Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para hidratar e refrescar

por Moira, em 25.04.13

Hoje saí de manhã com uns amigos para dar um passeio a pé pelas redondezas e de regresso já estava tanto calor que cheguei a casa completamente desidratada, isto porque me esqueci de levar água, pelo que esta limonada cumpriu a missão não só de hidratar mas também de refrescar.

Limonada de Lima e Morango

Ingredientes:

  • 2 limas
  • 100 g de morangos + 2 ou 3 para decoração
  • 50 g de açúcar
  • 1 litro de água

Preparação:

Bimby/Thermomix

Lavar os morangos e cortar os pedúnculos.

Pulverizar o açúcar, acrescentar os morangos e triturar, 1 minuto, velocidade 6.

Acrescentar as limas cortadas em quatro e a água e carregar no turbo durante um segundo.

Coar e servir com gelo e alguns morangos laminados.

Tradicional:

Triturar os morangos com o açúcar no liquidificador até obter um puré de aspecto homogéneo, acrescentar o sumo de lima e a água, misturar de novo e servir com cubos de gelo e alguns morangos laminados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:27

Porque adoro favas

por Moira, em 20.04.13

A primavera, para além de ter trazido o tão desejado sol, trouxe também as favas e qualquer uma destas coisas me deixa feliz.

E porque a época das favas dura tão pouco tempo eu tento aproveitá-la ao máximo.

Habitualmente faço-as guisadas com chouriços, um dos pratos preferidos do meu marido, mas também vou experimentando coisas novas, como esta salada que vos trago hoje e que foi inspirada pela Salada de Bacalhau com Favas da Gisela. Como cá em casa, não costumo ter bacalhau, resolvi experimentar com atum, que também é uma daquelas coisas que como 4 ou 5 vezes ao ano.

Salada de Favas com Atum - 1 pessoa

Ingredientes:

  • 150 g de favas descascadas (2 vezes)
  • 1 lata de atum em azeite (das pequenas)
  • 1 ovo cozido
  • 1 colher de sopa de cebola nova picada
  • 1 colher de sopa de salsa picada
  • azeite e vinagre a gosto

Preparação:

Colocar um tacho com água ao lume, quando começar a ferver juntar as favas, temperar com sal e contar 5 minutos depois de levantar fervura, retirar de imediato da água e deixar arrefecer. É muito importante respeitar o tempo de cozedura, pois mais tempo de cozedura iria transformar as favas em puré, uma vez que são completamente descascadas.

Numa tigela misturar as favas com o atum, temperar com azeite e vinagre e decorar com o ovo cozido, se gostar polvilhe com cebola e salsa picada.

Nota: Se preferir pode usar as favas com casca, já que dá algum trabalho descascar as favas duas vezes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

Da Polónia com amor

por Moira, em 12.04.13

Foi no dia dos namorados que o Senhor Embaixador da Polónia em Portugal, abriu as portas da sua casa e ofereceu um magnífico almoço, (ou como diria a minha avó, um verdadeiro banquete) para promover as Jornadas Gastronómicas da Polónia que estão agora a decorrer no Restaurante do El Corte Inglés.

Foi uma honra ter sido convidada e assim poder provar as iguarias de um país que ainda não tive oportunidade de visitar.

Da Polónia e das suas tradições gastronómicas pouco ou nada sabia, por isso foi muito agradável descobrir uma grande variedade de pratos deliciosos, alguns deles com clara influência de outras gastronomias europeias e que para mim, à excepção de dois, eram todos desconhecidos.

Talvez pela sua localização geográfica, a Polónia sofreu, ao longo de várias décadas, a influência de outras gastronomias, nomeadamente da Russa, Turca, Mongol, Francesa, Alemã, Italiana e Judaica. A sua principal característica é o uso de produtos frescos e biológicos e a elaboração da maioria dos pratos requer algum tempo, empenho e paixão pela cozinha.

Nas palavras do senhor Embaixador:

"Uma típica refeição polaca inclui uma entrada fria, sopa, prato principal guarnecido com vegetais e uma sobremesa. O processo de preparar os alimentos é tão delicioso quanto comê-los: cortar a salsa, o endro e a cebola, cortar as carnes, descascar os legumes, e combinar todos os ingredientes num tacho, enche a cozinha e a casa inteira com uma atmosfera caraterística. Preparar os alimentos é realmente um acontecimento, especialmente nas épocas do Natal e da Páscoa.".

Se ficou curioso, ainda está a tempo de experimentar alguns dos pratos mais emblemáticos da gastronomia polaca no El Corte Inglês até ao dia 21 de Abril.

