Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Da Galiza para a minha mesa

por Moira, em 06.07.10

Apesar de Portugal ter imensos petiscos de lamber os dedos, não temos o hábito do nossos vizinhos espanhóis de tapear, entrando e saindo das várias tasquinhas comendo em cada uma delas o que de melhor têm para oferecer. Também já não é segredo para ninguém que eu adoro tapas e petiscos e por isso sempre que posso aproveito.

Das minhas andanças pelo país vizinho recordo com saudades os tascos de Zarautz, os de Leon e os de Zaragoza, os primeiros pela elaboração e apresentação, os segundos pelos deliciosos enchidos e simpatia dos leoneses e os últimos pelo ambiente.

Por outro lado e das poucas vezes que passei por Madrid, talvez por ser uma cidade enorme nunca consegui comer de jeito, se é que me entendem e do Sul nada conheço, mas também ainda não será este ano que o dinheiro não abunda, mas tenho muita curiosidade pois dizem-me que por lá os petiscos são também deliciosos.

O que vos trago hoje é um dos petiscos que encontra em qualquer tasco da Galiza, habitualmente é servido sobre um prato de madeira, mas presumo que por cá os famosos fiscais da ASAE dariam conta deste costume em três tempos. E da Galiza recordo os belos mariscos, especialmente as Vieiras e as empanadas de Orense, baixinhas e deliciosas.

 

Polvo à Galega

Ingredientes:

  • 1 polvo médio
  • 1 ou duas folhas de louro
  • 1 colher de café cheia de grãos de pimenta preta
  • 1 fio de azeite
  • pimentão doce
  • rodelas de limão

Preparação:

Cozer o polvo com apenas um pequeno copo de água no fundo da panela de pressão, adicionando o louro, a pimenta e um fio de azeite.

Não pôr sal nenhum, o polvo não precisa de sal e no final vai ver que o polvo fica óptimo. Na panela de pressão demora cerca de 20 a 30 minutos conforme o tamanho do polvo, assim que o vapor começar a fazer barulho colocar o fogão no mínimo, ao fim de 20 minutos verificar a cozedura, se necessário cozinhar mais uns minutos.

Caso não use uma panela de pressão deverá cozer o polvo durante cerca de uma a duas horas em bastante água e nesse caso deve adicionar sal.

Depois de cozido, escorre-se bem o polvo e deixa-se arrefecer um pouco, depois cortam-se rodelas e colocam-se num prato, temperam-se com um fio de azeite, polvilham-se com pimentão doce e serve-se com rodelas ou gomos de limão para espremer por cima.

 

Notas: Como os polvos que usei eram pequeninos depois de cozidos coloquei os tentáculos sobre um bom pedaço de film de cozinha, uns virados para um lado, outros para o outro, para não ficarem as partes fininhas todas do mesmo lado, depois enrolei  o film e apertei nas pontas comos se fosse um chouriço e levei ao frigorífico. Com a acção do frio os tentáculos ficam colados uns aos outros, depois cortam-se com uma faca afiada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:07


WOOK - www.wook.pt


39 comentários

De cartões a 23.09.2011 às 07:45

Hummm essa receita está excelente...
parabens pela receita e pelo blog também.
Fiz no final de semana passado para minha família, todos adoraram...
recebi muitos elogios...fiquei muito feliz
Haa...estava lendo os comentários de vocês...também já quebrei um dente com o pão...nossa é horrível...
mas passa...
parabens novamente pela receita...e todas as outras que estao no site...

De Cor de Chá a 02.08.2010 às 00:07

Fiquei traumatizada com este petisco. No passado domingo, em plena Galiza, provei o polvo à galega e o resultado foi (pasme-se!) um dente partido. É verdade. Só posso depreender que o polvo estaria mal lavado e com areia nos tentáculos...

O teu tem muito bom aspecto e talvez arriscasse comê-lo ;)

De Moira a 02.08.2010 às 18:10

Bem... Que azar o teu, não quero nem imaginar.
Claro que se o fizeres em casa tnes a certeza que fica bem lavado e sem qualquer impureza.
Eu já parti um dente a comer pão :(

De moranguita a 13.07.2010 às 17:13

o meu namorado ia concordar com o que diuzes acerca das tapas dos nossos vizinhos
ele adora :-) pena que nao me disse antes do festival que houve em junho la em burgos teria ido sem duvida
,mas no fim do mes ou do proximo la estarei
se nao fosse o que aconteceu ate ja teria a estado mas bom siga em frente

opolvo esta excelente
beijinhos

De Moira a 02.08.2010 às 18:13

Aproveita as férias para provares os petiscos dos nuestros hermanos, acredita que vale bem a pena, embora eu não conheça Burgos, sei que por toda a Espanha há petiscos fantásticos, os melhores para mim, até hoje foram na Galiza e no País Basco.
Beijocas e boas férias

De Teresa a 07.07.2010 às 23:15

Obrigada pela visita ao Lume Brando!
De facto sou um bocado viciada em livros de cozinha (e revistas), mas felizmente a maior parte foi-me oferecida ao longo dos aniversários e dos natais, porque não é um vício propriamente barato, de facto. Espero que o Tertúlia possa em breve aumentar a sua biblioteca, se bem que com a internet, não faltam fontes de inspiração para mimar os seus leitores :-)
A salada de polvo está muito bonita. Adoro a Galiza e este post fez-me recordar algumas idas lá com os meus pais em que comíamos este petisco...
Bjs
Teresa

