Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Pavlova ou Suspiro de Frutos Silvestres

por Moira, em 08.09.08

A lista de doces era extensa, mas também éramos muitos e depois há que agradar a todos, uns não gostam de natas, outros não gostam de chocolate, por isso há sempre um bocadinho de tudo. Um dos doces mais solicitados em minha casa ultimamente é este Suspiro de Frutos Silvestres, vulgarmente conhecido por Pavlova.

É relativamente fácil de confeccionar embora tenha que haver alguma paciência com o tempo de forno (2 horas em forno muito brando 100º)

Para quem tenha o dom da paciência é uma receita que resulta se quiserem fazer pequenos ninhos para servir em doses individuais.

Desta vez a sobremesa ficou com o aspecto de um vulcão, mas a culpa foi minha que resolvi pôr-me a inventar, gosto mais do formato de ninho redondo.

Pavlova ou Suspiro de frutos silvestres

Suspiro de Frutos Silvestres

 

Preparação:

Forrar o tabuleiro do forno com uma folha de papel vegetal, desenhar um círculo de 24 cm de diâmetro  untar a folha com margarina.

Entretanto bater 4 claras em castelo com uma pitada de sal, adicionar aos poucos 175 g de açúcar, à parte adicionar 1 colher de chá de maizena com 160 g de açúcar, mexer bem e adicionar lentamente ao preparado das claras, por fim adicionar uma colher de chá de vinagre (utilizei vinagre de framboesas).

Deitar colheradas de massa sobre o círculo do papel vegetal para formar um ninho (atenção que a massa cresce).

Levar ao forno durante 2 horas a 100º. Ao fim desse tempo desligar o forno e deixar arrefecer dentro do forno. Retirar o papel vegetal, pôr num prato e decorar com fruta a gosto, acompanhar com natas batidas.

Eu servi com frutos silvestres, dos que se vendem congelados nas grandes superfícies, deixei descongelar com 3 ou 4 colheres de sopa de açúcar. O contraste do doce do suspiro com a acidez dos frutos silvestres é muito agradável.

 

Nota: Comam, mas não abusem, que isto é altamente calórico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:27


WOOK - www.wook.pt


18 comentários

De Jacqueline a 03.07.2014 às 17:55

Meu suspiro gigante cresceu e até dourou bastante, mas depois de uma hora com o forno desligado ele minguou e ficou mole, sabe o que pode ter acontecido :(

De Moira a 08.08.2014 às 15:45

Olá Jaqueline,
O suspiro pode não ter crescido por várias razões, as claras podem não ter ficado bem batidas, a temperatura do forno podia estar demasiado elevada, principalmente porque diz que ele dourou bastante, e o suspiro não pode dourar, ele tem que ficar bastante tempo no forno a baixa temperatura para secar lentamente e ficar crocante. De qualquer das formas ele não pode dourar, isso quer dizer que tinha temperatura a mais. No final ele fica branco.
Nada como experimentar de novo.

De Anónimo a 26.09.2011 às 14:48

Olá Moira,

Mais uma vez obrigado pela tua preciosa ajuda.
Infelizmente nem o forno nº2 nem os meus nervos colaboraram e acabou por não haver Pavlova.
Qualquer dias destes, sem estar debaixo de pressão, tentarei de novo.
Um beijinho e boa semana.

Mãe Caracoleta

De Moira a 27.09.2011 às 20:13

Que pena! Pode ser que para a próxima saia melhor.

De Anónimo a 24.09.2011 às 22:55

Boa noite Moira,

Desculpa a hora, mas estou em apuros culinários.
Comprei tudo para fazer uma Pavlova que deveria levar para um almoço amanhã.
Entretanto, seguindo a receita à risca, já repeti a parte inicial das claras por 3 vezes e não consigo fazer nada.
Tanto a tua receita como a que eu tenho,que é muito semelhante, têm imenso tempo de cozedura e a Pavlova cresce "as minhas" cozem rapidamente e não crescem, pelo contrário, minguam, fico sem cratera para colocar o recheio.
Qual é o truque?

Um Abraço.
Mãe Caracoleta

PS - Estou ansiosa pelo 500!!!

