Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Verde Ervilha

por Moira, em 13.01.11

Esta é uma sopa que povoa as minhas memórias desde há muitos anos a esta parte e hoje num ataque de nostalgia resolvi que o meu jantar seria verde ervilha salpicado de pequeninos pedaços de presunto cozido.

E porque continuo de poucas palavras deixo-vos a receita.

Creme de Ervilhas com Presunto

Ingredientes:

  • 1 cebola bem grande
  • 1 batata média
  • 1 chávena de ervilhas
  • 1 pedaço de presunto
  • 1 fio de azeite
  • 1 colher de sopa de coentros picados
  • sal q.b.
  • a ponta de um colher de café com bicarbonato de sódio

Preparação:

Cozer a cebola com a batata e o presunto, quando a batata estiver quase cozida acrescente as ervilhas, os coentros e o bicarbonato de sódio.

Tempere com sal, pouco porque o presunto já é salgado e uma ou duas colheres de sopa de azeite.

Quando tudo estiver cozido retire o presunto e triture a sopa.

Pique o presunto e sirva sobre a sopa quente.

Notas: O bicarbonato serve para manter o verde das ervilhas e dos coentros, senão acaba por ficar com uma cor acastanhada. Em vez da batata também pode usar courgette.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:52

Sem muitas Palavras

por Moira, em 10.01.11

Há dias em que as palavras não fluem, tenho a receita, tenho as fotos e ainda assim não sei o que escrever.

Da aparelhagem sai um som de fundo, oiço o Summertime, na versão do Miles Davis, acho que foi a frustração de mais um dia sem sol que me levou a escolhê-la, no entretanto passei pelo facebook e escrevi sobre as minhas distracções, imaginem-me de avental e chapéu na cabeça, e não, não era um chapéu de cozinheiro, era mesmo um chapéu preto impermeável por causa da chuva, dá para imaginar a figurinha?

Não adianta, hoje não há mais texto, por isso passemos à receita.

Bochechas de Porco Estufadas em Cerveja

Ingredientes:

  • 8 bochechas de Porco, limpas de peles e gorduras
  • 2 cebolas médias
  • 2 dentes de alho
  • 2 folhas de louro
  • 1 raminho de salsa
  • 1 colher de sopa de pimentão doce
  • 1 cerveja mini
  • 4 colheres de sopa de azeite
  • sal e pimenta q.b.

Preparação:

Colocar o azeite no tacho, a cebola e o alho, a carne e os restantes ingredientes, tape e deixe cozinhar em lume brando até estar macio, convém ir deitando um olho para que a cerveja não se evapore completamente, caso isso aconteça acrescente mais cerveja ou um pouco de água.

Sirva com batata cozida com casca e grelos salteados.

 

Nota: Eu resolvi cozinhá-las num wok em vez do tacho vulgar, e em lume muito brando demorou cerca de hora e meia, talvez duas horas para ficarem bem macias, quase a desfazerem-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10

Feliz Dia de Reis

por Moira, em 06.01.11

Quando selecciono várias receitas de uma mesma coisa tenho sempre uma enorme dificuldade em decidir qual delas escolher, mas hoje foi ainda mais difícil. Faria o Bolo Rei da Leonor ou o Bolo Rainha da Margarida ? Optava pelo da Tânia ou pelo da Helena ? A escolha acabou por ser feita um pouco à sorte, quase à laia de miúda da escola primária em que as escolhas são feitas a partir de uma lenga lenga, estilo pim, pam, pum. Ainda se lembram?

Eu sei que sou mulher de tradições, eu sei que o Bolo Rei é um Clássico comercializado desde inícios do séc. XIX em Lisboa pela magnifica Confeitaria Nacional, mas a supremacia feminina falou mais alto e a escolha recaiu no Bolo Rainha. Também era mais fácil passar pelo Pão Doce na Duque d'Ávila, em Lisboa e comprar um logo pela manhã, mas entendi que seria melhor fazê-lo em casa para hoje pela manhã me deliciar com um pequeno almoço majestoso... ...de rainha pois então!

