Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Zás, Trás, Pás e a sobremesa está feita

por Moira, em 12.07.17

Verão, calor e uma sobremesa fresquinha que se come sem culpas e que se faz num abrir e fechar de olhos.

Pudim de Iogurte, Pêssego e Gelatina

Pudim de Iogurte e Pêssego

Ingredientes: 

  • 1 pacote de gelatina de pêssego (de laranja também fica bem)
  • 1 lata grande de pêssegos em calda
  • 4 iogurtes naturais
  • Pêssego fresco e folhas de hortelã para decorar

Preparação:

Escorra a calda do pêssego para sentro de um tacho e leve ao lume. Assim que levantar fervura, desligue o lume e adicione a gelatina. Mexa para dissolver e reserve.

Num copo misturador coloque os iogurtes e o pêssego em conserva e triture até ficar um puré.Adicione a gelatina, mexa de novo para misturar e coloque numa forma, numa taça grande ou em tacinhas e leve ao frio para solidificar, cerca de 4 a 5 horas ou de um dia para o outro.

Na altura de servir, decore com cubinhos de pêssego e folhinhas de hortelã.

Nota: Pode triturar os pêssegos com o iogurte num copo de batidos, na Bimby ou no copo com a varinha mágica.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:52

Carne Mirandesa

por Moira, em 26.06.17

Uma das melhores carnes em Trás-os-Montes é a carne de vitela, habitualmente bastam umas pedras de sal, uma grelha e umas brasas para obter um almoço delicioso.

Desta vez resolvi fazê-la na frigideira com vinho do Porto.

Vitela com Vinho do Porto - IMG_8772

Vitela com Vinho do Porto

Ingredientes

  • 1 pedaço de Vitela da costela com cerca de 800 g
  • 2 dentes de alho
  • 2 folhas de louro
  • sal q.b.
  • 1 fio de azeite
  • 250 ml de Vinho do Porto

Preparação:

Temperar a carne com o sal, o alho picado e as folhas de louro e deixar tomar tempero durante uma meia hora pelo menos.

Colocar um fio de azeite num tacho e deixar dourar por todos os lados, adicionar o Vinho do Porto, tapar e deixar cozinhar até a carne estar macia. No final, destapar o tacho e deixar reduzir o molho em lume forte.

Nota: Usei Vinho do Porto Quinta do Infantado, Dona Margarida, Reserva, é um vinho pouco doce e de cor mais clara que o habitual a fazer lembrar alguns Madeiras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

Arrozes há muitos...

por Moira, em 18.04.17

Acho que já vos disse que a minha mãe é muito boa cozinheira, aprendi e ainda aprendo muito com ela, partilhamos falhanços e vitórias, trocamos ideias e experiências, mas no que toca ao polvo cozinhamo-lo de forma diferente.

Eu faço-o quase sempre sem água nem sal, ela também não lhe põe sal mas gosta de o cozinhar com vinho tinto.

Arrozes, há muitos! Mas este é feito à moda da minha mãe.

Arroz de Polvo - IMG_8769

Arroz de Polvo

Ingredientes:

Para o Polvo:

  • 1 polvo com cerca de 1 quilo e meio
  • 1 copo e meio de vinho tinto
  • 1 cebola picada
  • 1 dente de alho picado
  • 1 folha de louro
  • 2 colheres de sopa de azeite

Para o Arroz

  • 1 cebola pequena picada
  • 1 folha de louro
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 chávena de arroz
  • 4 a 5 chávenas de caldo de cozer o polvo
  • 3 pés de salsa picados
  • picante q.b. se gostar

Preparação:

Do Polvo:

Colocar na panela de pressão todos os ingredientes, fechar a panela de pressão e deixar cozinhar por 15 minutos depois de levantar a pressão. Deixar sair a pressão abrir a panela, espetar com um garfo para verificar se está cozido, se necessário deixar ferver mais um pouco até o polvo estar macio, mas sem se estar a desfazer.

Atenção: Não se deve colocar sal nenhum, pois o polvo deverá ter sal suficiente para ele e para o arroz. Verifique no final se precisa de acrescentar sal.

Do Arroz:

Colocar a cebola, o louro e o azeite num tacho, deixar refogar um pouco, acrescentar o arroz e 3 chávenas do caldo de cozer o polvo, verificar se está bom de sal, caso esteja salgado acrescentar as outras 2 chávenas de água quente.

