Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



só para apreciadores

por Moira, em 15.11.11

Há quem goste e quem deteste. 

Esta é, pois, uma receita para apreciadores, já que nem toda a gente gosta de caça, nomeadamente de javali. 

Javali Estufado com Castanhas

Ingredientes:

  • 1 kg de Javali
  • 2 raminhos de tomilho fresco ou 1 pitada de tomilho seco
  • 1 cebola média
  • 6 dentes de alho
  • o,5 dl de azeite
  • 2,5 dl de vinho tinto (+/- um copo)
  • 2 dl de cerveja preta
  • 2 folhas de louro
  • sal e pimenta q.b.

Preparação:

Corte o javali em pedaços, e ponha a marinar com 3 dentes de alho cortados, o louro e o vinho tinto. Deixe a marinar de um dia para o outro.

Num tacho de ferro coloque o azeite e quando estiver quente coloque os pedaços de carne escorridos e deixe alourar por todos os lados, junte então o tomilho, a cebola e os restantes dentes de alho picados, tempere com sal e pimenta, adicione a cerveja preta e o líquido da marinada e deixe cozinhar em lume brando até que a carne se apresente tenra, o que demora entre hora e meia a duas horas. Se começar a ficar seco e sem molho, vá acrescentando um pouco de água.

Sirva com castanha cozida e grelos salteados com azeite e alho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:26

um bolo viajado

por Moira, em 12.11.11

Sábado, a manhã está calma, atravesso Lisboa em direcção ao nº 30 da Rua de S. Bento, foi lá que combinei um encontro com um grupo de amigas.

Os turistas percorrem cada canto da cidade e aproveitam a estadia como só os viajantes o sabem fazer e apesar das nuvens a cidade está com aquela luz que tanto a caracteriza.

O tempo passa rápido, trocamos conversas, experiências e gargalhadas, bebemos cafés, capuccinos e machiatos, num espaço agradável, de ambiente calmo e convidativo ao descanso. Não reparei no que havia para comer, falha minha, mas sendo a Palavra de Viajante um espaço dedicado a viagens, este bolo crumble que tem viajado de blog em blog, seria o acompanhamento perfeito para o nosso café e a escolha certa para dedicar à Ana com votos de sucesso na concretização deste sonho.

Façam uma pausa e passem por lá, a Ana terá todo o gosto em vos receber.

Bolo Crumble de Marmelo

Ingredientes:

Recheio:

  • 250 g de marmelo cortado aos cubinhos
  • 60 g de açúcar
  • 2 colheres chá de amido de milho (10 g)

 

Para as “migalhas” (crumble):

  • 75 g de açúcar mascavado escuro
  • 75 g de açúcar amarelo
  • 1 colher chá de canela em pó (4 g)
  • 100 g de manteiga
  • 200 g de farinha de trigo sem fermento

Para o bolo:

  • 80 g crème fraiche
  • 1 ovo grande
  • 1 gema grande
  • 2 colheres chá de extracto de baunilha
  • 130 g de farinha sem fermento
  • 85 g de açúcar
  • ½ colher chá de fermento em pó
  • 85 g de manteiga amolecida mas não derretida

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 160ºC.

Unte uma forma com manteiga, usei uma tarteira redonda de 24 cm de diâmetro.

Para o recheio:

Misture o marmelo com o açúcar e o amido de milho e reserve.

Para as “migalhas”:

Numa taça coloque os açúcares, a canela, a farinha e a manteiga e misture com a ponta dos dedos até obter uma mistura que parece areia molhada aos pedaços. Reserve.

Para o bolo:

Numa tigela, misture o crème fraiche, o ovo, a gema e a baunilha. Reserve. Noutra taça, misture a farinha, o açúcar e o fermento, adicione a manteiga e uma colher de sopa da mistura de ovo e bata bem, a média velocidade, até a farinha estar toda humedecida. Aumente a velocidade e bata durante 30 segundos. Junte a restante mistura de ovo, metade de cada vez, e bata durante 20 segundos entre cada adição. Pode ter de ir rapando os lados da tigela com uma espátula para garantir que a massa fica bem batida e homogénea.

 

Coloque metade da massa na forma, por cima espalhe os pedaços de marmelo e por fim coloque as migalhas.

Leve ao forno cerca de 45 minutos até que um palito inserido no centro saia sem massa de bolo.

Deixe arrefecer completamente e sirva com café.