Acabei por fazer o Bolo da Helena, versão para a Bimby / Thermomix com algumas alterações minhas, como há que respeitar os tempos de levedação, e tanto por estar frio como por ter usado menos quantidade de fermento, só a primeira fermentação demorou 2h, o bolo acabou por sair do forno à 1h da manhã, ainda tirei as fotos e só depois fui descansar. Espero que gostem.

Um Feliz Dia de Reis para todos!

Bolo Rainha

Ingredientes

  • 100 g de açúcar amarelo
  • Casca de 1 laranja e de um limão (sem a parte branca)
  • 120 g de leite
  • 70 g de manteiga
  • 1 ovo pequeno
  • 25 g de fermento fresco de padeiro
  • 20 g de sumo de laranja
  • 30 g de aguardente
  • 450 g de farinha (usei Espiga T65)
  • 1 pitada de sal
  • 300 g de frutos secos (usei nozes, amêndoas, passas e pinhões)
  • 1 gema de ovo misturada numa colher de leite para pincelar

Preparação:

Bimby / Thermomix 

Pulverize o açúcar com as cascas dos citrinos, 15 segundos, velocidade 9.

Junte o leite, a manteiga e o fermento e programe 2 minutos/37º/velocidade 3.

Na mesma velocidade, adicione através do bocal, o ovo, o sumo de laranja, a aguardente, depois a farinha aos poucos e finalmente o sal.

Aumente a velocidade até à 9 durante 30 segundos.

Seleccione 3 minutos, velocidade espiga, caso não forme uma bola, polvilhe as paredes com farinha e volte a amassar na velocidade espiga.

Deixe repousar a massa no copo até levantar o copo medida, quando isso acontecer, misture 15 segundos na velocidade 9 e programe 1 minuto, velocidade espiga.

Retire a massa do copo, adicione os frutos secos (deixando alguns para a decoração) e incorpore-os na massa.

Tenda a massa em forma de uma rosca larga e coloque num tabuleiro untado ou com papel vegetal. Decore com os frutos secos restantes, pincele com a gema de ovo, deixe levedar de novo.

Quando tiver duplicado o volume, coloque no forno a 180º por uns 20 a 30 minutos ou até estar cozido.

Nota: para o bolo não fechar no centro, costumo colocar um copo de alumínio, daqueles dos pudins, untado por fora e com um pouco de água dentro.

Convém tapar o bolo com papel de alumínio a meio da cozedura para não ficar demasiado escuro.

Versão Tradicional (Ainda não testada)

Dissolver o fermento no leite morno com um pouco de farinha e deixar levedar até ver que se formam bolhas e o volume aumentou.

Colocar a farinha numa taça grande ou na bancada e fazer um buraco no meio, colocar aí a raspa de uma laranja e de um limão, a manteiga derretida e quase fria, o fermento e os restantes ingredientes excepto os frutos secos e amassar até obter uma massa que se solta das mãos, tapar com um pano e deixar levedar até dobrar o volume.

Amassar de novo para retirar o ar à massa, adicionar os frutos secos, guardando alguns para a decoração, moldar a massa em forma de rosca larga e colocar num tabuleiro untado ou com papel vegetal. Decore com os frutos secos restantes, pincele com a gema de ovo, deixe levedar de novo.

Quando tiver duplicado o volume, coloque no forno a 180º por uns 20 a 30 minutos ou até estar cozido.

Nota: para o bolo não fechar no centro, costumo colocar um copo de alumínio, daqueles dos pudins, untado por fora e com um pouco de água dentro.

Convém tapar o bolo com papel de alumínio a meio da cozedura para não ficar demasiado escuro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:05

Pato em Espumante

por Moira, em 04.01.11

Esta receita foi-me dada por uma colega de trabalho há uns dois anos atrás e nem sei porque ainda não a tinha experimentado, como noutro dia me sobrou um pouco de espumante lembrei-me de o aproveitar para esta receita, que foi um pouco alterada da original, pois o pato era cozido em champanhe colocando os ingredientes todos ao mesmo tempo no tacho, eu preferi selar o pato como de costume e só depois adicionei os restantes ingredientes.

É um prato de sabor agradável e adequado para um jantar mais requintado.

