Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Para Reflectir

por Moira, em 03.09.09

Vi noutro blog e tenho que partilhar porque ao sentarmo-nos á mesa em frente a uma bela refeição por vezes não pensamos que nem todos têm esse privilégio.

 

"The problem is not animals living like people, but so many people living like animals.

United against poverty and social fifferences."

 

O problema não é os animais viverem como pessoas, é haver cada vez mais pessoas que vivem como animais.

Unidos contra a pobreza e as Diferenças sociais

 

Amnistia Internacional

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04


WOOK - www.wook.pt


20 comentários

De Sonia a 07.09.2009 às 14:27

No conocía tu blog y me ha encantado. Tienes unas recetas que hacen la boca agua, y las fotos son maravillosas. Espero seguir pasando por aquí muchas veces. Un abrazo. Sonia

De Moira a 07.09.2009 às 23:53

Hola Sonia,
Gracias por tu visita y por tu comentario.
También me gusta mucho tu blog que sigo hace algún tiempo aunque no comente :)
Un beso
Moira

De moranguita a 06.09.2009 às 19:16

e um facto triste mas cada vez mais se encontram pessoas em situaçoes miseraveis.
eu tento ajudar sempre que possivel...

De Moira a 07.09.2009 às 13:13

Moranguita,
Eu também ajudo sempre que posso, mas tem que haver outra solução de ajuda e essa tem de partir das instituições do estado.
Bjs

De Andreia a 06.09.2009 às 00:14

Não podia deixar de comentar este post. Cada vez mais, as diferenças sociais são maiores e infelizmente com a tão falada crise muitas famílias passam fome e muitas dificuldades. Ao ver o video, lembrei-me de um episodio que me chocou muito. No primeiro ano que fui estudar para Lisboa, um dia que me levantei muito cedo, à minha porta, havia um sr a revoltar o lixo do contentor, á procura de comida. Nunca tinha visto, nunca tinha pensado bem no assunto até aquele dia, em que senti-me verdadeiramente impotente. Infelizmente é uma realidade, que está bem mais próxima do que muitas vezes imaginamos...

Bjinho
Andreia

De Moira a 07.09.2009 às 13:17

Andreia,
Nas cidades nota-se muito mais este tipo de desigualdades, talvez porque na provincia as pessoas entre-ajudam-se mais, e sempre se plantam uns legumes num qualquer pedacinho de terra.
Infelizmente não conseguimos fazer ada individualmente para resolver a situação, mas o estado poderia ser mais atento a estas desiguladades. Qualquer um vê ao atravessar as maiores avenidas de Lisboa, à noite, pessoas a dormir na rua em qualquer canto, é fácil adivinhar do que se alimentam.
Bjs

De Canela a 06.09.2009 às 00:04

O pior é mesmo a indiferença.....
A grande maioria fecha os olhos e os ouvidos.

De Moira a 07.09.2009 às 13:11

Canela,
É essa indiferença o que mais me irrita. As pessoas fechando os olhos e os ouvidos passam por cima do assunto como se ele não existisse.
Bjs

De Né a 05.09.2009 às 20:17

Sobre este assunto, vou enviar-lhe um curto filme de nome "Chicken a la Carte" que dói muito assistir.

http://www.cultureunplugged.com/play/1081/Chicken-a-la-Carte

De Moira a 07.09.2009 às 13:09

Né,
Vi o filme, que também dá que pensar! Uns com tanto outros com tão pouco, e mesmo assim dão graças a Deus pelo pouco que têm.
Obrigado por partilhar.

De leonor a 05.09.2009 às 09:20

Bom dia Manuela,

É chocante saber que há tanta injustiça e que tudo é tão mal distribuido.
Infelizmente, esta é uma realidade tão presente que nos vamos habituando a encará-la como normal e como parte integrante das nossas vidas.

Ontem à noite recebi um email que vem mesmo de encontro ao seu post.
Trata-se de um senhor de cinquenta anos que ficou inválido devido a um erro durante uma intervenção cirúrgica e que ficou a receber do Estado 312 euros mensais, com os quais lhe é impossível sobreviver...
Este senhor pedia-me ajuda e eu fiquei tão chocada que me comprometi a ajudá-lo a fazer uma petição pública para alertar para o seu caso.

