Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Amboranas, um doce e muita paciência

por Moira, em 20.08.09

O trabalho tem sido muito, o tempo tem sido muito pouco, mesmo assim, ao receber as sementes de amborana que a Cláudia me enviou não pensei duas vezes e enfiei-me na cozinha a fazer doce de leite.

Foram quatro longas horas, segundo as palavras da Cláudia uma verdadeira escravidão, pelo meio o leite derramou por duas vezes, não vale a pena chorar sobre o leite derramado, é o que diz o povo, por isso lavei o fogão e continuei a minha odisseia.

O aroma das amboranas espalhou-se pela casa, um aroma exótico com notas perfumadas de flores e de baunilha, um dia depois esse aroma ainda pairava no ar e não imaginam como é agradável, melhor que qualquer incenso ou vela perfumada.

A receita é básica e o elemento essencial é apenas: muita, mas muita paciência.

A minha colega de trabalho M., que é brasileira de Goiania, não queria acreditar que eu tinha tido coragem para fazer doce de leite, principalmente sabendo como eu ando cansada, mas foi logo dando umas dicas de quanta coisa boa eu podia fazer com doce de leite.

Para quem não está familiarizado com as amboranas, e para não repetir tudo o que a Claúdia já disse sobre o assunto basta ler este post no Sabor Saudade para ficar a saber quão versátil é esta árvore.

Não sei se era este o aspecto com que tinha de ficar, para mim ficou bom, quer na consistência, quer no sabor apesar de muito doce, mas como vou utilizá-lo para fazer outros doces posso sempre adapatar a doçura mais ao meu gosto.

Entretanto vou plantar umas três ou quatro sementes para ver se nasce alguma coisa. Sugestões?

Doce de Leite Aromatizado com Amborana

Ingredientes:

  • 2 litros de leite (usei leite do dia meio-gordo)
  • 2 chávenas de açúcar
  • 8 sementes de amborana (pode substituir por baunilha, mas não é o mesmo sabor)
  • 1 colher de café mal cheia de bicarbonato de Sódio

Preparação:

Leve o leite ao lume com o açúcar e as sementes de amborana, quando levantar fervura retire do lume, tire as sementes e adicione o bicarbonato. (Aqui foi a primeira desgraça com quase meio litro de leite derramado, acho que foi de adicionar o bicabornato com o leite ainda a ferver).

Depois põe-se o lume muito baixo, de preferência no bico mais pequeno do fogão e vai-se mexendo de vez em quando até começar a engrossar (cerca de três horas), quando começa a engrossar deve-se mexer com frequência (pelo menos de 5 em 5 minutos) para não pegar ao tacho, para saber quando está na consistência certa utilizei o mesmo método que utilizo para as compotas, coloco um pouco de doce num prato frio, deixo arrefecer e passo o dedo pelo meio do doce, se não voltar a juntar está bom.

Nota Importante: Utilizar um tacho de fundo espesso, eu utilizei a panela de pressão sem a fechar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:25

Meu Querido Mês de Agosto

por Moira, em 17.08.09

Este mês de Agosto tem sido para mim um prolongamento das férias, apesar de muito trabalho durante a semana, os fins de semana têm sido passados entre amigos nos mais diversos pontos do país, desta vez fomos para perto da Castanheira de Pera, para uma casa perdida no meio da serra, numa paisagem linda, que nos fez respirar paz e tranquilidade em muito boa companhia e ainda com direito a uma típica festa de aldeia, em Sapateira, com baile e cantigas que fazem as delícias de miúdos e graúdos, e mesmo quando não se gosta do género musical é impossível resistir sem bater o pé a compasso.

Obrigada S. por nos teres convidado, Obrigada C. por nos teres recebido.

Foi assim mais um fim de semana de petiscos, uns que já passaram por estas páginas, outros que foram devorados sem direito a fotografia, sinal que os ares do campo abrem o apetite, ou simplesmente porque estavam bons. Excepção feita a um patê de sardinha improvisado, resultando numa experiência infeliz, que deu azo a muita risota e boa disposição. Desconfio que nem os gatos da casa gostaram da dita cuja.

Registada ficou apenas uma sangria de espumante engalanada com umas amoras silvestres que me valeram alguns arranhões nos braços, mas que mesmo assim valeu a pena.

Sangria de Espumante e Amoras Silvestres

Ingredientes:

  • 2 garrafas de espumante, cava ou champanhe (usei meio-seco)
  • 1 garrafa de gasosa de litro e meio
  • 4 laranjas pequenas
  • 4 nectarinas ou pêssegos
  • 1 tigela de amoras silvestres
  • 4 colheres de sopa de açúcar
  • 1 pau de canela
  • gelo q.b.

Preparação:

Lave as laranjas e corte-as em rodelas finas e polvilhe-as com 2 colheres de sopa de açúcar.

Lave os pêssegos, corte-os ao meio e retire o caroço, corte-os em gomos e polvilhe com mais 2 colheres de sopa de açúcar.

Adicione o pau de canela e verter sobre a fruta, o espumante e a gasosa, mexa com uma colher de pau, rectifique o açúcar se necessário e adicione gelo a gosto.

Uma bebida não muito forte mas bastante refrescante para os dias quentes que se têm sucedido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

Um fim de semana bem passado

por Moira, em 09.08.09

Foi um fim de semana bem passado no campo em casa de amigos, eles estão de férias, nós aproveitamos o fim de semana, mas seja num caso ou no outro as guloseimas são sempre bem vindas.

