Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mimos de Côco e Alperce

por Moira, em 16.12.14

Para a mesa de Natal, ou simplesmente para acompanhar um café, deixo-vos estes pequenos mimos, que encontrei faz muito tempo no Blog Eva Toneva e que apesar de estar numa língua completamente desconhecida para mim, consigo acompanhar graças ao maravilhoso google translator, que apesar de enormes falhas de tradução, continua a fazer milagres.

Mimos de Coco com Alperce

Mimos de Coco com Alperce

Ingredientes para 30 peças:

  • 200 g de alperces secos
  • 150 ml de sumo de laranja
  • 4 colheres de sopa mal cheias de açúcar
  • 80 g de coco ralado + 40 ou 50 g para enrolar
  • 80 g de amêndoas moídas sem casca (quase em farinha)

Preparação:
Pique os damascos em cubos o mais pequeno que conseguir 
Leve o sumo de laranja ao lume juntamente com o açúcar e deixe fervilhar, mexendo até derreter todo o açúcar.
Despeje xarope de laranja sobre os alperces secos picados. 
Cubra-os com film de cozinha e deixe inchar por um par de horas ou durante a noite.
Ao final desse tempo, adicione o coco e as amêndoas moídas e misture bem até obter uma mistura homogénea que possa moldar.
Faça pequenas bolas, enrole em coco ralado e sirva ou guarde no congelador para servir noutro dia.

Fica óptimo a acompanhar um café no final da refeição.

Nota: Também ficam bem passados por cacau em pó.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:55

O Prazer do Chocolate

por Moira, em 11.12.14

Para quem se diz pouco amiga de chocolate, eu diria que este blog anda a ficar demasiado achocolatado, a culpa, pelo menos desta vez é da ACHOC (Associação dos Industriais de Chocolates e Confeitaria) que me desafiou a falar dos benefícios do chocolate.

Em primeiro lugar devo agradecer pela gentileza que tiveram em enviar-me vários tipos de chocolate. 

O Chocolate e os derivados de cacau, são, na sua generalidade alimentos muito nutritivos e com excelentes benefícios para a saúde por conterem um antioxidante natural (o polifenol). O consumo de chocolate aumenta a produção de serotonina no nosso organismo contribuindo para uma sensação de prazer e bem estar. Contém vários minerais, como magnésio, potássio e fósforo e é rico em vitamina B1 e ácido fólico. Quando aliado ao leite, ainda podemos acrescentar o cálcio.

Resumindo, o chocolate é sem dúvida um alimento associado ao prazer, no entanto, e como todos os alimentos, para usufruir dos seus benefícios, deve ser consumido com moderação. Dando ouvidos a quem sabe, eu diria que um quadradinho por dia (+/- 25 g) seria a dose ideal e de preferência com mais de 70% de cacau para ser menos calórico.

Por fim devo manifestar a minha preocupação pelas notícias que surgiram recentemente sobre o défice na produção de cacau que põe em risco a produção de chocolate e que levará certamente a um aumento do preço do mesmo.

Por isso e antes que o chocolate se torne um artigo de luxo convido-vos a experimentar uma tarte deliciosa, de chocolate, claro está.

Tarte de Chocolate - IMG_7367

Tarte de Chocolate com Bolachas de Manteiga

Ingredientes:

Para a Base e Bolachas

  • 120 g de manteiga
  • 90 g de açúcar
  • 15 g de amêndoa moída
  • 1 ovo pequeno
  • 240 g de farinha
  • 1 pitada de sal

Para o Recheio

  • 100 g de chocolate com 70% de cacau
  • 100 g de manteiga
  • 100 g de açúcar
  • 2 ovos grandes
  • 2 colheres de sopa, mal cheias, de farinha de trigo

Preparação:

Da base

Bata a manteiga com o açúcar até ficar cremosa, junte a amêndoa moída e o ovo e por fim a farinha aos poucos, forme uma bola e guarde no frio, por cerca de meia hora. Esta é uma massa muito mole, por isso é mesmo importante o tempo de repouso no frio para a conseguir estender mais facilmente.