 

Não é todos os dias que o marido me pede bolos, mais difícil ainda seria pedir-me um bolo crumble, mas foi isso que aconteceu e eu apressei-me a satisfazer o pedido e no momento de decidir qual o bolo que faria, não hesitei em escolher este que provei faz tempo feito pela Margarida.

É indiscutível que as coisas boas nos ficam sempre na memória.

Fiz bastantes alterações à receita original, a começar pela substituição do ruibarbo pelo marmelo, mas o resultado não me decepcionou. Creio que ficará bem com qualquer fruta ácida e até já estou a imaginá-lo com cerejas, quando for o tempo delas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:20

está tudo embrulhado

por Moira, em 10.11.11

O peixe, nem parece peixe quando se apresenta num belo embrulho, não acham?

Embrulhos de Pescada

Ingredientes:

  • 4 lombinhos de pescada
  • 4 folhas de couve lombarda
  • 2 cenouras médias raladas
  • 2 colheres de sopa de azeite aromatizado
  • orégãos e alho moído
  • azeite e vinagre q.b.
  • coentros picados q.b. (opcional)

Preparação:

Temperar o peixe com um pouco de sal.

Lavar e escaldar as folhas de couve, para o fazer colocar um tacho ao lume com água, quando a água ferver colocar lá dentro as folhas de couve por uns dois minutos, apenas o sufiente para ficarem moles e moldáveis para que ao enrolar o peixe não se partam. Escorrer as folhas e colocar em cima de cada folha de couve uma porção de cenoura ralada, salpicar com sal e orégãos, por cima da cenoura colocar um lombinho de pescada salpicar com uma pitada de alho moído e meia colher de sopa de azeite, de preferência aromatizado e enrolar a folha de couve como se fosse um embrulho. Finalizar cada embrulho fechando com um palito ou atando com fio próprio para alimentos. Cozer ao vapor. Temperar com azeite e vinagre, polvilhar com coentros e servir. Quem gostar pode acompanhar com uma batata cozida.

 

Entretanto não se esqueçam das Receitas para a Maria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:27

um verdadeiro desafio

por Moira, em 04.11.11

Imagine que vivia num local do mundo onde não tinha acesso a praticamente nada, em que uma varinha mágica é coisa de contos de fadas e civilização é pouco mais que uma palavra no dicionário. 

Imagine que de um dia para o outro a sua alimentação mudava drasticamente devido ao facto de viver num país longínquo em que tudo escasseia e em que o trivial é pago a peso de ouro.

Imagine que os ingredientes que tem à mão para cozinhar são pouco mais que 20 e que toda a parafernália de equipamento que tem nos armários da cozinha desapareceu.

Imagine ainda, que nesse local longínquo o restaurante mais próximo fica na capital, a muitos quilómetros de distância e que só pode por lá passar uma vez por mês.

Coffee Handler with Beans from Timor Cooperative

Foto da Galeria das Nações Unidas no Flickr - Timor-Leste - UN Photo/Martine Perret

 

Nós temos que imaginar, mas a Maria não, pois na verdade, a Maria foi viver para o outro lado do mundo, está Timor Leste como voluntária das Nações Unidas, ela não precisa de imaginar nenhuma das coisas de que vos falei há pouco, porque para ela é o dia a dia, por isso fez-me um apelo.

Foi na sequência desse apelo e depois de ter falado com ela que me lembrei que estamos em Novembro, o mês em que tradicionalmente lanço um desafio à blogosfera, ocorreu-me por isso que poderíamos fazer uma coisa diferente, uma espécie de desafio solidário, e aquilo a que eu chamo um verdadeiro desafio, pois vai ser preciso puxar pela imaginação.

O que vos proponho é que ajudemos a Maria a cozinhar de uma forma variada com o pouco que tem e sem recurso a qualquer utensílio de cozinha que não esteja na lista.

Ela não tem balanças nem copos medidores, por isso nada de gramas ou mililitros, apenas chávenas, colheres ou pitadas.

Para cozinhar a Maria dispõe apenas de um fogão de dois bicos, não tem forno e os utensílios resumem-se a um tacho, uma panela e uma frigideira, também há pratos, facas, colheres e garfos, chávenas de chá e quem sabe uma colher de pau.

A lista de ingredientes é escassa, mas ainda assim dá para fazer muita coisa, esqueçam os ovos mexidos com salsichas ou as batatas cozidas com atum que disso já ela está farta, puxem pela imaginação e sejam criativos, tenho a certeza que a Maria agradece.

