Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Números Redondos

por Moira, em 27.09.11

Este é o 500º post, chegar a este número redondo nunca foi uma meta, mas é sem dúvida uma etapa importante na vida deste blog.

Obrigada a todos os que permanecem desse lado.

Brindo-vos pois com este bolo que foi feito para o 44º aniversário da minha mana. Era para ser recheado com natas e frutos silvestres, o que para mim seria a ligação perfeita, mas como ela não gosta de natas optei por um creme de pasteleiro de chocolate.

Bolo de Chocolate com Frutos Silvestres

Ingredientes:

Para o Bolo

  • 4 ovos + 2 claras
  • 150 g de açúcar
  • 50 g de farinha de trigo
  • 10 g de amido de milho
  • 50 g de cacau em pó
  • 1 colher de chá de fermento em pó

Para o creme:

  • 250 ml de leite
  • 2 gemas de ovo
  • 40 g de açúcar
  • 30 g de amido de milho
  • 100 gr chocolate

Para Decorar:

  • 100 g de framboesas
  • 100 g de amoras

Preparação do Bolo:

Tradicional

Bater os ovos e as claras com o açúcar até duplicar de volume. Misturar a farinha, o amido de milho, o cacau e o fermento e adicionar aos poucos à mistura dos ovos envolvendo cuidadosamente com uma espátula para não baixar de volume, levar ao forno aquecido em forma bem untada, cerca de 15 a 20 minutos ou até estar cozido.

Bimby / Thermomix

Colocar a borboleta no copo, juntar os ovos as claras e o açúcar, seleccionar 5 m, 37º, velocidade 3, quando terminar, seleccionar mais 5 m, velocidade 3, mas sem temperatura.

Entretanto colocar numa taça a farinha, o amido, o cacau e o fermento e misturar com uma colher.

Seleccionar 20 segundos, velocidade 3 e adicionar a mistura de farinhas, aos poucos pelo bocal.

Levar ao forno aquecido em forma bem untada, cerca de 15 a 20 minutos ou até estar cozido.

Desenformar e colocar sobre uma grelha para arrefecer.

 

Preparação do creme:

Tradicional

Picar o chocolate e reservar.

Levar o leite o lume para aquecer.

Bater as gemas com o açúcar até dobrar de volume, juntar o amido de milho.

Juntar o leite quente aos ovos muito lentamente e mexendo sempre com uma vara de arames ou uma batedeira. Levar tudo de novo ao lume muito brando até engrossar. Retirar do lume juntar o chocolate e esperar um minuto ou dois para o chocolate derreter, mexer então com uma vara de arames até obter uma mistura homogénea.

Bimby / Thermomix

Coloque o chocolate no copo, pique-o com uns golpes de turbo e reserve.

Coloque no copo os restantes ingredientes e programe 8 minutos, 90º, velocidade 3.
Adicione o chocolate picado e espere 1 minuto.
Ao fim desse tempo, programe 1 minuto, 80º, velocidade 3

Retirar do copo para uma taça e deixar arrefecer coberto por película aderente para não ganhar nata.

 

Servir o bolo coberto com o creme de chocolate e as amoras e framboesas.

 

Notas: A ideia do creme de pasteleiro de chocolate veio daqui mas não sei porque o meu ficou tão claro.

Pode substituir o creme de chocolate por natas batidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:35

499 posts e a minha primeira Charlotte

por Moira, em 22.09.11

A charlotte é uma sobremesa que sempre fez parte do meu imaginário, tem uma apresentação excelente e até parece muito elaborada, mas na realidade até é relativamente simples. Procuradas as receitas acabei por eleger esta a que fiz algumas alterações por minha conveniência e pareceu-me a escolha perfeita para um jantar de amigas, para uma em especial que vinha cheia de saudades de framboesas e outros frutos vermelhos.

A minha primeira charlotte não ficou bonitinha para colocar um laço à volta, mas o sabor compensou a pouca formosura.

Charlotte de Framboesas

Ingredientes:

Xarope:

  • 30 ml de água
  • 15 g de açúcar
  • 30 ml de Vinho do Porto

Creme:

  • 220 g de palitos de champanhe (lady fingers)
  • 80 g de framboesas e amoras frescas
  • 500 g de queijo quark com 20% de gordura
  • 150 g de açúcar
  • 6 folhas de gelatina incolor
  • 2 colheres de sopa de água quente
  • 200 ml de natas bem geladas
  • 2 colheres de sopa de sumo de limão

Decoração:

60 g de Framboesas

60 g de amoras

100 g de mirtilos

folhas de hortelã qb.