Como a Manuela é sensível a este tipo de situações gostava de lhe pedir desde se posso contar com o seu endereço para enviar os primeiros emails e com a sua ajuda para os fazer chegar a muita gente!

Um beijinho e obrigada,

Leonor



De Moira a 05.09.2009 às 15:01

Leonor,
Pode contar comigo, acho que a ideia da petição é muito boa, talvez assim se consiga fazer alguma coisa.
Bjs

De Ela a 04.09.2009 às 12:59

Seu blog é muito bonito e bem feito. As fotos são lindas, parabéns. Retornarei. Abraços, Ela

De Moira a 04.09.2009 às 14:36

Ela,
Obrigada pela visita e pelo comentário.
Volte sempre.

De Marly a 03.09.2009 às 23:57

Olá, Moira,

Eu ando numa falta de tempo tão grande, que já pensei até em encerrar as minhas atividades bloguísticas. É essa a razão principal
da ausência de comentários meus em muitos blogs. Mas se eu ainda insisto em me manter na área, é também pela existência de blogs como o seu, que eu considero excelente! Contudo, ainda que nas tardias horas da noite, eu tento dar (pelo menos) uma espiadinha no que tem aparecido por aqui!
Quanto à questão social, já passa da hora de cada um de nós examinarmo-nos a nós mesmos. A solução, segundo o meu ponto de vista, é cada um se ver como agente capaz de oferecer algo para solucionar ou minorar o problema.Enquanto acharmos que os únicos responsáveis pela desigualdades são os mais ricos, e que cabe a eles resolver a questão, o problema persiste!
Beijinho e bom fim de semana.

De Moira a 04.09.2009 às 00:15

Marly,
Não se preocupe com a falta de tempo, eu ás vezes também não tenho livre o tempo que queria e não ponho nada durante uns dias, mas depois faço um esforço e volto. Este blog acaba por ser um escape e nunca uma prisão. O facto de não fazer comentários não é importante, eu sei que as pessoas passam por cá e lêem, não são os comentários que fazem um blog melhor ou pior, mas o número de visitas que se mantêm e aumentam de dia para dia.
Quanto à questão da reflexão, eu também concordo que o problema da desigualdade não é dos ricos, no meio ponto de vista é na maioria das vezes um problema puramente económico por falta de apoio do estado, dos governos e de outras entidades competentes, mas cabe-nos a cada um de nós minorizar este problema que se está a tornar numa bola de neve a nível mundial, agravada pela crise económica a nível mundial.
Eu própria não sei bem como proceder, mas tento sempre que possível ajudar pessoas que estão próximas da minha casa, a maioria delas sofrem de uma pobreza encoberta, ou seja não andam nas ruas, tem a sua casa mas não têm coisas básicas como roupas quentes no inverno ou no mínimo dinheiro para fazer três refeições por dia. Esta é uma pobreza assustadora e crescente nas cidades portuguesas devido à subida da taxa de desemprego derivada da crise que o país atravessa.
Beijinho

De Ameixinha a 03.09.2009 às 23:41

Nem é preciso dar o exemplo dos cães tratados como reis, as pessoas vivem em extremos e, muitas vezes, tratam os menos afortunados como animais. Isso é que é cruel! Já que somos dotados de inteligência e raciocínio formal, poderíamos usá-lo!
Assim, somos cada vez menos seres sociais e mais animais ferozes... Isto dava aqui pano para mangas :)

De Moira a 04.09.2009 às 00:18

Ameixinha,
Não imaginas como eu ando a ficar contestatária por causa deste tipo de assuntos, às vezes até tenho medo dos meus pensamentos, e com as notícias com que somos bombardeados diáriamente, concordo contigo, o ser humano está cada vez a ficar menos racional e mais animal.

De Mary a 03.09.2009 às 22:44

Lamentavelmente, o fosso entre as diversas classes sociais é cada vez maior...

De Moira a 04.09.2009 às 00:21

Mary,
Tem que haver alguma forma de arranjar soluções para este problema, já que quem poderia resolver, fecha os olhos e segue em frente como se fosse normal. Neste momento acho que a crise não é só económica é também uma crise de valores que começa logo na juventude. Cada vez mais só nos importamos connosco e esquecemos os outros, a solidariedade para muitos é uma palavra que não existe no dicionário.

Comentar post



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D