A água não está mencionada abaixo, mas é coisa que não falta, já da electricidade não se pode dizer o mesmo, vamos então à lista de ingredientes:

 

 

Ingredientes Básicos

Galinha

Salsichas em lata

Atum em lata

Farinha

Ovos

Leite

Arroz

Batata

Esparguete

Açúcar

Abóbora

Cenouras

Alface

Tomate

Pepino

Alhos

Cebolas

Pimentos

 

Temperos

 

Colorau

Orégãos

Canela

Azeite

Óleo

Sal

Pimenta

Salsa

 

 

Frutas

 

Maçã

Papaia

Melancia

Banana

Laranja

Limão

Coco

 

 

Ingredientes que aparecem quando o rei faz anos

Natas

Gelatina

Chocolate

 

Atenção - Actualização da lista de ingredientes e utensílios:

  • Fermento em pó consigo, 
  • feijão enlatado também (feijão vermelho e feijão frade). De vez em quando consigo apanhar em Díli 
  • grão em lata da Compal (tenho cá em casa duas latas)
  • salsa também há
  • guardanapos de papel
  • chávenas de chá que o dono do Hotel em Díli me emprestou
  • Pacotes de gelatina também consigo de vez em quando em Díli
  • frigideira é anti antederente sim porque é nova

Regras:

Quem pode participar?

O desafio está aberto a todos os que quiserem participar que tenham blog ou sejam fãs da página do Facebook do Tertúlia de Sabores, podem participar com uma ou mais receitas, todas as sugestões são bem-vindas, leiam com atenção o texto acima e respeitem quer a lista de ingredientes, quer a lista de utensílios, isto é importante porque a Maria vai ler as vossas receitas e vai querer experimentá-las.

Quando podem publicar?

Podem publicar quando quiserem, ao longo de todo o mês de Novembro, mencionando que estão a participar no desafio de Aniversário do Tertúlia de Sabores, que este ano tem como lema: "Uma Receita para a Maria". Os que não têm blog podem publicar directamente na página de fãs do Facebook do Tertúlia de Sabores.

O que devem fazer depois de publicar?

Quem publicar no Facebook não tem que fazer nada, quem publicar num blog e como não conheço todos, peço que deixem um comentário neste post ou enviem-me um e-mail com o link para o vosso post, para eu poder partilhar na página do Tertúlia de Sabores no Facebook e poder fazer posteriormente um resumo com todas as publicações recebidas.

 

Conto convosco!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39

em boa companhia

por Moira, em 01.11.11

Quando os amigos se juntam, há sempre, boa conversa, bom vinho e boa comida.

Desta vez escolhemos um fondue de queijo para a entrada e para acompanhar, para além dos habituais cubos de pão, tivemos uns palitos de presunto e oregãos e uns cubos de goiabada, que fugindo completamente à tradição fizeram uma combinação perfeita.

Palitos de Presunto e Orégãos

Ingredientes:

  • 250 g de farinha de trigo
  • 40 ml de azeite
  • meia colher de café de sal fino
  • 100 ml de água morna
  • 50 g de presunto aos pedaços
  • meia colher de café de oregãos secos

Preparação:

Bimby / Thermomix

Coloque o presunto aos pedaços no copo e dê uns três toques de turbo, para o triturar.

Adicione a farinha, os orégãos e o sal e programe 5 segundos, velocidade 5, junte a água e o azeite e programe, 1 minuto, velocidade espiga.

Retirar a massa do copo, moldar os palitos, que vão ao forno aquecido a 180º durante 10 a 15 minutos ou até se apresentarem dourados.

Tradicional

Numa picadora pique o presunto bem miudinho.

Numa tigela deite a farinha, misture o presunto e faça uma cova no meio, deite lá o azeite e o sal e amasse deitando a água aos poucos até envolver toda a farinha e obter uma massa moldável. Moldam-se o palitos que vão ao forno aquecido a 180º durante 10 a 15 minutos ou até apresentarem uma cor ligeiramente dourada.

 

Servi estes palitos de presunto a acompanhar um fondue de queijo, receita da Elvira, mas fiz apenas metade da receita do fondue. Para os mais preguiçosos existem umas embalagens com um preparado para fondue que a única coisa que têm que fazer é derretê-lo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:01


WOOK - www.wook.pt

Pág. 2/2



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D