 

Preparação:

Forrar com película aderente uma forma de charlotte com 19 cm de diâmetro e 9 cm altura.

 

Do Xarope:

Misturar a água com o açúcar, levar ao lume até o açúcar ficar dissolvido. Retirar do lume e juntar o rum, misturar bem e deixar arrefecer.

Pincelar os palitos com o xarope de vinho do Porto sem ensopar demasiado (senão não os vais conseguir manter de pé dentro da forma) e colocá-los na vertical a toda a volta da forma.

Cortar os restantes palitos em cubinhos, borrifar com o xarope e reservar.

 

Do Creme:

Misturar o açúcar com o queijo de forma a obter uma mistura lisa e homogénea.

Colocar as folhas de gelatina de molho em água fria por 2 ou 3 minutos.

Escorrer as folhas de gelatina e misturá-las na água quente, mexendo para dissolver. Deixar arrefecer um pouco e adicionar a gelatina à mistura do queijo creme e misturar bem até ficar homogéneo.

Entretanto, bater as natas geladas com duas colheres de sumo de limão até ficarem firmes. 

Com a ajuda de uma vara de arames envolver suavemente as natas na mistura do queijo creme.

 

Colocar 1/3 do creme na forma, espalhar  por cima alguns frutos e alguns cubos dos palitos reservados. Cobrir com mais um pouco de creme, colocar por cima mais alguns frutos e os restantes palitos cortados cobrindo com o restante creme.

É importante que o recheio da charlotte fique ao mesmo nível que os palitos dispostos na vertical, se isso não acontecer, faça uma camada com cubos de palitos até ficar com a mesma altura, ou leve assim ao frigorifico e antes de desenformar corte as pontas dos palitos com uma tesoura.

 

Levar ao frigorifico até solidificar (4 a 5 horas).

 

Na altura de servir, desenforme a charlotte para um prato e com cuidado retire a película aderente.

 

Decorar com os frutos silvestres frescos e folhas de hortelã. 

 

Notas: Esta receita foi ligeiramente adaptada da Charlotte de Framboesa da Andreia, a mentora do Blog Baunilha e Caramelo, um espaço repleto de coisas doces.

Ao todo usei 300 g de frutos silvestres, a Andreia faz um coulis para acompanhar a charlotte, eu optei por servir apenas com a fruta fresca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:18

Simplicidade, precisa-se

por Moira, em 18.09.11

Por vezes, essência de uma sobremesa reside na simplicidade.

Meloa com Mel e Vinho do Porto

Ingredientes:

  • 1 meloa cantalupe
  • 2 colheres de sopa de mel de rosmaninho
  • 4 a 5 colheres de Vinho do Porto
  • 2 nozes

Preparação:

Abra a meloa ao meio, retire-lhe todas as sementes e com a ajuda de uma colher própria faça bolinhas que divide por 2 taças.

Numa taça à parte, dissolva o mel com o vinho do porto.

Regue a meloa com esta mistura e reserve por cerca de meia hora no frio, mexendo de vez em quando para que toa a meloa ganhe sabor.

Sirva frio, polvilhado por nozes partidas ou amêndoa torrada.

 

Notas: Pode polvilhar com canela ou raspa de limão em vez das nozes.

Para uma versão não alcoólica, substitua o vinho do porto por chá preto.

Se não tiver a colher para fazer bolinhas, corte a meloa em pequenos cubos.

Pode usar outra variedade de meloa e também fica bem com melão.

Usei mel de rosmaninho transmontano, mas pode usar outro a gosto.

O vinho do Porto é um Rozès especial reserva, mas pode usar outro vinho do porto que também não ficará mal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:27

Com um ramo de Tomilho

por Moira, em 14.09.11

Nunca fui de programar refeições com antecedência, talvez porque não gosto de rotinas, as refeições surgem quase sempre ao acaso, sem programação prévia, sem lista de compras e na maioria das vezes sem receita. Passo pelo supermercado do bairro antes de regressar a casa, olho para as coisas e surge sempre uma ideia para o jantar.

