Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Pão Doce de Maçã e Canela

por Moira, em 03.04.11

Este é o tipo de pão que adoro para um lanche ou mesmo para o pequeno almoço.

O pão de hoje serviu para um lanche muito tardio à laia de jantar, porque o almoço foi farto, a fome não era grande e a preguiça tomou conta de mim, interrompida apenas pelo amassar do pão e muito moleza no sofá.

Comi uma fatia acompanhada de requeijão e doce de abóbora com nozes oferecido pela querida Gisela e fiquei jantada.

Pão de Maçã e Canela

Ingredientes:

  • 150 g de iogurte natural
  • 50 g de manteiga
  • 25 g de fermento fresco de padeiro
  • 1 ovo pequeno
  • 50 g de açúcar
  • 1 ou duas maçãs ácidas (se forem grandes, basta uma)
  • 1 colher de chá de canela
  • 600 g de farinha
  • 1 colher de chá de sal fino

Preparação:

Bimby / Thermomix

Colocar no copo a manteiga, o iogurte, 100 g de farinha e o fermento esfarelado e programar 2 minutos, 37º, velocidade 3.

Adicionar o ovo, o açúcar e a maçã ralada e programar 30 segundos, velocidade 3.

Juntar a restante farinha e a canela e programar 3 minutos, velocidade espiga.

Deixar levedar no copo até a massa chegar à tampa.

Retirar a massa do copo e colocar sobre uma superfície enfarinhada, fazer um rolo e dividir a massa em 6 partes iguais, colocar numa forma um pedaço de massa ao centro e os restantes à volta. Pincelar com leite e polvilhar com canela. Ligar o forno, regulando a temperatura para os 200º. Fazer uns cortes na massa por cima com uma tesoura e guardar a massa num local ameno para voltar a levedar por mais meia hora a 45 minutos.

Vai ao forno quente a cozer por cerca de meia-hora.

 

Tradicional

Colocar a farinha numa taça e fazer um buraco no meio. Aquecer ligeiramente o iogurte, mas que não exceda os 37º para não matar o fermento.

Colocar o iogurte no centro da farinha, esfarelar para cima o fermento, misturar com um pouco de farinha e deixar repousar até a massa começar a crescer e a fazer bolhas, adicionar os restantes ingredientes e amassar até a massa começar a descolar das paredes da taça. Deixar levedar até dobrar de volume.

Retirar a massa da taça e colocar sobre uma superfície enfarinhada, fazer um rolo e dividir a massa em 6 partes iguais, colocar numa forma um pedaço de massa ao centro e os restantes à volta. Pincelar com leite e polvilhar com canela. Ligar o forno, regulando a temperatura para os 200º. Fazer uns cortes na massa por cima com uma tesoura e guardar a massa num local ameno para voltar a levedar por mais meia hora a 45 minutos.

Vai ao forno quente a cozer por cerca de meia-hora.

 

Nota: Em vez de um pão grande também se podem moldar pães pequeninos como o pão de leite, nesse caso não se dão os golpes com a tesoura. Em vez da canela também se pode polvilhar com sementes de papoila ou de sésamo (gergelim).

Fica óptimo com requeijão e doce de abóbora, simples ou com um queijo de sabor suave.

 

Actualização:

Ver receita em espanhol reproduzida pela Carmen do Blog Madrid Tiene Miga e feita com "masa madre" em vez de fermento e também pelo Juanjo do Blog La Cocina de Isabel & Juanjo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:07


WOOK - www.wook.pt


54 comentários

De mim a 12.04.2011 às 21:27

engordei 2 kgs só de olhar para a foto

De Moira a 13.04.2011 às 23:47

Xiiiii! que exagero :)

De Gisela a 09.04.2011 às 22:11

Ainda não tinha visto este pão, mas já tinha ouvido falar. E muito bem, o que comprovo pela foto, deve ser uma delicia. Gostei imenso e hei-de experimentar
Um beijinho

