Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pink!

por Moira, em 31.05.09

Cozinhar o arco-íris, o desafio lançado pela Mary, tem sido muito divertido mas ao mesmo tempo um verdadeiro desafio para mim, não em termos de imaginação porque a minha cabecinha anda a 100 à hora, mas em termos de timing que é uma coisa que eu tenho alguma dificuldade em gerir.

Hoje é dia da cor, dia do rosa, e eu quando penso em rosa é sempre num rosa suave, quase etéreo, quando pinto é uma cor que gosto de  incluir nas minhas composições, por ser  harmonioso.

Mas vamos à receita. Não sei se a vós vos acontece mas eu só como iogurtes quando está o tempo quente, sabe-me bem comê-los fresquinhos, simples ou acompanhados com fruta e nozes ou amêndoas picadas. Já o D. não dispensa umas colheradas de iogurte com muesli no final do pequeno almoço, e gosta deles todo o ano.

Hoje pintei os meus iogurtes de rosa bébé, uma cor que eu adoro.

Iogurte com Framboesas e Amoras

Ingredientes:

  • 100 g de framboesas e amoras congelados
  • 50 g de açúcar
  • 8 dl de leite gordo ou meio gordo
  • 1 colher de sopa bem cheia de leite em pó
  • 1 iogurte natural (gosto de usar os de pote de vidro pela consistência cremosa)

Preparação:

Levar as frutas congeladas com o açúcar ao micro-ondas, numa taça de vidro por 5 minutos, deixar arrefecer.

Distribuir uma colher de frutos pelos potes de iogurte.

Num recipiente à parte juntar o iogurte natural com o leite, o leite em pó e cerca de 1 dl da calda que se formou ao cozer os frutos, misturar bem e dividir pelos copos de iogurte. Ligar a iogurteira e deixar que a máquina faça o resto nas 8 ou 9 horas seguintes.

 

Nota: Se não tiver calda suficiente para fazer 1 dl, pode acrescentar um pouco de xarope de groselha para dar cor. 

 

No final lembrei-me duma fase da minha vida, há muitos anos atrás, em que para a minha mãe comprar um iogurte era um luxo e então só nos comprava 1 iogurte para cada uma ao fim de semana. Acontece que nós eramos miúdas e quando somos miúdos nem sempre nos apercebemos das dificuldades, quando era hora do lanche quase todos os dias se repetia a mesma história:

Eu - Mãe, tenho fome!

Mãe - Vai comer pão com manteiga ou pão com marmelada e bebe um copo de leite.

Eu - Não mãe, eu tenho fome de iogurte!

Esta última parte variava um pouco consoante o apetite, às vezes era fome de bolachas, fome de morangos, ou outras fomes de qualquer coisa mais apetecível que pão com manteiga ou marmelada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 00:05

Hoje há conservas e enlatados !

por Moira, em 28.05.09

O dia por Lisboa foi de um calor intenso e sufocante, não me apetecia jantar, muito menos fazê-lo mas o D. estava a caminho e tinha que comer algo depois de uma estafante viagem de quatro ou cinco horas.

Ligar o fogão nem pensar, muito menos andar de roda dos tachos, assim fui à despensa e tirei uma série de conservas e enlatados, que tenho sempre para situações de emergência.

Não é que seja apologista de enlatados, mas afinal era uma situação de emergência... (risos)

Mas uma vez não são vezes e assim nasceu uma salada sem história, mas refrescante.

Ingredientes:

  • 1 lata de atum (escorrido)
  • 6 palitos de surimi, mais conhecidos por delícias do mar
  • 2 tomates
  • 1 lata pequena de milho
  • 1/2 frasco de salada chinesa (pode encontrar-se nos supermercados seccção das conservas)
  • azeitonas verdes descaroçadas
  • azeite e vinagre para temperar

Preparação:

Descascar o tomate, cortá-lo em cubos e temperá-lo com sal fino, cortar os palitos de surimi em rodelinhas e misturar todos os ingredientes numa saladeira.

Temperar com azeite e vinagre, decorar com azeitonas e servir fresco.

Se preferir pode usar maionese em vez do azeite e do vinagre.

 

Nota: Não apreciei os rebentos de soja em conserva, mas como a salada foi resultado de uma brutal preguiça, tive que comer assim mesmo, o que vale é que não me dá destas coisas muitas vezes.

Quanto ao surimi fica bem em saladas mas não é alimento das minhas predilecções apesar de de vez em quando aparecer cá por casa, é de origem japonesa, rico em amidos, contém vários tipos de peixe, clara de ovo, sal, azeite vegetal, sorbitol (que não faço a mínima ideia do que seja), açúcar, proteína de soja e outros condimentos, podendo ainda conter leite. Resumindo uma mistura "fantástica" com aroma de marisco, mas sem o dito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:14

Qualquer coisa refrescante

por Moira, em 27.05.09

Porque hoje esteve muito calor.

Porque amanhã e depois dizem que ainda vai estar pior.

Porque a temperatura subiu muitos graus de um dia para o outro.

Uma bebida refrescante que mata a sede quase de forma instantânea.

Simplesmente porque eu gosto!

