó, recortar as figuras que pretende e reservar até à montagem do bolo. Para fazer as caras em rosa, usei um corta bolachas redondo, no caso da ovelha depois de cortar em círculo dei-lhe um formato oval. Com porções pequeninas de pasta preta e de pasta branca fiz pequenas bolinhas que depois de achatadas e sobrepostas formaram os olhos dos diversos bonecos. Todos os componentes dos bonecos, orelhas, chucha, gorro, narizes e olhos, a pasta de açúcar foi trabalhada como se estivesse a fazer bonecos de plasticina.

Montagem

Cortar o bolo ao meio e rechear com o creme, cobrir com a outra metade e barrar a superfície do bolo com geleia.

Juntar a pasta de açúcar branca com a azul e amassar até obter uma cor uniforme, estender a pasta de açúcar com o rolo da massa de forma a obter um círculo ligeiramente superior ao diâmetro do bolo. Coloque um pouco de papel vegetal sobre a pasta de açúcar e enrole-a no rolo para ajudar a colocar a pasta de açúcar sobre o bolo. Faça o remate da pasta de açúcar a toda a volta do bolo, como se fosse o remate de uma tarte, fazendo "ondinhas".

Coloque os bonecos de forma harmoniosa sobre a cobertura "et voilá"! Como os bonecos não estavam secos e estava imenso calor, colaram facilmente à massa, mas se estiverem mais secos a opção é usar clara de ovo para colar.

  

Algumas notas que poderão ser úteis a quem como eu nunca tinha trabalhado com pasta de açúcar:

Consoante o tipo de bonecos que vai usar na decoração do bolo, convém começar a fazê-los com uns dias de antecedência. No caso destes fi-los apenas na véspera e coloquei-os num prato entre duas camadas de film de cozinha para não secarem completamente.

Com o calor a pasta tende a ficar molengona e a querer colar-se a tudo pelo que fui colocando os bonecos num prato sobre film de cozinha, para poder fácilmente descolar sem os danificar.

Dos conselhos que me deram que me parecem importantes:

Nunca se guarda pasta de açúcar no frigorífico, pois seca e fica rija, deixando de se poder trabalhar.

O meu conselho pessoal:

Não entrem na aventura de cobrir um bolo com pasta de açúcar a pensar que se faz com uma perna às costas. Não é difícil, mas também não é assim tão simples pelo que o melhor é começar por bonecos simples e sem grande volume. Por exemplo: borboletas, flores, carros, comboios, ou caras de bonecos ou outros animais que sejam simples de executar.

Para dar textura à massa usei apenas a ponta de uma faca, não é necessário comprar uma parafernália de utensílios para quem não quer fazer disto profissão.

Encontrei um passo a passo aqui e informações sobre quantidades necessárias aqui.

 

E depois desta minha aventura com pasta de açúcar, quero expressar aqui a minha enorme admiração por quem faz disto trabalho, basta fazer uma breve pesquisa na net para perceber que há por aí gente cheia de talento de norte a sul do país com trabalhos muito bons e de uma enorme criatividade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:13

Fofa e enroladinha como deve ser

por Moira, em 22.06.14

O convite chegou da Mariana, para fazer alguma coisa com compota. Era coisa simples, mas à boa maneira portuguesa chego mesmo à última da hora, com uma Torta feita hoje de manhã para um piquenique que acabou por acontecer dentro de portas, culpa do S. Pedro que resolveu presentear-nos com uns belos aguaceiros mesmo à hora de almoço.

Quanto à foto foi feita a meias, se é que isso é possível! Obrigada Helena, pelo "know how", pela máquina, pela edição e por tudo o resto.

Torta com Geleia de Uva e Coco Ralado

Ingredientes:

Para a Torta

  • 6 ovos
  • 5 colheres de sopa rasas de açúcar
  • 1 colher de sopa rasa de açúcar baunilhado royal
  • 6 colheres de sopa rasas de farinha
  • 1 colher de chá de fermento em pó royal

Para o Recheio

  • 4 colheres de sopa de geleia de uva ou outra compota a gosto
  • 6 colheres de sopa de coco ralado

Preparação:

Bater os ovos com os açúcares até triplicar de volume (cerca de 10 minutos com a batedeira).

Adicionar a farinha e o fermento em pó e envolver cuidadosamente para não baixar a massa.

Levar ao forno quente a 180º em tabuleiro untado e enfarinhado, durante 10 minutos.

Desenformar quente, sobre um pano polvilhado com duas colheres de sopa de açúcar e uma de coco ralado.

Barrar com a geleia e o restante coco ralado e enrolar com a ajuda do pano.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:26

World Baking Day

por Moira, em 20.05.14

No dia em que se celebrou o World Baking Day, 18 de Maio de 2014, o meu computador entrou em greve de zelo, perdeu todas as ligações à rede, deixou de aceder à net, fiquei sem telefone e também sem paciência. Não entrei em desespero, mas estive lá perto, consegui enviar uma foto do meu bolo para a página do Tertúlia no Facebook através do telemóvel e fui fazer outras coisas não menos importantes.

Afinal a tecnologia tem destas coisas, e o mundo continua a girar de igual forma para quem não está na grande teia.

No dia em que se celebrou o World Baking Day eu fiz um bolo bonito, a família ficou feliz e isso é o que mais importa.

Bolo de amêndoa com pão ralado e cobertura de queijo quark e mirtilos

Ingredientes:

Para o Bolo

  • 25 g de tostas raladas (+/- 4 colheres de sopa)
  • 125 g de amêndoa moída (com ou sem pele conforme o gosto)
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 4 ovos grandes
  • 125 g de açúcar amarelo

Para a forma

  • 2 colheres de sopa de margarina vaqueiro líquida para untar
  • 2 a 3 colheres de sopa de pão ralado para polvilhar

Para a Cobertura

  • 50 g de queijo quark
  • 2o g de açúcar de açúcar baunilhado
  • 30 g de açúcar em pó

Preparação:

Ligar o forno nos 180º.