De Moira a 12.04.2011 às 16:58

Gisela,
Estou a ver que este pão está a ficar famoso :)
Ficou muito bom e um pouco parecido com folar da Páscoa, mas sem a erva doce.
Beijocas

De moranguita a 07.04.2011 às 17:04

esta mesmo na hora do lanche:-)
ja nao venho a et,mpo:-.(
e uma pena porque o pao esta lindo
beijinhos

De Moira a 07.04.2011 às 17:06

Querida Moranguita, ainda há um restinho, já não está tão fofinho como quando saiu do forno, mas ainda dá patra um cházinho ;)
Beijocas

De Maria a 07.04.2011 às 11:47

!Buen dia Moira!. De casualidad he llegado a conocer su blog y estoy encantada . Hace menos de un año que he descubierto el enorme placer de elaborar mi propio pan y éste de canela y manzana me parece una delicia que tendré que probar.Volveré a pasarme por su cocina. Saludos.

De Moira a 08.04.2011 às 09:23

Hola Maria,
Bienvenida a mi Blog. Yo hago pan hace mucho tiempo ahora estoy dando mis primeros pasos en la masa madre.
Vuelve siempre que quieras, y cualquier cosa no dudes en preguntar.
Saludos

De Juanjo a 06.04.2011 às 19:45

Hola Moira,
He seguido la recomendación de Carmen y estoy impresionado con tu blog, espero que dentro de poco también tengamos está y otras de tus recetas también en nuestro blog y que así puedas ver como nos han quedado.
Enhorabuena!!! tienes un blog precioso, con unas fotos preciosas y con muy buen gusto.
Saludos

De Moira a 06.04.2011 às 20:17

Hola Juanjo!
Bienvenido a mi rincón e muchas gracias por tus amables palabras.
No conocía tu blog pero o seguiré desde ahora, porque me gusta el pan en general.
Y como estamos casi en Semana Santa te aconsejo mi "Folar de Páscoa" con canela y anís: http://tertuliadesabores.blogs.sapo.pt/46200.html
Saludos

De Juanjo a 09.04.2011 às 19:05

Hola Moira,
Ayer hice el pan de manzana y canela, puedes ver el resultado en nuestro blog, únicamente decirte que es una verdadera delicia y gracias!!!
Saludos
Juanjo

De anasbageri a 06.04.2011 às 15:25

Boa tarde,

Que lindo pão para um fim de tarde ou um piquenique.
Vim agradecer-te por me continuares a actualizar sobre os avanços do "starter", não sabia que se dizia "isco". Boa sorte com as duas versões, não te esqueças de seguir a fórmula e alimentar os iscos duas vezes por dia. Fico a torcer por ti. (Isto assim até parece uma coisa mt séria, :) )

Um abraço e até breve

Ana

De Moira a 06.04.2011 às 16:06

Ana,
Eu estou a levar a coisa à séria, porque gostava mesmo de deixar de usar fermento químico.
Eu nunca soube muito bem como traduzir o termo starter ou sourdough, imagino que isco ou massa velha será o termo ideal.
Muitas receitas de pão pedem o uso de um pré-fermento a que chamam esponja, mas isso é uma coisa que se faz no momento misturando o fermento com um pouco de água e farinha e deixando fermentar por cerca de meia-hora, que é o tempo necessário para a mistura fermentar e ficar com o aspecto de uma esponja. A massa velha ou isco no fundo é um pouco de massa de pão já fermentado que se guarda para fermentar o pão seguinte, por isso me parece o mais adequado.
Entretanto recomendo-te este blog, se não conheces vais adorar, é com o Paulo que eu costumo tirar as minhas dúvidas: http://zinedepao.blogs.sapo.pt/
Se quiseres fazer este pão de maçã e canela usando o starter, vê aqui a reprodução do meu pão feita pela Carmen do Blog, Madrid Tiene Miga: http://madridtienemiga.wordpress.com/2011/04/05/pan-de-manzana-y-canela/
Fiquei muito orgulhosa por ver um pão imaginado por mim num blog que eu tenho como referência na arte de fazer pão.
Entretanto, hoje, dia 3, não sei se é sugestão minha mas acho que já vi umas 3 ou 4 bolhinhas a aparecerem.
Eu vou continuando a dar noticias :)
Um abraço

