Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ginja com elas...

por Moira, em 12.05.09

Para mim ginja é sempre com elas... ainda não me decidi se gosto mais da ginjinha ou das ginjas, pelo que vou continuando a beber o licor e a comer as ginjas.

Elas chegaram de novo, talvez sejam difíceis de encontrar à venda nas cidades, mas eu tenho a sorte de a minha mãe ter uma ginjeira no quintal que todos os anos nos presenteia com os belíssimos frutos.

O meu compadre tem uma ginjeira num dos terrenos que tem lá pelas arribas do Douro, e as ginjas ficavam sempre na árvora até os pássaros as comerem ou caírem para o chão, num dia que passamos por lá para ver as vinhas, vi a árvore carregada e perguntei-lhe porque não as apanhava, ao que ele me disse que aquilo não prestava, que eram bravas e azedas, ainda assim eu que sou uma mulher persistente, agarrei num saco e apanhei para aí um quilo ou dois de ginja, cheguei a casa lavei-as, tirei-lhes o pé, sequei-as com papel absorvente e vá de as pôr numa daquelas garrafas gigantes de whisky que se costumam ver nos bares, juntei-lhes o açúcar e o pau de canela, mandei-o pôr a aguardente no dia seguinte e disse-lhe que depois a guardasse e a esquecesse por um ano. Assim foi, quando lá cheguei no ano seguinte perguntei-lhe pela garrafa e ele só me respondeu:

- Ouve aquilo é uma "pomada" há anos que não provava nada tão bom, os amigos estão fartos de me perguntar como se faz.

Foi assim que ele começou a cuidar da árvore e a colher as ginjas todos os anos para fazer a tal "pomada", que já faz sozinho e na perfeição. Não é assim compadre Zé?

A receita da ginjinha já está no blog desde o ano passado, de qualquer das formas aqui fica de novo desta vez com quantidades para uma garrafa de litro.

Ginjinha

Ingredientes:

  • 1 garrafa de de boca (pode ser daquelas da polpa de tomate)
  • 2 punhados de ginjas
  • açúcar mais ou menos a gosto
  • 1 pau de canela
  • 7,5 dl de aguardente

Preparação:

Lave as ginjas, retire-lhes o pedunculo e seque-as com papel absorvente.

Coloque-as na garrafa e cubra-as de açúcar (eu uso sempre do branco pois o amarelo deixa pé quando a ginja está pronta a consumir.)

Deixe assim as ginjas a macerar no açúcar por pelo menos 24 horas a 48 horas.

Acabe de encher a garrafa com aguardente e acrescente o pau de canela.

Coloque a garrafa num local escuro e agite-a nos primeiros dias para ajudar a dissolver o açúcar.

Aguarde entre 3 a 6 meses e está pronta a consumir.

Em minha casa costumo guarda durante um ano antes de abrir para provar.

Notas: A mesma receita  também funciona com ameixas vermelhas, mas tem que ser feita em frascos por causa do tamanho da fruta. Entretanto experimentei com framboesas, com amoras e com groselhas, mas ainda não vos sei dizer o resultado, porque ainda não provei, mas acredito que estará bom, pelo menos a julgar pela cor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:04


WOOK - www.wook.pt


33 comentários

De Maria Almeida a 25.05.2009 às 16:53

Para melhorar a sua ginginha deixe-lhe ficar um pedaço do pé.Verá que melhora o sabor e permite segurar a ginja quando as quizer comer.

De Moira a 25.05.2009 às 17:06

Maria,
Obrigada pela visita e pelo comentário.
Este ano já não vou a tempo, porque já fiz a ginjinha, mas para o ano vou experimentar.

De Nucha a 13.05.2009 às 00:19

É que era mesmo... que nem ginjas!!!!
Lindas as fotografias e as ginjas...
Beijo!