Complicado? Acredito que o seja para a maioria das pessoas, mas para mim é natural.

Foi o que aconteceu hoje, ao cruzar-me com um ramo de tomilho fresco, imediatamente pensei que teria de o levar comigo e fazer qualquer coisa com ele.

Coelho com Tomilho e Mostarda à Antiga

Ingredientes:

  • 6 mãos de coelho
  • 2 dentes de alho
  • 1 folha de louro
  • 4 raminhos de tomilho fresco
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 1 copo de vinho branco
  • 1 copo de água
  • 1 colher de chá de mostarda à antiga (aquela que tem grãos inteiros)
  • 1 pitada de sal

Preparação:

Temperar o coelho com o sal, o louro, o alho picado e as folhinhas de tomilho e deixar tomar sabor durante pelo menos meia hora.

Aquecer o azeite numa frigideira e alourar o coelho de ambos os lados em lume forte, quando tiver um aspecto dourado, baixar o lume e adicionar o vinho branco, deixando cozinhar até quase evaporar todo o molho, juntar então o copo de água, tapar a frigideira e deixar cozinhar em lume brando até a carne estar cozida, se necessário junte mais água, mas sempre em pouca quantidade. Quando a carne estiver cozinhada adicionar a mostarda ao molho, envolver na carne e deixar fervilhar mais uns 5 minutos só para tomar sabor. O molho no final deve ter um aspecto cremoso.

Servir com arroz de espinafres ou com legumes salteados.

 

Notas: O restante tomilho pode ser guardado no congelador. Quando compro coelho divido-o de forma a usar as diferentes partes para outras receitas. Habitualmente as pernas são para assar no forno e os lombos peço para cortar mais pequenos para fritar, assim sai mais barato do que comprar só mãos ou só pernas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:49

Um Manjar dos Deuses

por Moira, em 11.09.11

Há muito que queria fazer esta sobremesa com sabor de Manjar Branco, mas os dias foram passando e foi ficando esquecida.

Aproveitando o meu aniversário, achei que esta seria a altura certa para a experimentar.

É uma sobremesa de textura aveludada e fresca que encontrei faz tempo no Chucrute com Salsicha e a Fer, tal como eu,  gosta de receitas práticas, contudo, deliciosas.

Panna Cotta de Côco com Calda de Ameixa Preta

Ingredientes:

para a panna cotta

  • 400 ml de natas
  • 400 ml de leite de côco
  • 80 g de açúcar
  • 9 gr de gelatina em folha

para a calda:

  • 30 ameixas secas sem caroço e cortadas ao meio
  • 3 colheres de sopas de açúcar
  • 1 chávena e meia de água
  • Sumo e casca de 1 limão

Preparação da panna cotta:

Colocar a gelatina de molho em água fria.

Numa panela, coloque as natas, leite de côco e o açúcar.

Leve ao lume e aqueça bem, mas sem deixar ferver.

Retire do lume e adicione a gelatina bem escorrida mexendo para a dissolver.

Coloque o preparado numa forma grande molhada ou em taças individuais.

Leve ao frigorifico por cerca 6 horas para solidificar.

 

Preparação da calda:

Coloque todos os ingredientes num tacho, deixe fervilhar até formar uma calda grossa. Desligue o fogão, deixe arrefecer completamente e sirva com a panna cotta.

 

Notas: Gostei muito do resultado, mas de uma próxima vez que não tenha crianças em casa, em vez desta calda, farei o Doce de Ameixas com Pedro Ximenez, também do blog da Fer, pois para mim é superior em sabor.

Para quem preferir o manjar branco tradicional, a receita está aqui, mas acreditem que este é bem melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:14

Quase Meio Século

por Moira, em 07.09.11

Invade-me uma certa nostalgia por saber que é o último dos quarenta, sei que vou continuar a ser a mesma pessoa, mas para o ano, por esta altura já terei meio século de existência. Sabendo que excepto o Mestre Manuel de Oliveira, o comum dos portugueses não chega sequer aos cem anos, quer dizer que eu já vivi mais de metade da minha vida, é, por isso, uma sensação estranha, esta de fazer 49 anos.

