Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sardinhas Doces de Trancoso

por Moira, em 03.11.08

Há uns tempos atrás ouvi falar de um doce que desconhecia por completo - Sardinhas Doces de Trancoso, e o D. numa das suas viagens de trabalho deu um saltinho a Trancoso de propósito para procurar as ditas.

Na sua origem estão as freiras do convento de Santa Clara, a sua massa é estaladiça e o recheio é um doce de ovos com amêndoa.

Estas vieram da Casa de Prisca, onde poderão ler mais sobre a sua origem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00


WOOK - www.wook.pt


19 comentários

De Claudia a 06.11.2008 às 11:22

Menina, Trás-os-montes você falou? Aí tocou!!!!

Minha bisavózinha veio dessa região, de uma vila chamada Mirandela. Nunca estive em Mirandela, minhas idas a Portugal nunca foram além de Lisboa e do Algarve. Mas meu pai e minha tia já estiveram lá onde ainda resistem uns poucos primos.

Minha avó viveu uma vida muito difícil e foi estimulada pelos pais a migrar para o Rio de Janeiro como babá das crianças de uma família rica da região durante um ano terrível de seca. Meu avô (o pai de minha bisavó) era acendedor de lampiões em Mirandela e tinha uma saúde prejudicada pelo fato de circular durante as noites frias. Morreu com tuberculose. Minha bisavó era analfabeta e chamava Maria. No Rio de janeiro ela encontrou um português chamado Horácio Oliveira de Lisboa que era dono de seu próprio açougue e com ele casou-se. Voltaram a Lisboa numa época de perseguição aos comunistas no Brasil. O pai do meu pai, filho de Maria e Horacio, nasceria neste curto período passado em Lisboa. Voltaram para o Rio e meu avô ainda era um menino.

Meu pai sempre foi muito amigo de seu avô português, tem o mesmo nome (Horacio Neto), se sente português e eu cresci ouvindo as histórias dos meus avós no Rio e em Portugal. Minha mãe é descendente de imigrantes pobres espanhóis que fugiram de Franco e da guerra civil, mas diferente do meu pai, não carrega o mesmo orgulho de suas raízes.

Legal, né?

Cláudia

De Moira a 06.11.2008 às 11:57

Muito brasileiro tem avô ou bisavô português e não há um transmontano que não tenha família na América do Norte ou do Sul.
Quando você voltar a Portugal aconselho uma visita à região de Trás-os-Montes e Alto Douro, de preferência na Primavera, é uma região única e um povo que ainda hoje tem muito orgulho das suas raízes e tradições.
E eu sou isenta ao falar disso pois não sou transmontana (risos)
Obrigado por partilhar um pouco da sua história.

Comentar post



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D