Mazurek - Bolo Polaco da Páscoa

Mazurek

(receita gentilmente cedida pela Embaixada da Polónia em Lisboa)

Ingredientes:

para a massa quebrada

  • 2 chávenas e meia de farinha sem fermento
  • 250 g de manteiga
  • 5 gemas de ovo
  • um pacote de açúcar baunilhado
  • 3 colheres de sopa de açúcar em pó

para o recheio

  • uma lata de leite condensado cozido

para a decoração

  • fruta fresca e frutos secos a gosto

Preparação:

Num tabuleiro coloque a manteiga que retirou do frigorífico e corte aos pedaços. Junte a farinha, o açúcar e as gemas, e amasse rapidamente até a massa ficar uniforme. Deixe repousar no frigorífico cerca de uma hora. Com o rolo da massa forme rectângulos com meio cm de espessura e do tamanho que desejar. Esta quantidade de massa dá para preparar 3 bases de bolo.

Leve ao forno previamente aquecido a 180 º durante 15 a 20 minutos até a massa ficar dourada. Deixe arrefecer e, de seguida. barre com o leite condensado cozido. Decore com os frutos a seu gosto.

Bom proveito! Smacznego!

 

Esta e outras iguarias poderão ser degustadas até ao próximo dia 21 de Abril no Restaurante do El Corte Inglés.

E se a escolha já é dificil nos pratos salgados, no que toca às sobremesas a escolha também não será fácil.

Mazurek (foto acima) ou Sernik? (foto abaixo), o que vale é que a Suzana tratou do assunto e assim poderão provar os dois.

Sernik - Cheesecake Polaco com doce de ginja

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:03

Bolachinhas de Cacau

por Moira, em 08.04.13

Para beliscar a meio da tarde estas bolachinhas são a combinação perfeita para uma chávena de café.

Bolachinhas de Cacau e Canela

Ingredientes:

Para a massa

Para a guarnição

  • 1 clara de ovo ligeiramente batida para pincelar
  • amêndoa laminada q.b.

Preparação:

Misturar todos os ingredientes secos, juntar a manteiga fria cortada aos cubinhos e trabalhar a massa de forma rápida até ficar com aspecto de areia molhada. Adicionar as gemas e misturar apenas o necessário para poder formar uma bola. 

Dividir a massa em 3 ou 4 partes e formar cilindos. Embrulhar em folha de alumínio e guardar no frio por cerca de 2 a 3 horas, ou se preferir de um dia para o outro. Ligar o forno nos 180º, cortar as bolachas com cerca de 5 mm de espessura, pincelar com clara de ovo batida e colar em cima de cada uma um pedaço de amêndoa lascada. Levar ao forno, sobre uma folha de papel vegetal, entre 10 a 12 minutos. Para a clara não secar antes de colar a amêndoa, convém pincelar apenas 6 bolachas de cada vez.

 

Notas: Acompanham bem, quer um chá, quer um café, mas o melhor é servir com cautela que estas bolachas são viciantes.

Consoante o tipo de farinha que usamos e o tamanho dos ovos, por vezes é necessário adicionar uma colher de sopa de água fria para ligar a massa e poder moldá-la.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:17

Resultados do Desafio Boca Doce

por Moira, em 03.04.13

Antes de mais quero agradecer a todos a vossa participação.

Agora vamos aos resultados, os cinco vencedores são:

Participante

Frase

Elizabete P.:

Na Páscoa quero amêndoas, na Primavera quero flores.
E quando quero inspiração, vou ao Tertúlia de Sabores!

Ana Viana:

O Tertúlia de Sabores é a minha inspiração, seja na Páscoa ou em qualquer outra ocasião.

Sandra Vieira:

No Tertúlia de Sabores
Há sempre algo de exceção
No aspeto, forma e cores
A Páscoa é uma Tentação!

Mª Helena Crujeira:

Quem a Tertulia de Sabores espreita a sua Pascoa adoça!

Micaela Santos Luz:

Tertúlia de Sabores,
do Continente aos Açores,
cada qual com sua tradição,
dependendo da região...
a Páscoa é igual para toda a gente,
com um ou outro ingrediente diferente...
mas o segredo é optar pelo caseiro e tradicional,
juntando boa disposição para um almoço especial!

 

Agradeço que me enviem por e-mail para o endereço neladias(arroba)sapo(ponto)pt, nome completo, morada e contacto telefónico para eu fazer chegar ao Boca Doce para que eles vos enviem o respectivo prémio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:40


WOOK - www.wook.pt

Pág. 1/2



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D