Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


World Bread Day 2016

por Moira, em 16.10.16

Neste dia Mundial da Alimentação e mais uma vez a convite da querida Zorra, pessoas do mundo inteiro juntam-se para fazer pão e celebrar assim o World Bread Day 2016.

O pão está presente nas mesas de todas as culturas mundiais e é indiscutivelmente a base da alimentação.

Para mim, fazê-lo, é um passe de mágica que me faz esquecer o mundo lá fora. Misturar os ingredientes, amassar, sentir a massa nas mãos, esperar a primeira levedação, voltar a amassar, dar-lhe forma, vê-lo de novo crescer, levar ao forno, ficar a admirá-lo enquanto cresce e sentir os aromas que se espalham pela casa, faz-me sentir o Goblin do Senhor dos Anéis. No final, ao tirá-lo do forno, fico a velá-lo atenta enquanto arrefece em cima da grelha. "My precious!"

Pão de Figos e Nozes - IMG_8668

Pão de Figos e Nozes

Ingredientes:

  • 600 g de farinha
  • 2 dl de leite
  • 100 g de açúcar mascavado
  • 1 colher de chá mal cheia de sal fino
  • 1 saqueta de fermento seco de padeiro (usei fermipan)
  • 100 g de manteiga amolecida
  • 3 ovos médios
  • 150 g de figos secos picados
  • 50 g de nozes picadas

Preparação:

Levar o leite ao lume para amornar com o açúcar, desligar o lume e mexer com uma colher até dissolver o açúcar.

Colocar a farinha numa taça grande e fazer um buraco no meio, deitar lá o leite adoçado e o fermento, misturar com um pouco de farinha e esperar uns 20 minutos ou até a mistura começar a formar bolhinhas. Juntar a manteiga e os ovos e amassar à mão ou com a batedeira com as pás próprias para pão até a massa se soltar das paredes da taça. Tapar com um pano e deixar levedar até quase duplicar de volume.

Polvilhar a mesa com um pouco de farinha e deitar por cima a massa estender com a mão para formar um rectângulo. Polvilhar a massa com os figos e as nozes picados e enrolar a massa como se fosse uma torta. Voltar a achatar a massa e voltar a enrolar de novo, mais duas vezes. Untar uma forma de bolo inglês comprida e colocar lá a massa. Tapar com um pano e deixar levedar de novo.

Quando o pão tiver levedado de novo levar ao forno quente a 200º C durante cerca de 30 minutos.

Fonte: Receita de Pães de Figo do livro Doce Tradição da Teleculinária, que tive que alterar ligeiramente por não ter ovos suficientes em casa.

 

Fig and Walnut bread

Ingredients:

  • 600 g flour
  • 2 dl of milk
  • 100 g brown sugar
  • 1 teaspoon bad full of fine salt
  • 1 sachet dried Baker's yeast (fermipan used)
  • 100 g softened butter
  • 3 medium eggs
  • 150 g of chopped dried figs
  • 50 g chopped walnuts

Preparation:

Warm the milk with the sugar, turn off the heat and stir with a spoon until the sugar is dissolved.

Put the flour into a large bowl and make a hole in the middle, pour the sweetened milk there and the yeast, mix with a little flour and wait about 20 minutes or until the mixture starts to form bubbles. Add butter and eggs and knead by hand or with an electric mixer with the paddle suitable for bread until the dough comes away from the walls of the bowl. Cover with a cloth and let rise until almost doubled in volume.

Sprinkle the table with a little flour and pour over the dough and stretch it by hand to form a rectangle. Sprinkle the dough with figs and walnuts stung and roll the dough as if it were a roll. Back to flatten the dough and rolling back again, twice more. Grease an Englishcake tin and put there the dough. Cover with a cloth and let rise again.

When the bread has risen put it in hot oven (200ºC) for about 30 minutes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:04

Infusões, manta e sofá

por Moira, em 14.10.16

Depois das primeiras chuvas de Outono, a garganta ressentiu-se e fiquei a infusões, manta e sofá.

Nada que um ou dois dias de ronha e bebidas quentes não cure.

E para quem quiser saber como preparar uma das minhas infusões preferidas, aqui fica a receita.

Infusão de Rooibos, Erva Príncipe e Gengibre - IMG_8660

Infusão de Rooibos, Erva Príncipe e Gengibre

Ingredientes:

  • 1 colher de sobremesa de rooibos (em alternativa pode ser uma saqueta)
  • 1 colher de sopa de folhas de erva príncipe fresca (em alternativa pode ser seca)
  • 1 cm de gengibre, descascado e cortado às rodelas
  • 1 litro de água

Preparação:

Leve a água ao lume e apague assim que começar a querer ferver.