De Moira a 06.04.2011 às 21:17

Ana,
Estou aos pulos de alegria, não sei como foi possível, hoje, 3º dia as duas massas, a de centeio e a de trigo, cresceram para o triplo, só agora percebi ao ler melhor o teu comentário, que devia ter alimentado a massa duas vezes ao dia, no entanto o que fiz foi alimentá-la apenas a cada 24 horas. Vou alimentar na mesma ambas as massas,mas pelo aspecto eu diria que está pronta a usar, se de manã tinha 3 ou 4 bolhinhas, agora à noite está com aspecto de pão fermentado. Vou ver se consigo tirar fotos agora à noite, não tenho a certeza que saiam bem mas dá para ver o aspecto.
Obrigada pelo incentivo :)

De Moira a 06.04.2011 às 23:41

Desculpa a minha maluqueira, mas isto para mim será um dos acontecimentos do ano, coisa de principiante, certamente.
Aqui fica o link para a foto dos iscos:
http://www.flickr.com/photos/tertulia-de-sabores/5596537088/

De anasbageri a 07.04.2011 às 16:18

Já fui ver! Estão lindos!
Alimentar duas vezes por dia faz toda a diferença, em todas, e olha que foram muitas, as receitas que usei antes desta, por só alimentar 1 vez ao dia, o starter/isco, n tinha força para fazer levantar o pão.

Eu compreendo a tua alegria compreendo como só uma pessoa que passou um ano a deitar dezenas de frascos, starters e até pão fora, pode entender.
No dia que fiz o meu primeiro pão com sourdough fiquei comovida até às lágrimas, parece palermice, bem sei.

Estou desejosa de ver os resultados finais!

Grande abraço!

De anasbageri a 07.04.2011 às 16:25

Com tanta alegria, de verdade, até me esqueci de agradecer os links!
Já estou enfiada no blog do Paulo, que pelos vistos é meu vizinho :)
E aproveitei para lhe pedir ajuda, o BBD deste mês é com Salt risen/rising bread, nunca ouvi falar de tal coisa, mas parece-me que uma nova saga se prepara para começar na minha cozinha!

Mais um abraço!

De Moira a 07.04.2011 às 16:54

Ana,
Acredita que não é palermice nehuma, eu ainda não fiz o pão e ontem só de ver a massa a crescer saudável fiquei de lágrima no olho. A verdade é que esta foi uma semana de muito calor em Lisboa, eu só alimentei a massa uma vez ao dia e a temperatura da casa e a água do garrafão fizeram o resto, hoje às nove em ponto lá estarei a alimentar os meus bichinhos e no fim de semana vai ser a loucura :)
Entretanto aproveito para te mandar mais um link com pães de aspecto tentador, é o blog da Tânia uma amiga da blogosfera que está a fazer um curso de pastelaria e cuja paixão é o pão: http://arteculturaepastelaria.blogs.sapo.pt/
Um abraço

De Paulo a 07.04.2011 às 22:37

Eu compreendo a felicidade. :)

Um esclarecimento. O isco/starter/whatever pode ser alimentado apenas 1 vez por dia mas deve ser usado quando está na sua força máxima, i.e. após umas 4-8 horas após a alimentação dependendo da temperatura. Vais perceber que o isco está bem treinado quando ao fim das 4-8 horas crescer para o dobro/triplo e depois passadas as 12-24h ter decrescido e ter um sabor mto ácido.

