Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Massas e Molhos

por Moira, em 15.03.09

Dizem que no aproveitar é que está o ganho por isso há muito que não se deita nada fora nesta casa e tudo serve para reinventar mais uma refeição.

Nunca fui apreciadora de "restos", melhor dizendo não gosto de comer o mesmo prato duas vezes seguidas, por isso qualquer sobre de uma refeição  tem que sofrer alguma transformação para voltar à mesa, foi o que sucedeu com o prato de hoje.

A ideia surgiu ao arrumar a loiça e ver bem lá no fundo do armário uma antiga máquina de picar carne da minha mãe ou da minha avó, das origens da máquina já não sei muito, mas guardo-a como se fosse uma preciosidade ou uma peça de museu, simplesmente porque lhe acho graça, não que a use embora tenha todas as peças.

Olhei para ela e pensei a trabalheira que era picar carne naquilo, hoje em dia temos a vida tão facilitada e às vezes ainda nos queixamos, lembrei-me então que tinha uma sobra de carne estufada do almoço, um resto de molho de tomate do dia anterior e umas massas na despensa, que tinha comprado e ainda não tinha aberto.

Pennoni Recheadas com Carne e Gratinadas

Ingredientes:

  • massa de tamanho que dê para rechear
  • restos de carne estufada
  • molho de tomate (receita abaixo)
  • molho branco (usei de compra, marca President)
  • queijo ralado

Preparação:

Cozer a massa em água temperada com sal e um fio de azeite cerca de 6 minutos.

Picar a carne estufada, claro que não usei a máquina antiga, usei a picadora.

Colocar no fundo de um tabuleiro de ir ao forno o molho de tomate, rechear as massas com a ajuda de uma colher de café e colocá-las sobre o molho de tomate, pôr por cima o molho branco (como disse usei o da President, porque era só para dois, se fizer este prato para 4 ou 6 pessoas compensa fazer o molho branco em casa) e polvilhar com queijo ralado, utilizei emental, mas pode ser outro, levar ao forno para acabar de cozer a massa e gratinar. Servir quente.

Este é o molho de tomate que tenho quase sempre feito em casa e às vezes guardo pequenas porções congeladas, para quando estou com pressa, a receita é simples, é a que faço sempre, claro que se for feita com tomate maduro no verdadeiro tempo dele, o molho fica bem vermelhinho, nesta altura fica com um aspecto mais deslavado mas nem por isso menos saboroso, de qualquer das formas é sempre melhor que os molhos de compra.

 

Molho de Tomate

Ingredientes:

  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 3 ou 4 tomates maduros
  • 1 fio de azeite
  • 1 folha de louro
  • 1 ou 2 folhas de manjericão fresco ou 1 colher de café de manjericão seco
  • 1 colher de café de orégãos
  • sal q.b.
  • 1 colher de sopa de calda de tomate (facultativo)

Preparação:

Fazer um refogado com a cebola o alho e o azeite, adicionar o tomate descascado, picado e sem sementes, a folha de louro e deixar cozer em fogo lento mexendo de vez em quando.

Juntar uns borrifos de água conforme o molho vai cozendo para não agarrar ao tacho. Juntar o manjericão e os orégãos e quase no final se achar que é necessário dar cor ao molho, uma vez que nesta época o tomate não é muito vermelhinho, adicionar a calda de tomate, deixar apurar mais uns cinco minutos e está pronto a usar para o que quiser.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:20


WOOK - www.wook.pt


16 comentários

De Torradaemeiadeleite a 19.03.2009 às 09:21

O que á "National" é bom e dura sempre...
Bjs.

De Moira a 19.03.2009 às 12:03

Não me tinha lembrado dessa hahaha
Bjs
Moira

De Margarida a 16.03.2009 às 22:21

Massa nunca é demais aqui em casa! E quando toca a reciclar sobras é uma excelente opção!
Essa máquina de moer deu-me umas saudades.. Quantas vezes dei eu à manivela na da minha avó.. E como adorava!! Belos tempos.. Fazes bem guardar essas preciosidades.
beijinhos

De Moira a 17.03.2009 às 17:27

Esta esteve para ir para o lixo quando apareceu uma vermelha bonitona que se fixava com ventosa, mas eu refundi esta e ficou escondida durante anos, depois desapareceu uma peça e um dia andava eu num antiquario e encontrei uma peça igual, que nem me levaram dinheiro por ela pois segundo o senhor não servia para nada hehehe, assim ficou de novo completa e pronta a funcionar :)
beijocas
Moira