De Moira a 13.05.2009 às 17:46

Nucha,
Também gostas de ginjinha? Quando passar por essas bandas levo-te uma garrafinha ;)
Entretanto já chegou mais uma cestinha de ginjas, acho que vou fazer compota com elas, são é muito poucas, é só uma árvorezinha...
Beijocas

De Nucha a 14.05.2009 às 00:09

Moira,
Eu detesto licores mas a ginjinha não entra nesse rol...Tenho umas lembranças de infância duma garrafinha duma vizinha...adorava ir lá a casa e provava sempre um pedacinho.
Depois adoro ver as ginjas no líquido e a cor e o vidro exercem um fascinio sobre mim indescritivel...
Basta uma muito pequenina!!!!
Beijinho!
Nucha

De Moira a 14.05.2009 às 08:44

Nucha,
Dizes isso porque ainda não provaste o meu licor de ameixa, que por acaso e só por acaso é feito da mesma maneira que a ginjinha, e que por acaso também tem uma cor fantástica com as ameixas dentro do boião. Um dia quando provares vais ver que acrescentas mais um à tua lista
Bjs

De Nucha a 14.05.2009 às 10:46

Moira,
Vamos ver se consegues....acredito que sim!
Beijo!

De Rute a 12.05.2009 às 22:22

Ai Moira, essas fotos com elas tiram-me do sério!

Bem que te podiam contractar para seres fotografa duma revista que de certeza aumentavam as vendas!

Pena as ginjas ou cerejas serem tão cáras porque deu mesmo vontade de fazer um licor de ginjinha. Beijokas.

De Moira a 12.05.2009 às 22:36

Olá Rute,
Felizmente que eu só tenho que ajudar a apanhar as ginjas da árvore e são de borla porque se tivesse que as comprar acho que não passariam por aqui, as ginjas então ainda são mais caras que as cerejas.
Quanto às fotos, obrigada pelo elogio, sinto-me babada e se eu te disser que não percebo nada de fotografia, tu não vais acreditar.
Como eu costumo dizer sigo o coração e o meu sentido estético, o resto é feito pela máquina em automático, apesar de ainda hoje o meu marido me ter estado a explicar sobre aberturas e velocidades da máquina, quando vou fazer as fotos é sempre a correr e acabo por nunca fazer experiências.
Beijocas

De Rute a 14.05.2009 às 13:28

Eu percebo um pouquinho de fotografia mas não pratico.

De facto a tua máquina deve ser espetacular! Faz uns planos ao perto muito nitidos coisa que a minha desfoca com frequência quando quero fotografar ao pormenor.

Também o que utilizo mais é o automático mas é deveras mais aliciante fotografar ajustando manualmente o obturador e o dispáro.

No entanto, não importa só a técnica, tem imensa importância o olho clinico e o sentido de estética. Tu montas cénarios fotográficos muito bonitos. Devias participar num concurso de fotografia. Eu já o fiz e adorei a experiência. Fotografar segundo um tema.

Vê este post: http://publicarparapartilhar.blogspot.com/2007/11/recordaes-da-maratona-fotogrfica.html

De Vânia Costa a 12.05.2009 às 20:22

Amei as ginjas! Também queroooo...

Eu adoro ginjinha... E gosto de bolos com ginjas e doce de ginja e ginjas, ginjas, ginjas! Ai...

Um beijo*

De Moira a 12.05.2009 às 22:05

Vânia,
Ginja é uma fruta bem especial, e ginjinha para quem gosta é uma bebida deliciosa. Também sou fã!
Hoje o meu pai trouxe-me mais um saquinho delas, acho que vou fazer doce de ginja, mesmo que seja só um frasquinho :)
Beijocas

De Filipa a 12.05.2009 às 19:07

Eu realmente não aprecio ginjinha pois não aprecio alcool mas que as suas ginjas estão muito bonitinhas ai isso estão. Beijinhos

De Moira a 12.05.2009 às 19:17

Filipa,
Não tem problema! Com as ginjas também se pode fazer um doce delicioso, eu este ano não tenho a certeza que consiga fazer doce pois a árvore não carregou muito.
Beijocas

De Claudia a 12.05.2009 às 17:56

Moira,

Nunca tinha ouvido falar de ginja mas pelas fotos é uma cereja azeda, não? Aqui em casa tem um pé e meus vizinhos também costumam ter pés carregados. Mas a surkirsebær sempre sobra, ninguém quer. Será que é a mesma coisa?