Mazagran - Refresco de Café e Limão

Ingredientes:

  • 1 parte de café
  • 1 parte de sumo de limão
  • 1 parte de água
  • 1 colher de açúcar

Preparação:

Misturar  tudo num copo, adicionar umas pedras de gelo.

Decorar com limão e beber bem fresquinho.

 

Nota: Por indicação deixada num comentário alterei o nome do refresco para o seu nome verdadeiro. Obrigada Luís.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:47

Uma reedição

por Moira, em 27.05.09

Hoje passei pelo talho à procura de umas costeletas de borrego para panar, daquelas que têm um pezinho, mas quando o senhor me perguntou se queria do lombo eu sem pensar disse-lhe que sim e quando estavam cortadas percebi que não era aquilo que queria, é o que faz andar distraída, as costeletas panadas terão que ficar para outro dia...

Assim acabei por fazer umas Costeletas de Borrego com Vinho do Porto e Laranja, usando uma receita que publiquei nos primeiros dias do blog e que na altura passou completamente despercebida, mas por ser tão boa merece uma reedição.

Costeletas de Borrego com Porto e Laranja

Ingredientes:

  • 4 costeletas de borrego 
  • 1 cálice de vinho do porto
  • sumo de 1 laranja
  • casca de laranja cortada em juliana
  • 2 dentes de alho
  • 2 ou 3 colheres de sopa de azeite
  • salsa q.b.
  • sal e pimenta q.b. (de preferência mistura de 3 pimentas, a que tem os grãozinhos vermelhos é perfeita)

Preparação:

Lave a laranja, faça o sumo e corte parte da casca em juliana, só o vidrado para não amargar.

Tempere a carne com o alho e a salsa picada, sal e a pimenta a gosto, regue com o vinho do porto, o sumo de laranja e deixe a marinar por uma meia hora.

Escorra a carne, mas reserve o molho em que marinou.

Aloure a carne  no azeite, em lume forte de um lado e de outro, baixe o lume e acrescente o molho da marinada, polvilhe com a casca de laranja cortada em juliana e deixe apurar.

Sirva decorado com a restante casca de laranja,  com ervilhas cozidas com um molhinho de coentros picados ou com outro acompanhamento a gosto.

Nota: A receita original é feita com lombinhos de borrego e dá um toque mais requintado ao prato, mas funciona muito bem com as costeletas de borrego e também pode ser feita com lombinhos de porco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:06

Continuação do jantar das "girls"

por Moira, em 25.05.09

Depois de vos ter falado ontem da sobremesa, hoje passamos ao resto do menu.

A mesa mais uma vez foi posta a rigor, as fotos estiveram a cargo dos maridos, que deram atenção a pequenos detalhes esquecendo-se da preparação da refeição que acontecia na sala ao lado.

Com o vinho a respirar e aguardando os últimos preparativos na cozinha, a ementa não foi muito complicada, uma entrada de crepes recheados de requeijão, espinafres e nozes, que hão-de aparecer por aqui oportunamente, uns legumes assados no forno com um molho de iogurte, mel e funcho e um cordeiro assado no forno durante 7 intermináveis horas que espalharam um aroma delicioso não só pela minha casa como pela escada do prédio, (qualquer dia tenho os vizinhos a bater-me à porta).

De todos, este último foi  o prato que mais Hummmms arrebatou por unanimidade na primeira garfada, a receita vi-a há um mês e tal atrás num blog francês excepcional e pensei logo em fazê-la.

O blog chama-se Amouses Bouche - Cuisine Goumande et Pâtisserie, merece uma visita prolongada, pois as fotos são muito elegantes e cuidadas e as receitas absolutamente deliciosas.

Cordeiro Assado no Forno

Ingredientes:

  • 1 perna de cordeiro (ou borrego)
  • 2 cebolas
  • 8 dentes de alho com casca
  • 6 cenouras
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 1 caldo de carne
  • 1 bouquet de ervas aromáticas frescas (usei tomilho, cerefólio, salva e alecrim, todos frescos)
  • sal e pimenta q.b.

Preparação:

Num tacho coloque o azeite e aloure o cordeiro. Adicione a cebola cortada em pedaços, os dentes de alho com as cascas, as cenouras cortadas às rodelas largas, o caldo de carne esfarelado e o bouquet de ervas aromáticas. Regue com 4 ou 5 copos de água, tempere com sal e pimenta e leve ao forno aquecido a 150º durante 7 horas. Sirva quente.

Nota:

O conselho da Sylvie do Amouse Bouche é que se façam 5 horas no dia antes e se completem as duas horas restantes no dia de servir. O meu forno é eléctrico e tem ventilador por isso a minha carne ao final das 5 horas estava pronta e quase sem molho, para eu conseguir ter a carne no forno durante 7 horas teria que diminuir a temperatura para os 100º.

A carne fica excelente, solta-se dos ossos  facilmente e desfaz-se na boca como manteiga.

Não é a primeira vez que asso carne no forno a baixas temperaturas e durante muitas horas, já o fiz anteriormente com coelho e o resultado é idêntico.

Juntamente com o cordeiro fiz um pedaço de porco porque um dos comensais não gostava de borrego, mas como era cordeiro acabou por comer.

Não dá trabalho nenhum e enquanto a carne assa pode fazer mil e uma coisas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:50


WOOK - www.wook.pt

Pág. 1/4



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D