Mas como para mim todos os aniversários são importantes e motivo suficiente para estar feliz, vamos comemorar.

Desta vez escolhi uma solução diferente e o bolo de aniversário será constituído por algumas dezenas de profiteroles.

A receita já não é nova por aqui, mas andava espalhada por vários posts, por isso aqui fica de novo.

Profiteroles

Massa de Choux

Ingredientes:

  • 130 ml de água
  • 130 ml de leite gordo
  • 1 colher de café de açúcar
  • 1 colher de café de sal refinado
  • 110 g de manteiga
  • 140 g de farinha de trigo
  • 5 ovos (utilizei ovos pequenos, cada um pesava cerca de 58 g com casca)

Preparação:

Levar um tacho ao lume com a água, o leite, o sal, o açúcar e a manteiga, mexendo de quando em vez até ferver.
Quando o líquido ferver, deitar a farinha de uma vez só e mexer com a colher de pau durante 2 a 3 minutos até que a mistura seque e se despegue das paredes do tacho formando uma bola.
Deixar arrefecer  a massa numa taça. Quando estiver quase fria adicionar-lhe um ovo mexendo muito bem até estar completamente incorporado na massa, adicionar então o segundo ovo, procedendo da mesma forma até ao último ovo.

Forrar um tabuleiro com papel vegetal próprio para ir ao forno e colocar pequenas porções de massa com a ajuda de uma colher de chá ou com o saco de pasteleiro. Não esquecer de deixar cerca de três dedos de distância entre cada bolinha porque elas vão crescer mais do dobro do volume inicial.

Levar ao forno aquecido a 190º, 5 minutos com a porta fechada e 18 a 20 minutos com a porta do forno entre-aberta. Como o meu forno é "supersónico" creio que devem ter estado ao todo uns 15 minutos.

 

Creme de Pasteleiro

Ingredientes:

  • 1/2 l de leite
  • 160 g de açúcar
  • 15 g de açúcar baunilhado
  • 1 pitada de sal
  • 4 gemas de ovo
  • 40 g de farinha de trigo
  • casca de meio limão

Preparação:

Leve o leite ao lume com a casca de limão, o açúcar baunilhado e o sal. Deixe ferver.

À parte bata as gemas com o restante açúcar até fazer creme e junte-lhe a farinha.

Retire a casca do limão ao leite, e junte-o aos poucos ao preparado anterior até as gemas estarem completamente dissolvidas.

Leve de novo ao lume, mexendo sempre até engrossar. Quando começa a engrossar deve-se mexer vigorosamente com uma vara de arames para ficar homogéneo e retira-se imediatamente do lume, continuando a mexer por mais uns minutos se o tacho for de fundo térmico.

Deixei arrefecer um pouco e rechear os bolitos pincelando-os no final com chocolate derretido.

 

Cobertura de Chocolate

Ingredientes:

  • 150 g de chocolate
  • 50 g de natas
  • 1 colher de licor de laranja (facultativo)
  • 1 colher de chá de canela (facultativo)

Preparação:

Derreter o chocolate com as natas em banho-maria, adicionar a canela e o licor e mexer bem até ter uma mistura homogénea.

 

Notas:Para os que não querem ou não têm tempo a perder, podem encomendar as bolinhas de massa de choux na pastelaria, e podem usar as moedas de chocolate da nestlé para a cobertura. Conte com pelo menos dois profiteroles por pessoa. É que habitualmente o pessoal torce o nariz ao habitual bolo de aniversário, mas estes ninguém os recusa, acreditem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:02


WOOK - www.wook.pt Velocidade Colher - Entre Tachos e Bimby de Susana Gomes	Da Horta para a Mesa de Cláudia S. Villax - www.wook.pt

Pág. 1/2





tertulianos em linha

Insira o seu endereço de e-mail:

Entregue por FeedBurner




Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram


Follow Me on Pinterest




 








World Bread Day

World Bread Day 2013 - 8th edition! Bake loaf of bread on October 16 and blog about it!

World Bread Day

World Bread Day 2012 - After Hours Party


World Bread Day

Participações de anos anteriores

World Bread Day 2012 - Roundup Bake Bread for World Bread Day 2011 World Bread Day 2010 - Roundup World Bread Day 2009 - Yes we baked. - Roundup


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D