Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Reciclar é preciso!

por Moira, em 02.05.08

A reciclagem de embalagens de plástico, vidro e papel é uma coisa que fazemos sem grandes preocupações, há já bastante tempo cá em casa. O único problema é que se tornava inestético tem um caixote gigantesco para separar os lixos numa cozinha minúscula como é a minha. Entratanto na arrecadação encontrei esta caixa de madeira, a que achei muita graça, limpei-a, envernizei-a e é agora a minha caixa de reciclagem.

Aqui ficam as fotos:

 

 

Do tempo em que as garragas de whisky chegavam a Portugal, embaladas em caixas de madeira.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:13

Colheres de Pau (parte da minha colecção)

por Moira, em 01.05.08

Não tenho feito comidinhas que mereçam a atenção deste Blog, por isso e porque hoje passei um dia no sossego da minha casa, resolvi fotografar a minha colecção de colheres de pau para a partilhar convosco.

 

Colher de Pau da Ucrania

 

Esta é uma colher de pau pintada vinda da Ucrania.

 

Da esquerda para a direita, a primeira é Irlandesa e as duas mais pequenas são Africanas

 

Estas são colheres de pau de decoração, a maior das três, veio da Irlanda, e é usualmente apelidada de colher de pau do amor, manda a tradição que os rapazes talhem as suas colheres de pau para oferecer e demonstrar o amor que sentem pela namorada, assim, quanto maior o trabalhado maior o amor. Esta é apenas uma miniatura. As outras são colheres de pau Africanas e nada sei da sua história, a mais pequena tem aplicações em osso.

 

A da Esquerda é da Malásia e a da Direirta é da Guiné

 

Estas são colheres que eu chamo de Exóticas, a mais escura é feita de casca de coco e foi-me trazida da Malásia, a outra também oferta de uma amiga veio da Guiné.

 

Colheres de Pau da Europa

 

Estas foram compradas por mim, ao longo dos anos, por essa Europa fora, a dos trevos veio também da Irlanda.

 

Colheres de Pau Portuguesas

 

Finalmente, as portuguesas, a primeira pintada, é muito antiga, era pertença da minha avó e veio do Minho, a segunda foi comprada a um velhinho de Sendim, é talhada em madeira de Figueira, a última, também muito antiga foi-me oferecida por uma amiga e é Alentejana.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:15


WOOK - www.wook.pt

Pág. 3/3



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D