Misturar a amêndoa em pó, com as tostas raladas e o fermento em pó.

Bater os ovos com o açúcar até triplicar de volume (+/- 10 minutos com a batedeira).

Adicionar a mistura de amêndoa envolvendo cuidadosamente.

Deitar numa forma untada e polvilhada com pão ralado, alisar a superfície e levar ao forno durante 25 a 30 minutos ou até que um palito inserido no centro saia seco.

Entretanto misturar o queijo quark com os açúcares e colocar por cima do bolo apenas quando ele estiver completamente frio (senão derrete).

Decorar com fruta a gosto e folhinhas de hortelã

Notas: Este é um bolo pequeno, usei uma forma de 20 cm de diâmetro sem buraco. Para decorar usei 125g de mirtilos, folhas de hortelã e o primeiro morango da minha horta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:01

Que venha 2014 com saúde

por Moira, em 30.12.13

Este foi o bolo que escolhi para o 76º aniversário da minha mãe, a receita veio de uma revista francesa, que andava perdida cá por casa há anos, não sei como conseguiu passar despercebida tanto tempo, pois este bolo é divino. 

Que venha 2014, que nós cá o esperamos com muito chocolate e uma taça de champanhe.

Feliz Ano Novo a todos os que me acompanham e também aos que acabaram de chegar.

Bolo de Chocolate

Ingredientes:

Para o bolo:

  • 280 g de chocolate
  • 280 g de manteiga com sal
  • 200 g de açúcar
  • 8 gemas de ovo
  • 5 claras de ovo
  • 1 colher de sobremesa rasa de maizena
  • 1 colher de chá mal cheia de fermento em pó

Para a decoração:

  • 100 g de chocolate
  • 1 colher de sopa de açúcar em pó
  • folhas de chocolate
  • framboesas envoltas em chocolate

Preparação:

Do Bolo:

Ligar o forno nos 180º C

Derreter o chocolate com a manteiga em banho maria ou cerca de 1 minuto no micro ondas.

Bater as gemas com o açúcar até duplicarem de volume (cerca de 10 minutos)

Misturar bem o chocolate com a  manteiga e adicioná-lo às gemas.

Juntar a maizena e o fermento, e por fim as claras batidas em castelo.

Decoração:

Derreter o chocolate e pincelar uma dúzia de folhas de ginjeira, ou macieira, deixar solidificar no frio por uma ou duas horas, retirar as folhas e reservar.

Pincelar o restante chocolate numa folha de papel vegetal, deixar solidificar e raspar com uma faca para fazer raspas de chocolate.

Deixar arrefecer completamente o bolo, polvilhar com o açúcar, depois com as raspas de chocolate, decorar com as folhas de chocolate e por fim colocar as framboesas envoltas em chocolate no centro, ou em alternativa maltesers.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Queques 100% deliciosos

por Moira, em 20.10.13

O Lidl é um supermercado de origem alemã que de há 18 anos a esta data foi conquistando o coração dos portugueses. Desde sempre primou pela qualidade dos seus produtos e pelos preços praticados, tendo neste momento a decorrer a campanha frescura, onde dá a conhecer através dos media o seu compromisso com a qualidade, através de produtos frescos oriundos de produtores nacionais das mais diversas regiões do nosso país, nomeadamente ao nível da fruta e dos lacticínios, entre outros. 

Foi na sequência desta campanha que me fez chegar uma cesta com alguns dos seus melhores produtos de origem nacional, que me proporcionou pequenos almoços 100% saborosos. Os seus croissants são 100% irresistíveis e apesar de não ser novidade para mim, as suas framboesas são as mais frescas e saborosas do país.

Para agradecer tão simpática oferta preparei estes queques de citrinos, receita da Dorie, que me foi dada a conhecer pelo simpático grupo "Dorie às Sextas".

Queques de Laranja e Limão

Ingredientes:

  • 1/2 chávena de açúcar
  • raspas de 1 laranja
  • 2 chávenas de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1/4 de colher de chá de bicarbonato de sódio
  • uma pitada de sal
  • 1 chávena de sumo de laranja
  • 2 colheres de sopa de sumo de limão
  • 8 colheres de sopa de manteiga Milbona, derretida e quase fria
  • 2 ovos grandes
  • 3/4 de chávena de passas
  • sementes de papoila q.b. (opcional)
Preparação:
Pré-aquecer o forno a 180°.
Barrar 12 formas de queques ou forrar com forminhas de papel.
Numa tigela, misturar o açúcar com as raspas de laranja.
Misturar a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal.
Misturar os sumos de laranja e limão, a manteiga derretida e os ovos.
Despejar os ingredientes líquidos sobre os ingredientes secos e, com o batedor ou uma espátula de borracha, mexer para misturar, mas de forma rápida, tendo o cuidado de não mexer demais, (parar de mexer logo que tenha uma massa homogénea. 
Adicionar as passas de uva e verter a massa uniformemente pelas formas, se quiser pode polvilhar com sementes de papoila.
Levar ao forno por aproximadamente 15 a 20 minutos, conforme os fornos ou até que os topos fiquem douradas e inserindo um palito no centro dos bolinhos o mesmo saia limpo.
Deixar arrefecer por 5 a 10 minutos antes de retirar cada bolinho da forma, pois como são muito fofos, podem partir-se.
Nota: Este post teve o patrocínio de Lidl Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:02


WOOK - www.wook.pt


Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D