Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tertúlias com Sabor a Saudade

por Moira, em 05.11.10

Foi com ela que aprendi a gostar de tapioca e a fazer caldas de fruta, foi ela que que me deu a conhecer as amboranas, foi com ela que ganhei coragem para fazer o meu primeiro doce de leite que demorou mais de 4 horas na cozinha de volta dos tachos, mas que no final me encheu de felicidade.

Se vivessemos na mesma cidade tenho a certeza que passariamos muitas tardes em amena cavaqueira e o tempo passaria sem darmos conta.

Ela vive nas terras frias do norte, mas o seu blog tem um cheirinho tropical.

Já devem ter adivinhado quem é a minha convidada

Ela é a Cláudia do Sabor Saudade o blog mais tropical dos mares do norte.

 

A Cláudia trouxe-me um doce de influência árabe, cuja explicação deixo nas palavras dela:

Como é aniversário do Tertúlia de Sabores, um blog que adora viajar pelo mundo dos sabores eu escolhi uma receita característica do Oriente Médio, o bolo libanês Namoura. Esta é uma daquelas receitas que existe uma versão em cada país da região: além do Líbano, Síria, Israel, Egipto, Turquia e Grécia e cada uma com um nome diferente. No Egipto é Baboussa e em Israel é Tishpishti. Há diversas versões desse bolo de semolina que não leva ovos e é obrigatoriamente regado com uma calda de açúcar com água de flor de laranjeira ou de rosas.
Algumas versões do bolo podem pedir iogurte ao invés de leite e outras levam farinha de amêndoas ao invés de coco. Acho que a adição do coco é uma coisa de libaneses do Brasil, será? Enfim, este bolo é tradicionalmente cortado em quadrados e decorado com amêndoas inteiras, como em algumas fotos. Mas eu pessoalmente prefiro comer com uma chuvinha de pistachos picados. Decore como preferir. Como eu ganhei uma garrafa de manteiga de uma amiga que me trouxe de Caicó, no Rio Grande do Norte eu aproveitei para usar no bolo e acho que combinou bem. Usei a manteiga de garrafa pois vi que algumas receitas de Namoura pedem mesmo que se use manteiga clarificada ou gordura de leite pura (ghee).

Fotos da Cláudia, gentilmente cedidas para este evento

Namoura de Coco

com manteiga de garrafa e calda de mel e limão

Ingredientes:

  • 5 dl (2 xícaras) de semolina fina
  • 2,5 dl (1 xícara) coco ralado seco sem açúcar
  • 2 dl (3/4 xícara) de açúcar
  • 3 dl de leite
  • 1,2 dl de manteiga de garrafa ou manteiga derretida
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio

Calda

  • 4 dl (1 1/2 xícara) de açúcar
  • 4 dl água
  • 4 a 5 colheres de sopa de mel
  • 2 a 3 colheres de sopa de água de flor de laranjeira, mas como eu estava sem usei suco de limão verde

Preparação:

Aqueça o forno a 180C e unte com manteiga uma forma rectangular ou um refractário médio e reserve. Numa tigela coloque a semolina, o coco ralado e o açúcar. Adicione o leite e mexa bem, adicione a manteiga derretida e bata até incorporar totalmente os ingredientes e formar uma mistura homogénea. Adicione o bicarbonato e mexa para incorporar. Coloque a massa na forma untada e leve para assar por 25 a 30 minutos ou até que fique douradinho. Retire do forno e deixe esfriar um pouquinho e corte os quadradinhos antes de banhar com a calda. Então derrame a calda morna sobre o bolo. O bolo vai absorver totalmente a calda. Se desejar coloque amêndoas torradas no bolo ou, se preferir, salpique pistachos picados.

Numa panela de fundo grosso coloque a água, o açúcar, o mel e deixe que ferver sobre fogo médio. Quando ferver reduza o calor para baixo e deixe que a calda reduza e engrosse levemente (cerca de 8 a 10 minutos). Quando a calda estiver com a consistência de calda, teste numa colher ou num pires a consistência da calda, retire do fogo e adicione o suco de limão. Mexa bem para incorporar e derrame a calda por cima do bolo ainda morno tendo o cuidado de banhar todos os quadradinhos. Deixe esfriar e sirva.
Rende cerca de 25 quadrados.

 

O mais importante: espero que a Moira goste do bolo que eu escolhi para ela.

Cláudia,  eu não gostei, eu adorei! Um bolo molhadinho com uma calda de mel e limão quem é que não gosta?