Tudo isto depende também da percentagem da "inoculação" (agora é que isto vira ciência) durante a alimentação. Agora com o meu novo isco alimento 100g de farinha de trigo e 100g de água a 15-20g de isco.

No entanto, como eu percebi após o curso com o Sébastien... isto não é nenhuma ciência exacta e passa por muita intuição e saber. Só com prática!

Boa sorte Moira! Espero ver uns pães bonitos :)

De Moira a 08.04.2011 às 09:34

Olá Paulo,
Obrigada pelos esclarecimentos, que são deveras importantes para quem está a dar os primeiros passos. Não sei se te apercebeste ontem no Flickr mas um dos meus iscos azedou, atribuo culpas ao calor imenso que se fez sentir,não importa, o outro, o de centeio estava perfeito, por iso dividi-o em 3, a uma parte juntei trigo, a outra centeio integral, e na última juntei milho. Antes de me deitar, fui espreitar e todas tinham duplicado. Como estava muito abafado, tive medo que se estragassem e coloquei-asno frigorifico, hoje de manhã fui espreitar e apenas a de milho perdeu volume, as outras continuaram a crescer. Será que já estão prontas a usar? Acho que hoje vou alimentá-las de novo, porque amanhã é o dia em que tenho mais tempo para poder fazer pão sem pressas.

De anasbageri a 09.04.2011 às 21:04

Paulo e Moira,

É verdade que se pode alimentar o starter só uma vez por dia, o que nunca resultou no meu caso. A receita que sigo agora, é esta http://www.wildyeastblog.com/2007/07/13/raising-a-starter/ do Blog Wild Yeast´, na qual tb se recomenda que o starter se alimente duas vezes ao dia.

Moira, Lamento que um dos pets tenha azedado, aconteceu-me a primeira vez que tentei fazer este tipo de pão. :(

Boa sorte para amanhã, aguardamos os resultados!

De Torradaemeiadeleite a 06.04.2011 às 11:12

Olá, Moira!! Passei para dar de comer aos meus olhinhos... Continuas um primor!! Beijinhos!

De Moira a 06.04.2011 às 11:28

Obrigada Torradita!
Beijinhos

De Margarida a 06.04.2011 às 10:26

Sempre que faço pão ou bolo de maçã lembro-me de ti. eheh Adorei esse pão só de ler os ingredientes. Não tenho dúvidas que o irei fazer. Hoje vou publicar um de alfarroba. Ultimamente o que tenho feito mais em casa é mesmo pão. : D
beijinhos

De Moira a 06.04.2011 às 11:46

Margarida,
O pão tem uma enorme magia, acho que é por isso que nós gostamos tanto de o fazer. Esta semana iniciei o meu isco (sourdough) para experimentar fazer pão sem fermentos quimicos. Vou já espreitar o teu pãozinho.
Beijocas

De Carmen a 05.04.2011 às 17:59

Hola Moira, he hecho tu pan de manzana y canela con algunas variaciones y decirte que está riquísimo . Gracias por la receta . La he publicado en nuestro blog. Te sigo hace tiempo y tienes cosas maravillosas :)
Un saludo

De Moira a 05.04.2011 às 19:14

Hola Carmen,
Es un honor para mí que os haya gustado de mi pan de manzana y canela. Madrid Tiene Miga es una referencia para mí y creo que para todos aquellos que gustan de hacer pan.
Saludos

De Helena a 05.04.2011 às 08:47

Então era este? Parece-me um bom destino, o lanche ajantarado. O pior é quando ficamos acordados até tarde e ainda jantamos e ceamos. Usaste maças verdes Granny smith?

De Moira a 05.04.2011 às 20:51

Helena,
Não usei granny smith, usei umas riscadas de verde e vermelho cujo nome desconheço, têm um formato comprido.
Por aqui ao domingo nunca se janta, eu chamei-lhe lanche, mas foi mesmo uma ceia :)

Comentar post


Pág. 1/3



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day, October 16, 2017 World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D