Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Pão de Abóbora e Nozes - Pumpkin and Nuts Bread

por Moira, em 16.10.08

 

Hoje é o Dia Mundial da Alimentação e também o "World Day of Bread", numa época em que a maioria das pessoas já não dá a atenção merecida à primeira refeição do dia, há que repensar nos hábitos e dar ao pão o papel  privilegiado que ele sempre teve na alimentação da humanidade, calcula-se que o primeiro pão terá surgido há cerca de 6 mil anos.

 Segundo a nova Roda dos Alimentos devem consumir-se 4 a 11 porções diárias de cereais e derivados, tubérculos e a Organização Mundial de saúde recomenda que cada pessoa consuma 50 quilos de pão por ano.

Este evento realiza-se pela terceira vez e a julgar pelos resultados dos anos anteriores, será por certo mais um sucesso.

Para participar inspirei-me, no Outono, nas abóboras e na famosa história da Cinderela, que preencheu o universo dos meus sonhos de infância com muitas outras histórias de príncipes e princesas.

Pão de Abóbora com Nozes

Quase no final da história, quando às doze badaladas, a  Cinderela perdeu o sapatinho de cristal, a carruagem transformou-se numa abóbora gigante que eu transformei num delicioso pão para o pequeno almoço.

Ao saboreá-lo, levemente barrado com manteiga e uma finíssima fatia de queijo, lembrei-me como acabava a história... Foram felizes para sempre.

É uma frase que ainda hoje me faz sonhar.

Pão de Abóbora com Nozes

Ingredientes:

  • 500 g de farinha sem fermento T65
  • 100 g de abóbora cozida, bem escorrida e em puré
  • 1 saqueta de levedura para pão (11g)
  • 1 pitada de sal
  • 50 g de açúcar
  • sumo de meia laranja (+/- 40 ml)
  • 50 ml de azeite virgem
  • 300 ml de água morna (pode ser a água da cozedura da abóbora)
  • 50 g de nozes picadas grosseiramente

Preparação:

Numa taça pôr a farinha e os restantes ingredientes secos, excepto as nozes, fazer um buraco no meio e colocar a abóbora e os restantes ingredientes líquidos, amassar bem e por fim adicionar as nozes, pôr a levedar durante cerca de meia hora ou até a massa duplicar de volume coberto por um pano branco e longe de correntes de ar (eu utilizo o micro-ondas, sem o ligar, claro!)

Ao fim desse tempo voltar a amassar ligeiramente e voltar a deixar levedar de novo, já numa forma de pão de forma, ou com as mãos enfarinhadas fazer pequenos pães e coloca-los num tabuleiro deixando bastante espaço entre eles para não se colarem.

Vai ao forno quente, 200º com ventilação por cerca de 30 minutos ou até o pão estar cozido.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:11


WOOK - www.wook.pt


25 comentários

De Gasparzinha a 01.10.2010 às 18:05

Amiga, desde que vi este pão no outro dia no facebook, que não me saia da cabeça.
Ontem andei a fazer limpeza ao congelador e ainda lá tinha puré de abóbora do ano passado.
Ora nem mais: acabei de comer a primeira fatia!
Confesso que a consistência demasiado mole da massa me assustou, mas ficou divinal.
Acrescentei um pouco de farinha integral e usei avelãs, porque não tinha nozes.
Muito bom!

Beijinhos :)

De Moira a 01.10.2010 às 18:37

Amiga,
Talvez a tua abóbora tivesse demasiado líquido, a massa não é tão consistente como as massas de pão que saiem da bimby, mas também não é muito líquida. A farinha integral é uma boa ideia :)
Fico feliz que tenhas gostado :)
Beijocas

De Gasparzinha a 01.10.2010 às 18:45

Talvez tenha sido isso.
Para moldar não dava, mas como era mesmo para a forma de pão, ficou perfeito.
E é bom!!

De Paula Monteiro a 10.06.2010 às 03:42

Ando intrigada com o tamanho da forma dos pães. Parece-me mais pequena que o normal, o que seria óptimo para mim. É pequena mesmo? Onde posso encontrar?