De Moira a 08.07.2010 às 12:41

Teresa,
Essa é uma boa ideia, vou começar a pedir para me oferecerem livros de culinária e vai ser já este ano ;) quem sabe não tenho sorte. Mas tens razão hoje em dia quase todos os cozinheiros têm páginas na internet e nós conseguimos ter acesso a uma infinidade de receitas que a maior dificuldade é escolher.
Também gosto muito da Galiza.
Bjs

De Ameixinha a 07.07.2010 às 20:40

Esse efeito ficou muito giro, adoro polvo. Em Madrid comi muito mal mas também comi muito bem, depende dos restaurantes ou tascas que nos aparecem :)

De Moira a 08.07.2010 às 12:34

Ameixinha,
Em Madrid o que comi foi sempre só mais ou menos, nunca me encantou, mas tenho a certeza que é porque nunca fui ao sitio certo. Aprendi esta coisa do polvo num blog espanhol, infelizmente não me lembro onde, que é uma pena.

De Teresa Dias a 07.07.2010 às 18:46

Olá Moira,
Não consegui deixar de comentar, primeiro porque gosto muito de polvo, depois porque adoro petiscar... e conversar, coisa que os nossos vizinhos prezam.
Gosto muito de Espanha, gosto da forma como eles vivem a vida -na "barra" com muitos, muitos petiscos, muita cerveja e muito convívio.
A nossa cozinha é rica em petiscos mas nós... somos cinzentos!
Beijo

De Moira a 08.07.2010 às 12:36

Teresa,
E de Espanha onde senti mais isso foi exactamente no País Basco.
E é verdade, embora não sejamos todos iguais temos muito cinzentão entre nós e isso vê-se no nosso dia a dia.

De Marina a 07.07.2010 às 14:47

Moira, polvo é o meu prato favorito! Portanto este post para mim é divinal!
E sabes que nunca provei assim , à Galega! Até fiquei parva! Tenho que ver isso muito direitinho!
Apresentas sempre pratinhos deliciosos!
A foto está fantástica!
Beijos.

De Moira a 07.07.2010 às 15:14

Marina,
Tens que provar desta maneira, é mais simples que a nossa salada de polvo e igualmente bom.
Beijinho

De Margarida a 07.07.2010 às 11:59

Bem, tocaste-me no ponto fraco. Quando me apanho em espanha deixo de fazer refeições, levo o tempo a tapear. Não descobri ainda alguma coisa que não goste. E sim, tenho especial predilecção pelo pulpo à Galega. : D Costumo fazê-lo muitas vezes e além desses temperos ainda o polvilho com flor de sal antes de servir.. (ai que fome!!)
De vez em quando faço momentos de tapas em casa e é bem divertido. Na última vez convidei 2 amigas e houve pão com tomate, queijo manchego e presunto ibérico, tortilha de batatas, camarão al ajillo, choco frito e uma crema catalana para terminar.
Que boas lembranças..
Um beijinho grande para ti

De Moira a 07.07.2010 às 15:13

Margarida,
Ainda não provei nada com flor de sal, comprei no Natal para oferecer e não comprei para mim :(
Entre o Polvo e o Choco frito não sei o que escolher, adoro os dois e com uma ementa dessas acho que faço a viagem até tua casa só para comer essas delícias.
Beijinhos

De gina a 07.07.2010 às 09:44

Olá
Parabens pelo seu Blog para mim é um dos melhores, nunca fiz comentários porque sou muito preguiçosa, um pouco envergonhada e também não tenho muito jeito para a escrita, mas como adoro o polvo á Galega e também como disse nunca ter visitado o sul de Espanha aproveito para indicar-lhe uma tasca onde servem um Polvo á Galega dos melhores que já comi com batatas cozidas fatiadas muito finas e o polvo por cima e claro como diz é servido numa tábua redonda, fica em Ayamont e chama-se Choqueros.
As maiores felicidades para o seu blog
Gina

De Moira a 07.07.2010 às 15:09

Olá Gina,
Obrigada pela visita e pelo comentário.
Para comentar aqui não se pode ter vergonha, é entrar e ficar à vontade, como fazemos quando estamos entre amigos :)
Vou registar a sugestão e quando passar por Ayamonte vou passar pelo Choqueros, que só pelo nome já me parece um local agradável.

De Claudia a 06.07.2010 às 23:21

Moira,

Adoro petiscos, mas brasileiros todos adoram petiscar e eu que pensava que havíamos herdado esse hábito dos nossos antepassados portugueses. Esse polvo está uma beleza, adoro polvo com limão mas nunca exprimentei com páprica...

Estou voltando a circular um pouco, aos poucos sinto que tenho o que falar...

Bj,

C.

De Moira a 07.07.2010 às 15:04

Olá Cláudia,
Fico tão feliz por te ver por aqui de novo, eu sabia que devagarinho as coisas voltariam à normalidade, acredito que as flores do seu jardim tenham tido alguma influência.
Petiscar é das melhores coisas da vida, e apesar de os portugueses serem peritos nisso, os espanhóis nos ficam atrás.
Esse é um prato de uma enorme simplicidade em que a única recomendação é usar um bom azeite e um bom pimentão, regar com sumo de limão e como diz a nossa amiga Neide: nhac!
Beijo grande

Comentar post


Pág. 1/2



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D