Ontem à tarde fizemos um bolo de cenoura à moda antiga, ou seja batido com uma colher de pau e com as claras batidas com um batedor de claras manual.

É um processo engraçado e ao mesmo tempo assustador para quem já se habituou a máquinas para tudo ou quase tudo, mas no final muito compensador. Aprende-se a dar valor à força de braços que as nossas avós tinham para fazer tanta coisa boa sem recurso a qualquer tipo de máquina.

Bolo de Cenoura

Ingredientes:

  • 4 ovos
  • 2 chávenas de açúcar
  • 2 chávenas de farinha
  • 1 chávena de óleo (usei 1/2 chávena de azeite)
  • 3 chávenas de cenoura ralada
  • 1 colher de sopa de canela
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • 1 pitada de sal

Preparação:

Descasque e rale as cenouras.

Bater as gemas com o açúcar até ficar cremoso e duplicar de volume, adicionar o azeite, a farinha com o fermento intercalando com a cenoura ralada.

Bater as claras em castelo e adicionar cuidadosamente à massa sem bater.

Vai ao forno a 180º em forma bem untada e enfarinhada durante cerca de 30 minutos ou até estar cozido.

Carrot Cake

Ingredients:

  • 4 eggs
  • 2 cups of sugar
  • 2 cups of all purpose flour
  • 1 cup of oil (I used 1/2 cup of olive oil)
  • 3 cups of grated carrot
  • 1 table spon of cinnamon
  • 2 tea spons of baking powder
  • a pinch of salt

Preparation:

Peel and grate the carrots.

In a bowl, mix the egg yolks with the sugar and beat until they become quite white, then add the oil or olive oil.

Add the flour, the baking powder, the cinnamon and alternate with the grated carrot.

Whisk the egg whites with a pinch of salt until stiff and add carefully to the cake mixture.

Grease a mould and sprinkle it with flour, pour the doug into the mould and take it to oven 180ºC during 30 minutes or until is cooked.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:59

Carne Assada com Peras

por Moira, em 04.08.09

As pereiras da minha cunhada estão cheias de peras, são tantas que já não sabemos o que fazer a tanta pêra, distribuímos pela família e pelos vizinhos e a minha cozinha tem cestos de peras por todo o lado.

Hoje o jantar foi carne assada com peras, como não sabia se ia gostar por isso fiz também umas batatas e umas cenouras, e o resultado foi bastante agradável.

Carne Assada com Peras

Ingredientes:

  • 800 g de cachaço de porco com osso
  • 3 cenouras descascadas e cortadas às rodelas
  • 4 batatas descascadas e cortadas em pedaços
  • 4 peras descascadas e cortadas ao m
  • 1 cebola cortada grosseiramente
  • sal aromatizado com alho, piri-piri, alecrim e orégãos
  • 2 copos de vinho branco
  • 1 fio de azeite

Preparação:

Tempere a carne com o sal aromatizado e um copo de vinho branco e deixe marinar de um dia para o outroNum tabuleiro que possa ir ao lume e ao forno aloure a carne de todos os lados no azeite, adicione a cebola, deite o caldo da marinada e deixe levantar fervura, junte as cenouras, as batatas e as peras e leve ao forno a assar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:05

BBD#22 - Pães Rápidos

por Moira, em 01.08.09

O BreadBakingDay deste mês está alojado no Blog Hefe und Mehr da Stefanie e o tema é  Pães Doces, a minha escolha recaiu sobre uns pãezinhos rápidos e bastante fáceis de confeccionar, tal como a Stefanie, eu adoro pão doce ao pequeno almoço do fim de semana.

Pães Doces Rápidos

Ingredientes:

  • 250 g de farinha
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • 6 colheres de sopa de açúcar
  • 30 g de manteiga
  • 2 colheres de sopa de leite
  • 2 ovos batidos
  • raspa de 1 limão
  • leite para pincelar os pães

Preparação:

Misturar a farinha com o fermento, adicionar o açúcar e a raspa de limão, a manteiga derretida, o leite e o ovo.

Amassa-se tudo muito bem e com as mãos enfarinhadas moldam-se pequenos pães que se pincelam com leite. Deixam-se repousar por 10 minutos e levam-se a cozer em tabuleiro untado e polvilhado com farinha em forno aquecido a 180º cerca de 10 a 15 minutos.

In English:

This month BreadBakingDay is hosted by Stefanie from Hefe und Mehr and the theme is Sweet Breads, my first choice was quick little breads very easy to make, as Stefanie i love sweet bread on weekens breakfast.

Quick Sweet Breads

Ingredients:

  • 250 g of all-purpose flour
  • 2 tea spons of  baking powder
  • 6 table spons of sugar
  • 2 table spons of melted butter  (30 g)
  • 2 table spons of milk
  • 2 eggs
  • grated lemon zest
  • milk to paint the breads

Preparation:

Mix the flour with baking powder, add the sugar and the lemon zest, the melted butter, the milk and the eggs lightly beaten.

When all ingredients mixed mold little breads, paint the breads with milk and let rest for ten minutes.

Cook in hot oven (180º C)  for about 10 or 15 minutes. Serve the breads with butter, gouda cheese or jam.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:11


WOOK - www.wook.pt

Pág. 2/2



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D