Mais uma vez obrigada por ter aceite o meu convite para participar no aniversário tertuliano, o meu blog ficou mais rico com a sua participação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:32


WOOK - www.wook.pt


21 comentários

De Helena a 19.11.2010 às 21:32

Este doce não conhecia, mais uma tentação e um deleite para os olhos.
beijo

De Moira a 22.11.2010 às 15:58

Eu também não conhecia, parece muito bom, é mais um que teremos que experimentar ;)

De Verena a 19.11.2010 às 00:46

Moira, a Claudia deve ser muito especial mesmo, sempre me dá vontade de ir até lá tomar um café com ela e ouvir as histórias que ela conta tão bem! E suas receitas são de dar água na boca...esse bolo não foi diferente! Parece incrível e lindo!
Um beijo!

De Moira a 19.11.2010 às 17:42

Eu sinto uma enorme afinidade com a Cláudia, é uma pena vivermos tão longe, mas tenho a convicção que um dia a vou conhecer.
Bjs

De Cacahuete a 07.11.2010 às 20:16

Não conhecia tal bolinho e adorei o charme e aspecto primoroso que tem.

Beijinhos

De Moira a 08.11.2010 às 14:31

Eu não conheço quase nada da culinária do norte de África, mas vendo por este bolo, deve ter coisas muito boas.
Bjs

De Sandra G a 05.11.2010 às 23:31

Não foste só tu que amas-te o bolo eu também fiquei a morrer de amores por ele. :)
Que delicia.

Bjs

De Moira a 08.11.2010 às 14:30

Deve ser muito bom, não é?
Bjs

De Gina a 05.11.2010 às 22:09

Mais uma ótima escolha de receita de um blog que também acompanho com satisfação.
Bom final de semana!

De Moira a 05.11.2010 às 22:17

Gina,
Gosto muito das escolhas da Cláudia e de ler os seus textos.
E você? O que será que anda "aprontando"? Os dias vão passando e a minha curiosidade vai aumentando :)
Bom fim de semana

De Claudia Lima a 05.11.2010 às 22:09

Uma sobremesa simples e diferente, bem ao estilo da nossa amiga Claudia. Deve ser deliciosa!
Bjs :)

De Moira a 05.11.2010 às 22:14

Vamos ter que experimentar pois parece uma delícia :)
E os seus estudos estão a correr bem? Aqui o marido voltou a estudar também :)
Bjs

De Claudia a 05.11.2010 às 19:21

Moira,

Ficou incrível, muito obrigada pelos elogios e pelo convite. Adorei participar do aniversário do teu Tertúlia. E aguarde o presente do Tertúlia pelo correio. Só essa semana eu tive tempo de sair para comprar envelopes, acredita?
Bj,

Cláudia

De Moira a 05.11.2010 às 22:12

Cláudia,
Eu ando quase há um mês para fazer o mesmo, também tenho umas coisas para enviar e ainda não passei pelos correios, que em Portugal representa estar numa fila imensa à espera de vez.
Gostou da forma como coloquei as fotos?
Gostei do bolo e também gostei muito desses garfos, fazem-me lembrar os da minha avó.
Bj

De Amparo a 05.11.2010 às 19:04

Muy rico Moira.
Un abrazo.

De Moira a 05.11.2010 às 22:18

Buen fin de semana Amparo.
Un Abrazo

De Ameixinha a 05.11.2010 às 17:32

Mais um blog que conheço e não tenho visitado. Raios ma partam para isto. Começo a ficar deprimida mas são tantos blogs que nem sei para onde me virar :)
Bolo de semolina com coco e calda deve ficar excelente!

De Moira a 05.11.2010 às 22:01

Ameixinha,
Acho que vais ter que fazer uma escala para não perderes o melhor da blogosfera :)
Porque não usas o google reader para acompanhar os blogs? Assim sabes sempre o que há de novo se bem que mesmo assim é difícil, eu que o diga, o meu reader tem cerca de 400 blogs.
Eu fiquei curiosa por várias coisas, a primeira é por ser com semolina e a outra é por não levar ovos :)

De Noêmia a 05.11.2010 às 17:21

Moira, eu adoro a culinária árabe!
Namoura é muito bom!
Como disse em comentário para a Cláudia, eu faço namoura com amêndoas. Não conhecia essa versão com coco. Achei muito interessante! É para experimentar logo, logo!
Também estou sempre passeando pelo blog da Cláudia! É muito bom!
Um beijo!
:o)

De Moira a 05.11.2010 às 22:03

Nô,
Eu conheço muito pouco da culinária árabe, doces então acho que não conhecia nenhum.
A Cláudia também caprichou com este bolinho.
Beijo

De Noêmia a 05.11.2010 às 23:00

No Brasil nós temos muito contacto com a cultura árabe. As delícias árabes estão ao nosso alcance, facilmente! E, para me ajudar a apreciar a cozinha árabe, minha tia foi casada com um libanês! Ele tinha duas tias, senhoras já de uma certa idade, que adoravam nos receber para as refeições! Excelentes lembranças!
:o)

Comentar post



Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D