De Moira a 24.09.2011 às 23:03

Olá
As claras têm que ficar muito bem batidas como se faz para os suspiros, depois de bater em castelo vais acrescentando o açúcar aos poucos, elas ficam firmes e brilhantes, o tempo de forno prolongado é para as claras não queimarem, as claras têm que secar devagarinho.
Se não ficar com cratera não te preocupes, podes pôr a fruta por cima na mesma.
E não te esqueças do vinagre, é mesmo importante, se não quiseres usar vinagre põe sumo de limão.
Fico a torcer para que dê certo.
Beijinhos

De Moira a 24.09.2011 às 23:06

Esqueci-me de dizer que o forno têm que ter uma temperatura baixa para elas não cozerem depressa. Quando isso acontece a pavlova fica mole por dentro, e não é o que se pretende, pois a pavlova não é mais que um suspiro gigante :)
Boa sorte

De Anónimo a 25.09.2011 às 06:54

Obrigado Moira pelas tuas sábias explicações.
Tenho usado sumo de limão e são esses passos que tenho seguido, talvez o problema esteja no forno, que é meio disparatado (muito forte, mesmo em temperaturas baixas).
São 6:50, ainda tenho tempo, vou avançar para a 4ª Pavlova e usar o forno nº 2. Vamos ver se desta vez alcanço o objectivo.

Bem haja e bom domingo.
Mãe Caracoleta

De caderninho de receitas a 04.07.2011 às 00:11

Parece deliciosa... era mesmo isso que eu pretendia...
Diz-me uma coisa de que tamanho fica mais ou menos???
Beijinhos e obrigada pela dica ;)

De Moira a 04.07.2011 às 00:22

Só leva 4 claras mas fica grande, este prato tem 27 cm de diâmetro.

De Glau a 10.09.2008 às 03:01

Cada receita que tem por aqui! Uma mais maravilhosa que a outra...

De Moira a 10.09.2008 às 11:08

Mais uma vez agradeço o seu comentário, fico muito feliz por ter gostado do meu cantinho, entretanto já cusquei As Madames na Cozinha e também gostei bastante, principalmente as amoras em geleia de moscatel, deve ser uma delícia.

De leonor a 09.09.2008 às 21:39

Boa noite, mais uma vez...

Obrigada pela resposta...aliás sou só eu que tenho a agradecer porque as suas palavras animaram o meu dia!... só posso acreditar na sua sinceridade e esperar que acredite na minha: fiquei mesmo muito feliz pela visita...
Não fazia ideia do que era ter um blog, nem tinha o hábito de visitar blogs. Tudo isto é muito novo para mim, vou chegando e aprendendo aos poucos o funcionamento e os cantinhos deste mundo culinário virtual. Os comentários enchem-me de alegria, principalmente os positivos, como o seu!

Um beijo

De Mão na MAssa a 09.09.2008 às 15:52

Olá!

O que tens de fazer agora é dar umareceita tua à tua parceira e vise-versa, e fazer a receita que ela te mandar

Bjs

De leonor a 08.09.2008 às 21:25

Esta Pavlova parece-me irresistível!...e os frutos vermelhos a escorrer...deliciosos! :)
...um "ninho" para uma boa colherada:)

Beijo e uma boa noite!


Obrigada pelo comentário, deixou-me muito feliz!:)

De Moira a 09.09.2008 às 11:22

Obrigada pela visita! Foi para mim uma honra ter um comentário seu no meu humilde blog. Isto parece lamechas mas é sincero! Quem sabe a Leonor um dia faça os pequenos "ninhos" que eu por falta de destreza no uso do saco de pasteleiro me sinto incapaz de concretizar ;-)
Beijo e continuação de bom trabalho!

De pipoka a 08.09.2008 às 18:14

Então deve ser a minha impaciência que me faz estragar tudo o que leva claras....

bjs

De Moira a 08.09.2008 às 18:23

Compreendo o teu desespero, em molotof's sou um desastre, esta pavlova e os souflés ainda vão saindo mais ou menos. Felizmente o meu fogão agora tem um programador que apita quando acaba o tempo, tem sido uma ajuda preciosa. Bjs.

Comentar post



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D