Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Doce de Abóbora com Nozes

por Moira, em 21.11.07

Não há nada mais agradável que um fim de tarde de Domingo, com um chá a fumegar e uns  scones com doce. Aqui fica uma sugestão de um doce tradicional feito no micro-ondas para uma execução rápida, que tanto dá para os ditos scones como para servir com o tradicional requeijão como sobremesa.

 

Nota Importante: o peso da abóbora é já sem casca, o que deve dar mais ou menos 550 g de abóbora com casca.
Quem gosta de muito doce deve pôr igual quantidade de açúcar e de polpa de fruta, eu normalmente retiro pelo menos 50 a 70 g.

 

Doce de Abóbora com Nozes

 

Ingredientes:

  • 400 g de abóbora
  • 350 g de açúcar
  • Casca de uma laranja
  • 1 pau de canela
  • 1 colher de café de canela em pó
  • raspa de 1 laranja
  • 1 ou 2 colheres de sopa de nozes picadas

 

Preparação:

Coza a abóbora com o pau de canela e a casca de laranja por cerca de 10 minutos.

Retire o pau de canela e a casca de laranja e escorra a abóbora para tirar o máximo de água e esmague-a com um garfo.

Num pirex   fundo, ponha a abóbora esmagada, o açúcar , a canela em pó, as nozes picadas  e a raspa da laranja.

Misture e leve ao micro ondas, na potência máxima, durante 15 minutos, mexendo a cada 5 minutos.

Entretanto escalde o frasco ou frascos onde vai pôr o doce, retire a água e limpe-os, deite lá dentro o doce, feche hermeticamente e volte-o ao contrário até arrefecer.

 

Sirva com requeijão, queijo fresco, pãezinhos ou scones

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:08

Fondue de Chocolate

por Moira, em 20.11.07

Cá em casa não somos grandes amantes de chocolate, para comer algo com chocolate tem que ser mesmo bom, no entanto, quase todos os amigos são fãs de chocolate e por isso de vez em quando tenho que fazer uma sobremesa à base do dito cujo.

A última que fiz foi um fondue de chocolate, que agora com o tempo mais fresco, sabe lindamente.

 

Fondue de Chocolate  - Porção para 6 pessoas

Ingredientes:

  • 1 tablete de chocolate culinário de boa qualidade
  • 1 embalagem de natas (que devem ser Natas da Normandia produto Carrefour ou Creme fraîche da President , se não encontrar nem um nem outro substitua por natas normais, também não deve ficar mal)
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 1 cálice peq . de Licor de Laranja, Licor Beirão ou Grand Marnier - (opcional)
  • Fruta Variada: Sugiro Morango, Tangerina ou Laranja, Banana, Manga, Kiwi, Pêssego Fresco ou em Calda, Ananás ou Abacaxi, fresco ou em Calda
  • Biscoitos tipo rolinhos de Baunilha ou outros a gosto

Preparação:

Lave, descasque e corte a fruta e componha em 2 pratos ou travessas, um para cada lado do recipiente do fondue.

Parta o Chocolate aos quadradinhos e leve num pirex ao Micro-ondas cerca de 1 minuto a minuto e meio conforme a potência para derreter.

Junte o equivalente a uma chávena de chá de natas e mexa rapidamente para incorporar no chocolate. Adicione a canela, volte a mexer e se quiser pode adicionar um pouco de licor. (Se gostar do molho mais liquido pode adicionar um pouco de leite).

Coloque no recipiente de fondue, acenda a vela e leve à mesa.

Acompanhe com a fruta e os Rolinhos de Baunilha, os da Cuetara são óptimos, e com um Vinho do Porto, de preferência Vintage .

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:45

Era uma vez...

por Moira, em 20.11.07

Sou conhecida por Moira na blogosfera, mas o meu verdadeiro nome, como muitos já sabem é Manuela.

Nasci na Figueira da Foz, distrito de Coimbra em 1962, mas nunca lá vivi.

Sou Secretária de profissão, trabalhando na área do cinema e o gosto pela cozinha é antigo e herdado da minha mãe, a quem devo a maioria dos meus conhecimentos, do meu pai herdei o gosto pela leitura e pelos bons vinhos.

A maior parte do meu tempo passo-o entre Lisboa e Sendim, terra transmontana que adoro e que fica junto às arribas do Douro.

Passei parte da minha infância em Angola e visitei S. Tomé e Príncipe, países de que guardo imagens, aromas e sabores na minha memória.

Já viajei por grande parte da Europa, e a cada viagem tento reproduzir e guardar o que de melhor saboreei por essas paragens.

Como a maioria das pessoas que gosta de cozinhar, tenho uma mania terrível de coleccionar receitas e livros de culinária, que na maioria das vezes me servem apenas como fonte de inspiração, até porque quase nunca sigo uma receita à risca, acabando por criar algo que é fruto da minha inspiração no momento.

Gosto muito de utensílios de cozinha antigos e guardo muitos que foram da minha avó.

Colecciono colheres de pau, porque lhes acho graça e já tenho algumas de países tão distantes como a Ucrânia ou a Malásia entre outras.

Um dos objectos mas curiosos na minha cozinha é o meu baú dos condimentos, uma velha lata de Lebkuchen (bolos alemães da zona de Nuremberga), reaproveitada para guardar todos os frasquinhos de condimentos, e acreditem, são muitos!

O objecto que eu mais adorava ter na minha cozinha, mas que ainda não consegui encontrar era uma velha frigideira de ferro, daquelas que tinham as nossas avós.

Gosto de ler, de música, de cinema, de fotografia e de uma boa conversa, sendo essa a razão principal do nome Tertúlia de Sabores, conversas à volta da comida e dos amigos com quem adoro partilhar todos os sabores que passam pelo Blog.

Praticamente todas as fotos do Blog são tiradas por mim, sendo que de início foi muito difícil fazê-lo, os meus conhecimentos de fotografia eram escassos e quase todas as fotos são tiradas à noite numa cozinha pequena e sem condições de luz para fotografar, razão pela qual muitas vezes me levantei mais cedo para tirar fotos que de outra maneira eram impossíveis de realizar. Com o tempo fui lendo e aprendendo cada vez mais sobre fotografia de alimentos, quer no Flickr, quer em outros blogs que visito diariamente. Hoje em dia a maioria das fotos continuam a ser tiradas à noite mas com recurso a um precioso flash e um candeeiro de tecto que serve de reflector de luz.

Receitas favoritas tenho muitas, apesar de gostar de experimentar sabores de outras paragens e também de inovar, as minhas receitas favoritas são sempre as mais simples e tradicionais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:50


WOOK - www.wook.pt

Pág. 2/2



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D