Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Uma sobremesa diferente

por Moira, em 24.02.09

Higos rellenos que traduzindo para português são figos recheados, é uma receita espanhola, país que tem uma abundância de figos na sua época e que por isso seca uma boa parte deles para consumo posterior.

Falar de figos numa altura destas cheira um pouco a fora de época, o que não acontece neste caso, pois os figos utilizados são exactamente os secos e que me tinham sobrado das festas natalícias.

A primeira vez que provei esta iguaria foi na ilha de Maiorca, no hotel onde fiquei hospedada e ficaram-me gravados na memória. Esta semana ao receber um livro de receitas de Espanha, a minha cara encheu- se com enorme sorriso ao ver que a receita lá estava e que o aspecto era exactamente o mesmo que eu recordava.

A receita em causa leva Xerez, um vinho que eu tenho que comprar urgentemente, pois entra na composição de inúmeras receitas espanholas, nesta receita foi substituído por Hypocras, um vinho medieval bastante doce.

Higos Rellenos (Figos Recheados)

Ingredientes:

  • 150 ml de mel claro
  • 100 ml de Xerez doce de cor escura (ver nota abaixo)
  • 1 colher de chá de canela
  • 14 figos secos
  • 300 ml de água
  • 14 amêndoas peladas

Preparação:

Coloque o mel, o xerez, a canela, os figos e a água num tacho em lume médio e deixe ferver.

Baixe o lume e deixe cozer por dez minutos em lume brando. Retire do lume e reserve tapado durante três a quatro horas.

Retire os figos da caçarola  com uma escumadeira e reserve o líquido. Leve-o de novo ao lume para espessar e ficar com o aspecto de um xarope.

Utilizado uma faca afiada faça um pequeno golpe nos figos e encha-os com uma amêndoa.

Sirva os figos recheados regados com a calda morna e acompanha com queijo fresco ou natas.

 

Nota: Eu comi-os sem recheio e sem acompanhamento. Ficam igualmente bons.

Em vez de Xerez utilizei um vinho doce, de nome Hypocras que fiz para o Jantar Medieval há uns tempos atrás e cuja receita está aqui, mas creio que, embora alterando o sabor, poderão ser confeccionados com Vinho do Porto, Moscatel do Douro ou de Setúbal, ou com qualquer outro vinho doce e licoroso.

Para quem estiver interessado em saber, a toalha foi bordada pela minha mãe em ponto jugoslavo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:17


WOOK - www.wook.pt


15 comentários

De Manuela a 26.08.2011 às 23:51

Olá Moira (encantada),obrigada pela partilha. Hum!!!que maravilha..já estou com esse gostinho e ainda não comi, ai voufazer vou...Bela pesquisa ,adorei. Bfsemana.Bjsss

De Moira a 31.08.2011 às 22:46

Eu gosto muito. Quando fizeres depois vem dar a tua opinião.
Bjs

De Rosa Dias a 09.08.2010 às 15:56

Que eu saiba a receita de figos recheados não pertence a nenhum país... tanto no Algarve como na Andalucia, Baleares, Grécia, Itália... em todos os países mediterrâneos com figos, este modo de aproveitar o figo seco e as amendoas, e outros frutos secos, é comum. Atrevo-me a afirmar que a receita é bem anterior à existência dos países como hoje os conhecemos.

De Moira a 09.08.2010 às 17:13

Rosa,
Obrigada pela sua visita e pelo seu comentário.
Ao reproduzir a receita do livro de receitas espanholas, nem me ocorreu que de facto os frutos secos são um legado árabe bem anterior à formação destas países ou destas regiões como hoje as conhecemos. Talvez aqui a diferença seja a de cozer os frutos numa calda de vinho aromatizado antes de os rechear, mas não conheço os costumes dos outros países.

De Carlos Uailan a 21.03.2009 às 22:08

Olá pessoal! Estou aqui para ver oque vocês me surgerem como receita que seja facil de apresentar em uma aula na escola, e pra quer isso? Um trabalho de espanhol que tenho que fazer então resolvir alem de falar, ensinar alguma receita a plateia...ficarei muito grato pela ajuda de vcs

OBS: A receita que seja facil de ensinar a plateia em uma sala de aula

Obrigado pela atenção

aqui estar o meu e-mail:
carlosuailan@hotmail.com

De Heloisa a 26.02.2009 às 19:18

Oi, Moira,
Os figos devem ser deliciosos.
Mas, o que me chamou a atenção foi a toalha.
Por aqui, chamamos de bordado em vagonite. Há alguns anos atrás (muitos) as escolas ensinavam a bordar e esse era um ponto que aprendíamos. Eu, mesma, bordei algumas toalhas de mão. É um bordado muito decorativo.
Beijo