De Moira a 11.06.2010 às 01:05

Paula,
Esta é uma forma pequena, do tamanho das formas de bolo inglês, mas é de barro de grés. Comprei-a num catálogo de coisas para a casa da La Redoute, há muitos anos atrás e nunca mais encontrei à venda :(
Mas acho que podes usar uma forma rectangular de teflon ou mesmo de aluminio. Esta tem um palmo e meio de comprimento.

De Paula Monteiro a 11.06.2010 às 02:30

Não é tanto o comprimento que me intriga...mas sim a largura :) As da Teflon têm 10 cm normalmente mas esta parece-me mais estreita.

De Moira a 11.06.2010 às 11:57

Paula,
O formato é normalizado, de largura tem os 10 cm que falas, a única diferença para as outras é o facto de ser de grés e por isso própria para fazer pão deixando-o estaladiço como te tivesse sido cozido num forno de lenha.

De Ana Paula a 14.11.2009 às 20:27

Mais uma vez... Apaixonei-me pelo seu blog...
Não há uma formula mágica de termos tempo para fazermos todas estas receitas maravilhosas, lambuzar-nos todinhas e a balança ficar imóvel???
Parabéns!! O seu talento é assombroso...

De Amor e Sabores a 05.06.2009 às 19:58

È lá!.. vim por aqui espreitar, e tens aqui um pãozinho bem gostoso. humm nozes e abóbora , gostei da combinação, diferente o original.
E gostei também... da travessa onde tens o teu pãozinho.
Se não estou em erro, parece-me uma loiça regional que se fazia em Águeda..
Trouxe-me memórias de infância, porque eu morava lá ao pé da fábrica,eles faziam miniaturas também, e quando tinham defeitos, eu ia lá e eles ofereciam-me..E eu tinha terrinas, pequenas travessas, com que brincava.Giro lembrar-me agora dessas coisas.Pela tua travessa.
Beiijinhos, bom fim de semana

De Moira a 10.06.2009 às 06:47

Olá Amor e Sabores,
Estive uns dias fora, por terras transmontanas e por isso só agora te respondo.
Tens razão a travessa é de Águeda e pintada à mão, é uma loiça linda a par com a Bordalo Pinheiro das Caldas da Rainha.
O pãozinho, foi uma experiência agradável e bem sucedida.
Fica com um sabor idêntico às filhoses de abóbora que se fazem pelo natal.
Beijinhos

De Mary a 05.01.2009 às 19:44

Ok, estou rendida! Que manancial de pães deliciosos!
Este vou ter mesmo de fazer, não sei se vai dar na MFP, mas logo vejo. Vou anotar já! :)

De Manuela a 21.10.2008 às 12:34

O teu pão ficou fantástico. Com uma côdea tão rústica! Lindo, lindo :)

De Moira a 22.10.2008 às 20:45

Ficou tão agradável que vou repetir, da próxima vez numa versão doce com as nozes passas e pinhões. A côdea tem aquele aspecto mas não é rija, a textura ficou muito boa.
Obrigado.
Bjs

De nysa a 20.10.2008 às 23:04

adorei esta receita, principalmente por causa da côdea - ficou um espectáculo! beijocas

De Moira a 22.10.2008 às 20:46

Obrigado. Beijocas

De Moira a 17.10.2008 às 21:37

Aos restantes meninos e meninas deculpem não responder pessoalmente, mas o tempo está curto por estes dias derivado a um problema grave de saúde na família, a todos os meus mais sinceros agradecimentos pela força que me têm dado os vossos comentários.

De zorra a 17.10.2008 às 12:54

An awesome bread and beautiful pics. Thx for your participation in WBD'08.

De Moira a 17.10.2008 às 21:30

Thank you Zorra for your coment and for your visit.

De aespumadosdias a 17.10.2008 às 08:31

Que imagem deliciosa.
Hum!...

Comentar post


Pág. 1/2



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D