De aespumadosdias a 16.03.2009 às 20:18

Uma máquina para moer a carne. a minha mãe usava 1.
Quanto às fotos da comida não posso nem ver.
:)

De Moira a 17.03.2009 às 17:23

Tenho que pôr por aqui umas receitas de dieta ;) senão vou perder um visitante hehehe

De Carlota a 16.03.2009 às 20:03

Tem tão bom aspecto....!!
Lembro-me que em casa dos meus pais existia uma máquina igual, nos anos 70 devia ser do mais avançado :)))

Beijinhos

De Moira a 17.03.2009 às 17:20

Adoro utensílios de cozinha antigos, tenho pena de não ter mais, ao longo dos anos foram sendo substituídos.
Obrigada pela visita.
Bjs
Moira

De leonor a 16.03.2009 às 17:55

Olá Manuela!

Realmente não há nada como reaproveitar comida...eu detesto deitar fora comida e não me importo nada de repetir o mesmo prato, mas
quando vivia em casa dos meus pais, todos os restos eram deitados fora sem qualquer consciência ou acumulados no frigorífico acabando sempre por ter o mesmo fim.

Apesar de tudo e para quem não goste de repetir a mesma comida não deixa de ser um desafio interessante transformá-la em algo completamente diferente!

Também me lembro da minha avó utilizar uma máquina igual a essa para picar carne...nunca mais tinha visto nenhuma assim!:)

Os pennoni gratinados devem ter ficado maravilhosos e para uma amante de massa, como eu, uma vedadeira perdição!

Beijo!

De Moira a 16.03.2009 às 18:23

Olá Leonor,
Esta máquina já é uma peça de museu, acho eu, por isso a tenho matido religiosamente guardada, nunca se sabe se um dia não voltara á ribalta.
Reaproveitar os restos é realmente para mim um grande desafio, porque é como dizes em minha casa também ia tudo para o lixo. Como estamos em tempo de crise, e não custa nada precaver, tenho sido mais cuidadosa e tento não estragar nada.
Curiosamente não faço muitos pratos de massa e até gosto bastante.
Bjs

De Joanina a 16.03.2009 às 17:03

Moira,
Também em casa da minha mãe tínhamos uma maquina dessas, e eu, porque comecei a cozinhar muito cedo ainda me lembro de picar carne nessa maquina para fazer croquetes e afins!!
Quanto a receita, e uma óptima sugestão!!! Cá em casa adoramos massas e tudo o que se possa combinar com elas. E nos tempos que vamos atravessando, sugestões como esta para reaproveitar, são sempre bem vindas!
Uma boa semana.
Bj da Jo

De Moira a 16.03.2009 às 18:25

Olá Jo,
Como não piquei a carne na máquina e sim da 1,2,3 foi muito rápido de fazer, até porque como disse foi para aproveitar restos.
Se experimentares depois diz-me se gostaste.
Bjs
Moira

De Mary a 16.03.2009 às 16:42

Moira, andamos numa de massa! Hihihi:)
O mundo dos aproveitamentos é muito vasto, só requer alguma imaginação para se variar na ementa!
Adorei a ideia do recheio (parecem micro-cannelonis) e o molhinho tão aromático!
Para além de saboroso, deve ficar super perfumado! :)

De Moira a 16.03.2009 às 16:51

Será da crise? hehehe
Eu ando mais poupadinha, não vá o diabo tecê-las.
Mas o gratinado ficou muito bom.
Experimenta o molho, vale a pena.
Bjs
Moira

De Nucha a 15.03.2009 às 20:11

Ai Moira que bom aspecto!!!
Sabes como diz o meu filho João para a irmâ quando são restos??? "Inês hoje a mãe fez REDONS"!!!!!!
(restos de ontem)...eh eh!!!
O teu pão é uma especialidade...o meu ficou fantástico!!!Vou mandar-te as fotos que o provam!!!
Bjs!

De Moira a 16.03.2009 às 16:52

Foi um prato de restos que ficou um verdadeiro manjar, quem não soubesse que eram restos não dava por isso.
Bjs
Moira

Comentar post



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D