Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Serão Favas Contadas?

por Moira, em 26.04.10

Expressões "como vai à fava", "são favas contadas" ou "até vir a mulher da fava rica" são comuns entre os Lisboetas e um pouco por todo o país, todas elas têm uma conotação positiva, e mesmo apesar de muitos não gostarem de favas, elas são uma das leguminosas mais apreciadas desde a antiguidade até aos dias de hoje.

"São favas contadas" diz-se de algo que já está ganho, "Vai à fava" ao contrário do que parece não é negativo, a expressão completa é "Vai à fava enquanto a ervilha não chega" o que significa sem sombra para dúvidas: aproveita enquanto é tempo!

Já "até vir a mulher da fava rica" é uma das minha favoritas, por estar associada às histórias da minha avó, que apesar de não ser Lisboeta, viveu a maior parte da sua vida em Lisboa, foi ela que me contou a maioria das histórias de Lisboa que ainda consigo guardar na memória.

No início do século passado um dos muitos pregões que ecoavam pelas ruas de Lisboa era "Olhaaaa a fava-ricaaaaaaaaaaa!"

Fava rica era a fava que depois de seca era cozida e refogada em azeite, alho e pimenta. Era apregoada e vendida pelas ruas de Lisboa e ao que parece era um petisco muito apreciado que tanto podia servir de base de uma sopa como a que hoje vos trago ou ser simplesmente servido com uma fatia de pão saloio.

O mais curioso para mim nesta sopa, que é a sopa de fava da minha mãe, é que ela sempre a fez assim e não gosta de favas.

Sopa Aveludada de Favas (para 2 pessoas)

Ingredientes:

  • 1 cebola grande
  • 1 dente de alho
  • 1 batata pequena (opcional)
  • 1 cenoura
  • 2 chávenas de favas descascadas
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 1 colher de sopa de coentros picados

Preparação:

Leve um tacho ao lume com todos os ingredientes descascados e cortados em pedacinhos, excepto os coentros, tempera-se com sal e uma colher de sopa de azeite, quanto estiver cozido tritura-se, polvilha-se com os coentros picados e serve-se quente.

 

Nota Importante: Tem que se descascar a fava e depois retirar a película que envolve a fava em si, caso contrário a sopa não ficará aveludada e terá uma cor castanha. Habitualmente descasco para a sopa as favas que se apresentam com um "olho" preto cuja casca é mais rija conforme foto acima. Também pode adicionar à sopa no final umas tirinhas de bacon frito ou pão torrado, eu prefiro assim simples só com coentros.

Para quem estiver interessado a tigela e o prato de barro são de Reguengos de Monsaraz, Alentejo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:31


WOOK - www.wook.pt


56 comentários

De Anónimo a 19.04.2012 às 08:44

Gosto imenso de favas com chouriço e coentros, acho que bem confeccionado é um prato excelente, o meu marido adora, ele cada vez que come as favas que eu faço, a noite tenho problemas com ele não para quieto comigo, e até tenho que lhe bater com uma moca para ficar sossegada, deve-se se calhar as propriedades exóticas da fava.

De a 08.05.2010 às 00:47

que belissima sopa!
já é a terceira receita de sopa que encontro... é tempo delas não é?
mas calha mesmo bem, porque cá me casa gostamos muito de favas e tenho ali um saquito delas =)

De Moira a 08.05.2010 às 23:47

Jú,
É verdade, estamos no tempo das favas, e não tarda nada acabem e depois só congeladas.
Eu gosto delas até simplesmente cozidas com azeite, alho e coentros.

De Rute a 04.05.2010 às 21:38

Olá Moira,

nunca fiz sopa de favas mas adoro-as!

As fotos estão extraordinárias. Quase que parecem favas em 3-D.

Vou seguir o teu conselho e aventurar-me numa sopinha de favas descascadas. A ver se há paciência...
Beijinhos e uma boa semana.

De Moira a 04.05.2010 às 21:54

Rute,
Cá em casa como somos só dois, é fácil descascar as favas necessárias para a sopa, se for par muitos dá uma enorme trabalheira, mas nada que não se faça enquando nos entediamos a ver TV, também é um óptimo tratamento anti-stress, concentraste nas favas e nas cascas e não consegues pensar em mais nada hehehehe
Bjs e boa semana

De Rute a 06.05.2010 às 16:08

Boa ideia essa de favas anti-stress :) É como fazer tricôt!

Mas de facto ando bem calminha ultimamente. E a sopa é só para 1, já q o mirido não gosta de favas :) Mais rápido ainda.
Beijinhos.