Adorei a história do licor de ginja! Que tipo de aguardente se usa neste caso? De cana?

Bj,

Claudia

De Moira a 12.05.2009 às 18:17

Cláudia,
É exactamente uma espécie de cereja meio ácida, meio amarga e ás vezes com muita sorte têm um ligeiro travo adocidado, no entanto é óptima para fazer compota, fica uma delícia, das melhores que já comi, só dá um trabalho danado para tirar os caroços. É única para fazer a ginjinha, com cereja não resulta, fica com um gosto completamente diferente.
Em inglês são sour cherries, em alemão qualquer coisa como saurkirchen, a palavra surkirsebær assemelha-se muito com o alemão por isso não tenho dúvida que serão as "danadinhas" ;)
Eu faço com aguardente caseira, que é feita com o bagaço da uva, mas a aguardente de cana deve dar para o mesmo efeito uma vez que não tem sabor pronúnciado, falas daquela com que se faz a caipirinha, não é?
Experimenta que não te vais arrepender :)
Beijos

De Marly a 12.05.2009 às 14:36

Que cerejinha mais linda, eu não conhecia essa variedade!
E esse licor, com esses ingredientes, só pode resultar muito bom!

De Moira a 12.05.2009 às 16:34

Marly,
Para saber mais alguns pormenores sobre a origem desta fruta e da bebida, se quiser pode ir a: http://www.obidos.pt/CustomPages/ShowPage.aspx?pageid=4a22f711-3cd0-49c1-ab20-8ad36b7b1cb6

E se algum dia vier a Portugal, não esqueça que Óbidos é um dos locais obrigatorios de visita.
Bjs

De Margarida a 12.05.2009 às 14:17

Ora cá estão elas! Vermelhinhas e lindas. Também gosto muito de ginjinha mas nunca fiz. Ando agora para fazer um licor mas as receitas que encontro pedem uma bebida com teor de alcool de 95%... A aguardente deve ter à volta de 45% +/- certo? Acho que vou testar com aguardente porque por cá não encontro nada com teor superior. Que achas?
beijinho

De Moira a 12.05.2009 às 16:17

Olá Margarida,
A aguardente que uso é caseira, não faço a mínima ideia quantos graus tem. Mas deve ser por aí... Mas sei que há receitas de licor que são mesmo feitas com álcool, como por exemplo o lemoncello italiano. Eu nunca utilizei álcool porque me faz alguma confusão, mas num destes dias ainda arrisco.
Experimenta, mal não deve ficar ;)
Bjkas

De mariana a 12.05.2009 às 12:45

A minha mãe este ano também plantou uma ginjeira no quintal, mas só devemos ter frutos para o próximo. Nunca comi ginjas... A ver se para o ano colmato essa falha! :)

Beijoca *

De Moira a 12.05.2009 às 12:51

Olá Mariana,
As ginjas normalmente não se comem frescas, a menos que a ginjeira seja enxertada de cerejeira, e mesmo assim os frutos não são nada doces.
A ginja é um fruto acre e ácido, delicioso para fazer compotas e licores, mas muito amargoso para se comer cru.
Bjks

De mariana a 12.05.2009 às 15:46

Sim, eu sei, queria dizer que nunca tinha provado, nem em compota nem em bebida. Se a árvore deixar, para o ano provo logo das duas!

De Atelier Ao Meu Gosto a 12.05.2009 às 11:45

O meu pai também costuma fazer Ginginha, é tão saborosa :))

Beijinhos,
Lena

De Moira a 12.05.2009 às 16:19

Olá Lena,
É forte, mas é uma delícia, e caseira ainda melhor.
Bjkas

Comentar post


Pág. 1/2



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D