Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Cheirinho a Natal

por Moira, em 15.12.13

Estamos quase no Natal, sei que estão todos à espera das minhas sugestões, mas por aqui o espírito natalício anda um pouco perdido, a razão é simples e embora eu não me sinta obrigada a justificar-me também não vou estar com rodeios, a razão é que tenho uma pessoa de família muito doente e por isso como devenm compreender não estamos muito vocacionados para festas.

No entanto e porque o Natal pode ser feito de coisas rápidas e muito simples, mas ainda assim com ar de festa deixo-vos uma receita de aspecto natalício que se faz em três tempos e que preparei há algum tempo para o especial de Natal do blog No Reino dos 7.

A receita que escolhi é fácil de fazer e uma alternativa saudável às tradicionais rabanadas que por norma são fritas e cheias de açúcar.
Em Portugal são conhecidas por rabanadas e também por fatias-douradas, mas fazem-se noutros países quer da Europa, quer do resto do mundo, em Espanha dão pelo nome de torrijas, em França por Pain-perdu, no Canadá por pain-doré, em Inglaterra por french toast, só para mencionar algumas. No entanto, e ao que parece, apenas em Portugal e em alguns países de expressão lusófona fazem parte das tradições natalícias.

 
Rabanadas no Forno

Ingredientes:

manteiga para untar o tabuleiro
20 fatias de pão de forma para rabanadas
3 ovos médios
1 chávena e 1/4 de leite
1/4 de chávena de vinho do porto
2 colheres de sopa de compota de alperce
1/2 chávena de açúcar amarelo
1/2 colher de chá de canela
1 colher de sopa de amêndoa laminada

Preparação:

Unte um tabuleiro de ir ao forno.
Com a ajuda de um corta bolachas corte estrelas no miolo do pão.
Coloque-as de forma harmoniosa no tabuleiro untado.
Bata os ovos com o leite, o açúcar, a compota, o vinho do porto e a canela.
Verta sobre o pão, de forma a que fique todo embebido e reserve por uma hora.
Ligue o forno e regule a temperatura para os 180º.
Quando estiver quente, coloque o tabuleiro no forno e deixe cozinhar por 25 a 30 minutos, ou até o pão estar tostado em cima.
Quando sair do forno polvilhar com amêndoa laminada.
Serve-se morno.

Notas:
Podem ser feitas apenas com leite para poderem ser consumidas por crianças.
A compota de alperce por ser substituída por outra compota a gosto ou por mel.
Pode ser feito com as fatias de pão inteiras, mas se optar por cortar o pão às estrelas ou outro formato qualquer guarde os recortes do pão para fazer formigos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08


WOOK - www.wook.pt


13 comentários

De Marmitalisboeta a 26.12.2013 às 23:19

Espero que o teu familiar já esteja melhor e o vosso Natal tenha sido tão bonito como estas fatias. um beijinho

De Moira a 26.12.2013 às 23:56

Obrigada Ana! Vai ser um processo muito lento mas tenho esperança que ele consiga recuperar, pelo menos que consiga deixar de estar acamado.
Beijinho e continuação de Boas Festas

De Marmita a 19.12.2013 às 11:54

Que receita bonita, adorei as estrelinhas todas! Vem o Natal e um grande adeus às dietas! beijos e boas festas

De Moira a 26.12.2013 às 23:59

Olá Sandra,
Eu tenho-me portado muito bem e só me "lambuzei com as filhoses da minha mãe :)
Beijinho e continuação de Boas Festas

De Célio Cruz a 17.12.2013 às 22:23

Manuela, espero e desejo que tudo melhore por esses lados e que o Natal seja recordado não pelos piores motivos.
Quanto às tuas rabanadas, estão tão lindas e como sempre a apresentação está fantástica. ;)
Beijinho grande.

De Moira a 27.12.2013 às 00:14

Obrigada Célio! O processo de recuperação está a ser muito lento mas felizmente não houve recaídas. Foi um Natal um de lágrima no olho mas ainda assim conseguimos reunir a família. Temos esperança que para o ano já seja diferente.
Beijinho e continuação de Boas Festas

De Lia a 16.12.2013 às 21:26

Olá Moira,
Sinceramente desejo as melhoras do teu familiar e que a sua recuperação seja rápida.
Quanto à sugestão que nos trazes, é uma alternativa bem mais saudável a todos os tipos de diferentes rabanadas que enumeras e nas diferentes nomenclaturas que lhes dão nos diferentes Países de origem.
Beijinhos grandes,
Lia.

De Moira a 27.12.2013 às 00:25

Obrigada Lia!
Continuação de Boas Festas

De Lina a 16.12.2013 às 14:09

Olá Moira, lamento saber da doença do teu familiar, espero que corra tudo bem e que em breve esteja melhor.
Obrigada por, mesmo assim, vires partilhar esta receita tão boa de umas rabanadas bem mais saudáveis... Tenho de experimentar.
Beijinhos

De Moira a 27.12.2013 às 00:25

Obrigada Lina e continuação de Boas Festas!

De Ondina Maria a 16.12.2013 às 11:58

Como te compreendo Moira. Já há alguns anos que o Natal é uma época um pouco ingrata para a nossa família pois infelizmente havia sempre alguém gravemente doente. Este ano, e pelo menos até à data, tudo parece estar normalizado e avizinha-se uma época natalícia mais despreocupada e com os olhos no futuro (dado que em Abril a nossa diminuta família vai ter um novo membro). Por tudo isto, queria que tivesses sempre presente que o espirito a manter é que as coisas se vão resolver da melhor forma possível e que é importante que, apesar do espirito natalício não ser muito, haja boa-disposição, alegria (dentro dos possíveis) e harmonia para trazer boas energias à pessoa que mais delas necessita neste momento. E uma confiança inabalável de que dias infindavelmente melhores estão para vir :)

De Moira a 27.12.2013 às 00:48

Olá Ondina,
Têm sido dias difíceis, felizmente agora está estabilizado, mas o processo de recuperação vai ser muito lento. Ainda assim conseguimos juntar-nos para passar o Natal. Temos esperança que para o ano tudo esteja melhor.
Beijinho e continuação de boas festas

De Ondina Maria a 27.12.2013 às 11:26

Vai estar tudo melhor, tenho a certeza absoluta! E a recuperação, apesar de demorada, vai ser um sucesso. Importante é que haja muito amor e carinho em volta da pessoa em questão para ajudar a acelerar o processo. Acredita Moira, vai mesmo correr tudo bem! Palavra de Ondina Maria :)

Comentar post



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D