De Rute a 19.05.2010 às 22:03

Já fiz a sopa de favas. Aprovadissima!
Apesar da trabalheira, já cá tenho mais favas para descascar. O creme fica um aveludado espantoso. Tou fã!

De Tiago lopes a 03.05.2010 às 03:07

Que aspecto fantastico...parece o nosso famoso caldo verde.......muitos parabens........

De Moira a 03.05.2010 às 09:09

Obrigado Tiago.

De maria joão a 29.04.2010 às 11:22

Olá Moira
tentei ontem "entrar" nesta conversa simpática, dando os parabéns pelas receitas e pela simpatia que sempre coloca nas suas respostas aos comentários.
Adoro as suas receitas e vou agora guardar estas para fazer umas favinhas....mas a preceito!
A sua referência a Reguengos de M. fez-me reviver a minha infância passada nessa terra linda (muitos dias de férias sonolentos mas felizes) onde aprendi a gostar dos cheiros do campo alentejano e dos sabores tão ricos e perfumados das comidinhas saborosas....
Essa loiça é linda....pode dizer-me onde a posso comprar em Reguengos? é de S. Pedro do Corval?
BJS e até breve

Farófia

De Moira a 01.05.2010 às 23:53

Olá Mª. João,
Esta loiça foi-me oferecida por isso não sei exactamente onde foi comprada, assim que regressar a casa, vou ver a assinatura de peça e depois informo, até domingo etsou pelo nordeste transmontano :)
Obrigada pela visita e pelo comentário.
Beijinho e até breve

De Moira a 03.05.2010 às 09:06

Maria João,
Conforme prometido aqui vai a informação:
A peça está assinada por Clarisse Chicau, Reguengos de Monsaraz, TEAR.
Bj

De Maria João a 03.05.2010 às 16:29

Boa tarde Moira

Obrigada pela informação sobre a autora da loiça!

Tem umas cores lindas....vou tentar encontrar.

Um bjinho

De Miss Pepper a 28.04.2010 às 22:47

Este fim-de-semana o N. trouxe-me umas favinhas acabadinhas de colher. Eram pequenas mas deliciosas. Alapámo-nos no sofá da sala a descascar a sacada e a ver TV, enquanto o Pimentinha roubava e estraçalhava cascas.
Trouxe metade para a minha mãe e outra metade tá lá à espera que eu "trate" delas.... Chlép! Acho que vou fazer a tua receita de cima, das favas com chouriço. diz lá que umas favinhas alentejanas com um saboroso chouriço alentejano não ligam bem?

Beijokas!

De Moira a 01.05.2010 às 23:50

Olá Pes,
Ando pelo nordeste a passear e a comer coisinhas boas :)
Então e as favinhas? Imagino que devem ter ficado uma delicia.
Beijinho

De aespumadosdias a 27.04.2010 às 18:42

Estamos sempre a aprender.
Sempre adorei sopa de favas.
Já favas guisadas só comecei a gostar há poucos anos.
O meu pai vem da terra amanhã e espero que traga favas da fazenda.

De Moira a 28.04.2010 às 13:01

As guisadas já aparecem no post de hoje, mas quando elas são fresquinhas também sabem bem só cozidas e passadas por azeite e alho e muitos coentros.

De Mary a 27.04.2010 às 18:07

Adoro sopinha de favas e já não me lembro de comer...agora fiquei com o sentido nesta e nada melhor que arregaçar as mangas! :)

De Moira a 28.04.2010 às 12:56

Força Mary,
O que custa mais é descascar as favas duas vezes hehehe o resto faz-se sem se dar conta.
Queres ajuda?
Beijocas

De suzi a 27.04.2010 às 11:02

E eu que também não gostava de favas e sempre adorei sopa de favas? era como a tua mãe. Hoje já não sou porque aprendi a gostar de favas! E agora faço imensas vezes! Esta tua sopa deve estar um verdadeiro petisco! Beijinhos

De Moira a 28.04.2010 às 12:54

É uma sopinha simples e muito agradável. Eu sempre gostei de favas de todas as maneiras, até simplesmente cozidas.
Bjs

De sofia a 27.04.2010 às 10:30

Adoro favas! confesso que não conhecia a versão em sopa. A minha avo fá-las cozidas, temperadas com coentros e acompanha com uma salada de alface e hortelã ! mmm....

De Moira a 28.04.2010 às 12:52

Sofia,
Essa tua sugestão também soa muito bem.

Comentar post


Pág. 1/3



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D