Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Várias grafias uma mesma cor: Verde

por Moira, em 29.04.09

Verde, é a palavra usada para definir a cor verde em português, espanhol e italiano, em francês e catalão a grafia é idêntica, vert e verd.

Mas noutras línguas ela apresenta grafias bem diferentes como, green em inglês,  grün e grön em alemão e sueco, grøn, grønn, groen em dinamarquês, norueguês e holandês.

Quando seguimos para outras paragens a grafia vai-se modificando de tal forma que já não se consegue detectar qualquer semelhança com as grafias a que nos habituamos, zelený em checo, zelen em croata, zöld em húngaro, zielony em polaco, yeşil em turco e por aí fora.

Não sei como se diz verde em basco, não encontrei tradutor, mas fiquei com alguma curiosidade, se alguém souber faça o favor de me informar.

Mas apesar das diferentes grafias elas têm uma coisa em comum significam verde e é isso que hoje se celebra, mais um dia da cor pensado pela Mary, e o lema é: Vamos Cozinhar o Arco-Íris e entramos na nossa terceira cor - VERDE

Segundo o Feng Shui verde é Primavera, representa crescimento, desenvolvimento, natureza e saúde.

E porque as frutas e os vegetais são fundamentais para a saúde, hoje o menu foi maioritariamente verde, e teve como convidados principais uns espargos, verdes, cozinhados da forma mais simples possível para realçar o seu sabor, e umas anonas.

Espargos Salteados

Ingredientes:

  • 1 molho de Espargos
  • 1 fio de azeite
  • sal aromatizado com pimenta e ervas de Provence

Preparação:

Cozer os espargos em água e muito pouco sal. Normalmente corto-os ao meio e com os pés faço uma omeleta de espargos com bacon.

Levar uma frigideira a lume forte com um fio de azeite, colocar as pontas dos espargos e deixar cozinhar uns 5 minutos temperar com o sal aromatizado com ervas de Provence moído no momento, servir quente como acompanhamento. Este sal costuma estar à venda nas lojas LIDL, mas para quem não o tenha pode substituir por pimenta moída no momento e uma colher de café de ervas de Provence ou outras a gosto, como alecrim, manjericão, orégãos, salsa e cebolinho, entre outros, tudo verde, claro! ...

Acompanhamos com uma omeleta feita com umas sobras de  gambas, na proporção de uma gamba picada por cada ovo.

 

Para terminar a refeição, anonas, uma das frutas tropicais que faz as delícias do meu marido. Por cá chamam-lhe simplesmente anona cultiva-se na Ilha da Madeira e o seu preço começa a ser mais acessível, no entanto ainda não é uma fruta muito procurada em Portugal.

Existem imensas espécies de anonas, que também são conhecidas por nomes tão diferentes como fruta do conde, graviola ou fruta pinha entre outros, apresentando também diferentes aspectos exteriores consoante a espécie. A sua polpa é macia e açucarada e apresenta imensas sementes pretas, o seu sabor é suave, mas o melhor é provar e deliciar-se.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:10


WOOK - www.wook.pt


42 comentários

De Miss G a 30.04.2009 às 10:13

Na Alemanha abriu recentemente a época dos espargos. Pessoalmente é vegetal que só aprecio na sopa, mas vejo-o muitas vezes à mesa como acompanhamento (cozinhado da mesma forma que em cima) sozinho outras envolvido numa fatia de presunto. Dizem que é saboroso. Além disso é um óptimo alimento para desintoxicar o organismo.

Nunca comi anonas, mas pela descrição do sabor, parece-me que vou provar em breve.

De Moira a 30.04.2009 às 23:30

Olá Miss G,
Eu não gosto nada de sopa de espargos, mas adoro os espargos como acompanhamento e esta é a altura ideal para experimentar. Também gosto muito deles com presunto ou com bacon.
Quanto às anonas tens que provar :)
Beijocas

De tappano a 30.04.2009 às 06:30

asparago! i love this! very intersting the Anonas!

De Moira a 30.04.2009 às 10:51

Hi Tap,
You have to taste anonas, they're very good :)

De Ameixinha a 29.04.2009 às 23:59

Aqui estão dois ingredientes verdes que eu nunca provei mas, pelos quais tenho grande curiosidade. Acho que vou começar pela anona, sempre é mais fácil encontrar do que os espargos frescos :)

De Moira a 30.04.2009 às 11:16

Ameixinha,
Há sempre uma primeira vez para tudo. Não sei onde vives mas a minha comadre em trás-os-montes apanha os espargos selvagens e são uma delicia. Quanto às anonas vale a pena experimentar, talvez encontres no supermercado dos "mosquiteiros" ;)
Bjs