Verta a água quente sobre os restantes ingredientes e deixe em infusão por cerca de 10 minutos.

Coe e sirva de imediato, simples ou se preferir pode adoçar com uma colherzinha de mel ou açúcar mascavado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:16

Infusão de Menta com Abacaxi

por Moira, em 30.09.16

Este Outono com sabor de Verão está a dar cabo de mim. Eu até gosto de calor, mas é para estar na praia ou para andar a passear. Não concordam comigo?

E como tempo quente pede bebidas frescas, deixo-vos esta sugestão:

Chá de Hortelã com ananás

Infusão de Menta com Abacaxi

Ingredientes:

1 l de água

2 colheres de sopa de folhas de hortelã secas

2 ou três raminhos de hortelã fresca

2 rodelas de abacaxi fresco e maduro

2 colheres de sopa de açúcar ou adoçante a gosto (facultativo)

Preparação:

Leve a água ao lume até começar a borbulhar, junte as folhas de hortelã secas, apague o lume e deixe em infusão durance 5  a 8 minutos. Coe o líquido e deixe arrefecer completamente.

Coloque o abacaxi cortado num jarro de vidro, junte 1 ou 2 colheres de sopa de açúcar e os raminhos de hortelã fresca e reserve.

Verta a infusão de hortelã sobre o abacaxi e sirva com cubos de gelo ou coloque no frio para refrescar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:56

Dois sabores em perfeita sintonia

por Moira, em 21.09.16

Se há conjugações de sabor perfeitas, esta é decerto uma delas: manga e erva príncipe.

Dois sabores em perfeita sintonia para uma sobremesa fresca e pouco doce que foi muito apreciada pelos meus colegas de trabalho por altura do meu aniversário.

A receita original está no Blog Three Fat Ladies da querida Pipoca.

IMG_2159 - Panna Cotta de Erva Príncipe

Panna Cotta de Erva Príncipe e Manga

Ingredientes:

  • 2 pacotes de natas (4 dl)
  • 4 dl de leite meio-gordo
  • 3 chávenas de iogurte grego
  • 120 g de açúcar
  • 2 colheres de sopa de folhas de erva príncipe
  • 8 folhas de gelatina incolor
  • 2 mangas maduras
  • 1 chávena de polpa de manga (opcional)

Preparação:

Levar ao lume um tacho com as natas, o leite, o açúcar e a erva-príncipe seca para chá. Quando levantar fervura, apague o lume e deixe repousar 10 a 15 minutos para que ganhe o aroma da erva-príncipe.

Coar a mistura, adicionar-lhe as folhas de gelatina previamente demolhadas em água fria e misturar. Quando estiver morno juntar o iogurte, misturar bem e verter para copinhos ou para uma forma grande. Levar ao frigorífico pelo menos 4 a 5 horas para solidificar.

Antes de servir, decorar com as mangas cortadas em cubos e com a polpa de manga.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:16

À moda da minha Terra

por Moira, em 15.09.16

Isto de ir almoçar a casa da minha mãe tem destas coisas: Primeiro, nunca sei o que vai ser o almoço, na maioria das vezes ela improvisa e nisso decerto tenho a quem sair. Segundo, por vezes tenho a sorte de ela fazer pratos tradicionais da minha terra dos quais eu não fazia nem ideia que existiam.

É o caso desta frigideira de sardinhas (ou será Sardinhas de frigideira?) que é tão, mas tão simples de fazer e, para quem gosta de sardinhas, absolutamente delíciosa.

Frigideira de Sardinhas à moda da Figueira da Foz

Frigideira de Sardinhas à Moda da Figueira da Foz

Ingredientes:

  • 8 sardinhas, sem cabeça e sem tripas
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 cebola média picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 2 tomates médios, sem casca e sem sementes picados
  • meio pimento vermelho, sem casca e cortado aos cubinhos
  • 1 folha de louro
  • 1 copo de vinho branco
  • uma pitada de sal

Preparação:

Numa frigideira colocar o azeite, a cebola, o alho, o tomate, o pimento, o louro e deixar estufar. Temperar com uma pitada de sal, acrescentar o vinho branco e deixar cozinhar cerca de 15 a 20 minutos em lume brando.

Quando o molho estiver cozinhado, colocar as sardinhas por cima e deixar escalfar com uma tampa por cima cerca de 5 a 10 minutos. Se achar necessário pode virar as sardinhas com a ajuda de um grafo a meio da cozedura.

Sirva com batata cozida com pele e uma salada verde.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:43


WOOK - www.wook.pt


Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D