De Moira a 27.02.2009 às 13:03

Olá Heloisa,
A minha mãe tinha uma toalha destas que bordou há muitos anos atrás, um dia resolveu fazer uma para cada uma das filhas, esta é a minha e as cores foram escolhidas a condizer com o serviço de jantar.
Eu adoro essa toalha, por razões óbvias :)
Bjs

De Claudia a 25.02.2009 às 22:17

Moira,

Tudo de bom figos frescos e secos mas nunca comi assim no vinho. Eu concordo com Leonor, com queijo fresco deve ficar demais.

Sabe que eu costumava fazer um canapé com figo seco que eu abria e recheava com uma bolinha de muzzarella de bufala e enfiava um palitinho de bambu. O figuinho depois podia ser mergulhado em molinhos diferentes. Este canapé de figos causava sensação em todas as festas lá em casa, o povo amava. Desde que mudei para cá fiz uma vez, num natal, para o Per que ama figos secos depois nunca mais.

Mas sinceramente, prefiro figos frescos. No interior de São Paulo tem uma cidade chamada Valinhos que é a capital do Figo no Brasil e todo ano tem a festa do figo, uma semana de comilança de figos. Adorava ir na festa do figo, voltada com caixotes cheios. Que saudades, aqui os figos vem de Valinhos mas custam uma fortuna.

Beijos,

C.

De Moira a 25.02.2009 às 23:22

Olá Cláudia,
Esses canapés devem ser óptimos, agora só posso experimentar quando comprar mais figos.
O figo assim cozido fica com uma textura molinha que faz lembrar um pouco a textura do figo bem madurinho.
Eu sou maluca por figos, gosto deles de todas as formas e adoro pão de figo. A minha cunhada tem duas figueiras, quando chega a época dos figos o pessoal "janta" figos. O meu pai adora comer figos com pão.
Por cá os figos que se vendem também são demasiado caros porque é uma fruta que se estraga rápidamente e ninguém quer comercializar. Mas um passeio pelo campo e você pode trazer baldes cheios.
Bjs
Moira

De leonor a 25.02.2009 às 21:01

Muy buenas noches, Manuela!!

Eu, que vivo em Maiorca, nunca comi Higos rellenos!
Para ser sincera, nem nunca tinha ouvido falar em tal...
Tinha que vir a Manuela para me fazer procurar por esta iguaria!...

Aqui o Jerez é usado em imensas coisas, é como o "vinho do porto" dos espanhóis.
Mas aposto que a substituição da Manuela ficou excelente!
Esses figos devem ficar tão bons com o queijo fresco...nhami nhami!!!


Han quedado tremendos!!! :)

De Moira a 25.02.2009 às 21:11

Hola Leonor ;)
Pois parece que vou ter que comprar um Jerez muito rapidamente porque o livro tem imensas receitas de fazer crescer água na boca e que levam o referido nectar. Ainda tenho por ali uns figuinhos que vou experimentar com o queijo, acho que vai ser já a seguir ao jantar hehehe
Besos

De Manuela © a 25.02.2009 às 00:53

Um paninho em ponto jugoslavo? Muito bonito :) É um ponto muito fácil e gosto muito, de vez em quando faço uns paninhos.

Esta receita é óptima para acabar com figos que ainda tenho do Natal :)

De Moira a 25.02.2009 às 21:15

Olá Manuela,
Quando a vi pensei logo nos figos que andavam para ali e que estiveram quase a marchar para dentro de uma massa de pão. Mas assim parece-me que ficaram muito melhores. E para quem não gostar de bebidas alcoólicas devem ficar muito bons cozidos em chá. Quanto ao paninho tem quase 2 metros de comprimento hehehe só a minha mãe teria paciência para bordar-me uma toalha, mesmo sendo num ponto fácil, mas ficou linda :)
Bjs

De Mary a 24.02.2009 às 23:21

Mas que delícia , Moira!
Apetece saltar o ecrã para trincar uns quantos figuinhos!
Com mel não ficam demasiado calóricos, e podemos apreciar esta fruto seco no seu melhor ao sabor da canela e do vinho doce!
Gostava de os experimentar com o recheio de amêndoa...um must! :)

De Moira a 25.02.2009 às 21:16

Olá Mary,
Então salta lá daí que ainda sobram uns 5 ou 6, isto porque ainda não jantei ;))
Bjs

Comentar post



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D