De Cláudia a 29.04.2009 às 23:58

Olá Moira
Agora achei graça ao comentário da Cláudia da Noruega, pq eu já tenho visto várias vezes os teus coments. no blog dela, mas ainda não tinha tido oportunidade para uma visitinha...
Hoje, por coincidência, fizemos as duas pratos com espargos... eu vi de manhã, mas tive um dia complicado, só agora estou a passar em revista as receitinhas.
Gostei muito da tua, simples como eu gosto!
Vou voltar amanhã com mais tempo. :)

De Moira a 30.04.2009 às 23:32

Olá Cláudia II,
;)
Já passei pelo teu blog e como te disse adorei a tua receita que experimentarei assim que puder.
Eu gosto dos espargos da forma mais simples possível.
Espero que tenhas gostado do meu cantinho.
Beijocas

De Claudia a 29.04.2009 às 22:04

Moira,

Uma beleza os aspargos salteados. Um pratinho simples e delicioso. A Claudia fez aspargos hoje também, com ovos, ficou uma composição lindíssima. Por que tanto aspargo hoje?

Essa frutinha parece assim de longe com a fruta do conde mas o sabor da fruta do conde não lembra em nada pêra. Sabe que o sabor da fruta do conde me faz falta todos os dias. Eu dava um dia da minha existência por um copo de suco de fruta do conde. Como eu tô dramática hoje...

Bj,

C.


De Moira a 29.04.2009 às 23:13

Cláudia,
A razão dos meus espargos foi para responder ao desafio da cor verde, os da Cláudia não sei, creio que não conheço o blog dela, vou tentar descobrir. De qualquer das formas agora é a época deles por aqui, embora apareçam quase todo o ano a um preço exorbitante.
Quanto à fruta, o sabor não é bem de pera, talvez pera com pinhão, sei lá... foi o mais parecido que encontrei para descrever à Flávia. Pelo que li na net é uma fruta da mesma família por isso imagino que o sabor possa ser idêntico, certo é que são deliciosas as anonas e fazem-me lembrar a fruta pinha que eu comia em Angola, é tudo uma questão de saudade e tu sabes o que isso é :)
Beijocas

De Isa Lourenço a 29.04.2009 às 21:16

Para mim esses espargos estão fantásticos, para não falar que as anonas que são a minha fruta preferida
Bjos

De Moira a 29.04.2009 às 21:25

Olá Isa,
Estavam muito agradáveis, pena que sejam tão caros e eu não os possa fazer mais vezes.
Bjos

De Flavia Pantoja a 29.04.2009 às 21:13

Nao conhecia essa fruta e fiquei muito curiosa. O paladar é parecido com a fruta de conde?? As fotos estão lindas, como sempre... Um bj,
Flavia

De Moira a 29.04.2009 às 21:24

Flavia,
Pela leitura que fiz deve ser identico pois existem dezenas de especies desta fruta, com outros nomes e até aspectos diferentes, disseram-me que esta era a mais parecida com a fruta do conde, o sabor é doce e ligeiramente parecido com o de uma pera madura.
Bjs

De isabelocas a 29.04.2009 às 20:56

Passei a gostar de espargos quando vim morar para a Alemanha, os teus são simples mas estão perfeitos.
Anonas provei em criança, mas já nem me lembro do sabor.
Bjos

De Moira a 29.04.2009 às 21:04

Olá Isabelocas,
Eu também só comecei a comê-los muito recentemente e gosto deles assim bem simples ou misturados com ovo.
Bjs

De alcina a 29.04.2009 às 19:36

Adoro espargos e nunca comprei frescos!!!só em conserva. Fiquei com vontade de comprar e experimentar assim ficaram com optimo aspecto :D

De Moira a 29.04.2009 às 20:27

A época deles é nesta altura e no máximo até meados de maio, por isso é aproveitar.
O sabor dos verdes, quanto a mim é diferente dos brancos, os que mais vulgarmente se encontram em conserva e que apesar de tudo são óptimos para saladas, mas para quem gosta, depois de experimentar os frescos nunca mais se quer outra coisa ;)

De leonor a 29.04.2009 às 19:03

Olá Manuela!

Até que enfim que regresso ao mundo dos blogues e a tempo de comentar o dia verde que aqui se festeja tão bem com espargos e anona!
Gostei da sugestão simples e saudável...os espargos salteados e a fruta pelo puro prazer da fruta...:)

Verde em basco escreve-se Berdea...:)

De Moira a 29.04.2009 às 20:23

Leonor,
Benvinda / Bienvenida / Welcome Back :)))
Ainda bem que voltaste, depois de tantos contratempos, espero que já esteja tudo bem.
Também sabia que só tu me responderias à minha dúvida sobre a palavra verde em basco.
Eu já deveria saber, já por lá andei um mês e eles são um povo adorável e hospitaleiro. Mas de tudo o que "aprendi" a única coisa que ainda me lembro é "ondartza" acho que é assim que se escreve e quer dizer praia ;)
Beijocas

Comentar post


Pág. 1/3



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D