Acompanhámos o jantar com um tinto da Adega das Mouras de Arraiolos, um Moira's Reserva 2008, das castas Trincadeira e Alicante Bouchet que a mim, pelo menos, me pareceu perfeito.

Pato com Espumante

Ingredientes:

  • 2 peitos de pato
  • sal e pimenta em grão
  • 1 colher de sobremesa de molho de soja
  • 2 cravinhos
  • 1 copo de espumante
  • 2 cebolas pequenas
  • maisena (facultativo)

Preparação:

Dê uns golpes a formar losangos na pele do pato e coloque-os numa frigideira quente com a pele virada para baixo, deixe tostar a pele e volte-os para selar a carne do outro lado. Retire-os da frigideira e reserve. Deite as cebolas cortadas em gomos na gordura do pato e deixe alourar ligeiramente, se vir que tem demasiada gordura deite fora metade deixando apenas o suficiente para alourar a cebola.

Volte a colocar o pato na frigideira, tempere com sal, pimenta e dois cravinhos, regue com o espumante e o molho de soja e deixe cozinhar tapado, em lume brando até estar cozido. Retire a carne do tacho e reserve em local quente.

Retire os cravinhos, triture o molho com a varinha mágica e engrosse-o com a maisena se necessário (eu não engrossei).

Corte a carne em fatias ponha num prato de servir e regue com o molho, sirva com castanhas salteadas e esparregado de bróculos.

 

Para fazer o esparregado de brócolos, aproveitei umas sobras de brócolos cozidos, numa frigideira coloquei uma colher de sopa de azeite com um dente de alho bem picado, levei ao lume, quando o azeite aqueceu juntei os brócolos esmagados com um garfo, deixei aquecer e requei com uma colher de sopa de vinagre e engrossei com uma colher de café de maisena dissolvida num pouco de água.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:07

Que Bom!

por Moira, em 02.01.11

Para comemorar a chegada do novo ano juntamos-nos com alguns amigos, cada um ficou encarregue de uma tarefa e entre outras coisas eu levei esta entrada que provei recentemente num jantar em casa da Carlota, feito pela engenhosa Pipoka do Three Fat Ladies, duas das pessoas que em 2010 passaram do mundo virtual para o real e por quem nutro um enorme carinho.

Como de costume neste mundo, quem conta um conto acrescenta um ponto, neste caso eu retirei alguns pontos, e vírgulas porque li a receita de viés e fui directa para a cozinha, não tendo prestado atenção a alguns pormenores, mas o resultado foi igualmente bom. É uma entrada que surpreende, não só pela sua apresentação, como também pelo seu sabor delicado.

Bombons de Farinheira e Requeijão

Ingredientes:

  • 1 Farinheira (usei uma do Fundão)
  • 1 Requeijão (usei um normalíssimo)
  • 1 chávena de Sementes de Sésamo tostadas (gergelim)

Preparação:

Tradicional

Retirar a pele à farinheira, esfarelar um pouco e colocar numa frigideira antiaderente em lume brando, virar de vez em quando para dourar por todos os lados e deixar arrefecer completamente.

Triturar a farinheira e misturar com o requeijão até obter uma massa moldável.

Fazer bolinhas mais pequenas que uma noz e passá-las pelas sementes de sésamo tostadas.

 

Bimby / Thermomix

Retirar a pele à farinheira, esfarelar um pouco e colocar numa frigideira antiaderente em lume brando, virar de vez em quando para dourar por todos os lados e deixar arrefecer completamente. Colocar no copo a farinheira e o requeijão e programar 20 segundos, velocidade 6.

Fazer bolinhas mais pequenas que uma noz e passá-las pelas sementes de sésamo.

 

Notas: Para tostar as sementes de sésamo basta colocar as sementes numa frigideira antiaderente e levar ao lume mexendo sempre até elas se apresentarem douradas. Deixar arrefecer antes de as usar.

Na receita original as bolinhas são passadas por uma mistura de sementes de papoila, sementes de sésamo simples e pão ralado, levando igualmente outros ingredientes, se quiserem fazer a receita da Pipoka está aqui.

Mais um pequeno pormenor, eu não gosto de farinheira e adorei esta combinação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:28


WOOK - www.wook.pt

Pág. 2/2



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D