Juntar o polvo cozido e cortado em pedaços pequenos, acrescentar o picante se gostar e a salsa picada.Retirar do lume logo que os bagos de arroz estejam .macios. Este arroz fica malandrinho e deve ser servido de imediato, caso contrário o arroz vai continuar a absorver o caldo e poderá ficar empapado.

E com esta receita participo no desafio da Marta do Blog Intrusa na Cozinha, Em Abril arrozes mil.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:55

Lanchamos?

por Moira, em 19.03.17

Para me desculpar por esta ausência tão prolongada (desde Dezembro que não passava por cá) convido-vos para um lanche virtual.

O meu tempo passou a estar ocupado de outra forma. Deixei de dar atenção ao meu blog e as visitas a blogs que sempre acompanhei são agora fugazes.

O facto de ter ficado desempregada é um dos motivos pelo qual me desliguei de tanta coisa que gosto. A vida tem dado muitas voltas, tantas que às vezes parece que anda de patas para o ar, mas não se preocupem que está tudo bem. 

Ando a aprender espanhol, porque gosto e na esperança que isso possa ser uma mais valia na busca de emprego, não tem sido fácil, mas eu não sou pessoa de desistir por isso o caminho é em frente. No entretanto e através do Centro de Emprego fui colocada num organismo do Estado com um contrato de inserção, não deixo de estar desempregada, mas continuo na vida activa o que faz com que o meu tempo esteja completamente preenchido.

Mas vamos ao que interessa, que eu sei que desse lado devem estar ansiosos por uma receita nova.

Compota de Arando - IMG_8761

Compota de Arandos com Triple Sec

Ingredientes:

  • 250 g de arandos frescos
  • 250 g de açúcar
  • 1 cálice de Triple Sec
  • casca de meia laranja
  • 1 cálice de água

Preparação:

Lave os arandos e coloque-os num tacho com todos os ingredientes, leve ao lume e deixe cozinhar até estar no ponto.

Sirva com tostas, com queijo ou se quiser pode comer à colher, mas com moderação, claro!.

Também é excelente para acompanhar um magret de pato.

Notas sobre os arandos:

Os arandos vermelhos têm muita pectina, se não juntarem nenhum líquido, a compota vai ficar com uma consistência gelatinosa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:14

Frango com Limoncello

por Moira, em 03.12.16

Fico sempre nervosa quando me pedem para fazer uma receita com um determinado elemento. Principalmente quando esse elemento é um Limoncello de muito boa qualidade.

A cabeça anda às voltas e só me ocorrem coisas doces, que ainda por cima já tinham sido feitas por alguém antes. Depois de pelo menos duas semanas a pensar no assunto sem surgir nada de novo e de uma receita que não resultou eis que quando começo a fazer o jantar me ocorre adicionar limoncello ao frango.

E não é que ficou excelente! Para a próxima vou usá-lo no magret de pato, tenho a certeza que também ficará delicioso.

Mas aviso desde já que esta receita é para pessoas que gostam de molhos adocicados.

Quem disse que o limoncello era só para beber ou para fazer doces?

Frango com Limoncello - IMG_8732

Frango com Molho de Limoncello e Corintos

Ingredientes:

  • 2 pernas e 2 coxas de frango
  • 1 cebola média cortada em gomos muito finos
  • 1 dente de alho grande muito bem picado
  • 60 ml de limoncello
  • duas colheres de sobremesa de corintos
  • 2 ou 3 colheres de sopa de azeite
  • sal e pimenta q.b.

Preparação:

Num tacho colocar o azeite e levar ao lume. Quando estiver quente alourar os pedaços de frango por todos os lados, retirar o frango e reservar.

Com a mesma gordura aloirar a cebola e o alho até estarem moles, adicionar o limoncello e mexer com uma colher para soltar os resíduos que estão agarrados ao fundo do tacho. Juntar os corintos e o frango, tapar e deixar cozinhar em lume brando, virando o frango uma ou duas vezes, até estar macio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:07


WOOK - www.wook.pt


Fotos no Flickr




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tradutor



Também estamos aqui

Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram

Instagram


Pinterest

Pinterest


Networked Blogs


Eventos na Blogosfera

World Bread Day

World Bread Day 2016 (October 16) World Bread Day 2015 (October 16)


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D