Estenda a massa entre duas folhas de película aderente.

Forre a forma de uma tarteira pequena com a massa, apare, junte as sobras, estenda de novo e corte bolachas com a forma de árvore de natal. E volte a colocar no frigorifico pelo menos durante uma hora.

Entretanto prepare o recheio.

Do recheio

Derreta o chocolate com a manteiga 1 minuto no micro-ondas ou em banho maria como preferir.

Bata os ovos com o açúcar até duplicar de volume. Adicione o chocolate derretido e mexa para incorporar, por fim junte a farinha e envolva cuidadosamente na massa.

Ligue o forno a 180º, quando estiver quente coza as bolachas, cerca de 8 a 10 minutos. Retire do forno e deixe arrefecer.

Coloque o recheio dentro da tarteira e leve ao forno durante cerca de 30 minutos. Deixe arrefecer completamente.

Pincele o topo das bolachas com compota ou mel e passe por açúcar em pó ou por coco ralado e coloque-as sobre o bolo antes de servir.

Receita inspirada nesta Tarte au Chocolat et leur Fôret de Sapins

O texto sobre os benefícios do chocolate foi baseado nas informações que constam no site da ACHOC

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:44

7 anos e um Brownie de Chocolate

por Moira, em 20.11.14

Hoje é um dia especial para o tertúlia, foi há exactamente 7 anos que se escreveram as primeiras linhas deste blog. Começámos devagarinho, como se começa qualquer caderninho de receitas, vamos escrevendo uma, depois outra e quando damos conta temos um livro cheio de receitas rabiscadas.

A grande diferença do caderninho de receitas, que mantenho manuscrito, para este blog, é que aqui as receitas foram todas feitas por mim e quase todas fotografadas, enquanto no meu caderninho há muitas que ainda esperam ainda por vez.

É engraçado perceber a minha evolução enquanto "blogger" e a minha escolha de prioridades que foram mudando ao longo dos anos. Já não me preocupo com as consultas quase diárias ao "analytics" para saber de estatísticas, quem está, de onde vem, para onde vai, o que gosta ou não gosta. Já não me importo com a falta de comentários, mesmo quando publico receitas que considero dignas dos mesmos, percebi que, comentários, geram comentários, mas isso nunca foi o meu forte e a vida não me permite que gaste a maior parte do meu tempo a ler e/ou comentar noutros blogs.

7 anos passados, continuo feliz por manter este espaço onde sempre reinou uma certa anarquia, quer na escolha das receitas, quer na periodicidade com que publico.

Tudo isto para dizer que este blogue regressou às origens e voltou a cumprir a sua função inicial, a de reunir receitas que faço cá por casa, que gosto e que prioritariamente quero guardar para mim, para a minha família e para os meus amigos. Acrescentando apenas que me dá algum prazer saber que continua a haver gente desse lado que me acarinha mesmo quando passo semanas sem dar sinal de vida. A todos, como diria a minha avó, um grande Bem Haja!

E porque um aniversário só é aniversário se tiver bolo, deixo-vos mais uma proposta tentadora, um brownie de chocolate.

Para quem estava à espera de um desafio como é costume neste espaço em data de aniversário, eu proponho que peguem numa qualquer receita deste blog, doce ou salgada e a reproduzam com ou sem alterações e compartilhem com amigos, família ou colegas de trabalho e se quiserem compartilhar a vossa experiência com os leitores do Tertúlia é só deixar o link aqui nos comentários ou publicar directamente na nossa página do Facebook.

IMG_5300A

 Brownie de Chocolate 

Ingredientes:

  • 4 ovos grandes (ou 5 pequenos)
  • 200 g de açúcar granulado fino da Sidul
  • 125 g de manteiga
  • 125 g de chocolate para culinária
  • 125 g de farinha de trigo
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de chá de fermento em pó

Cobertura (facultativo)

  • 75 g de chocolate
  • 2 colheres de sopa de leite
  • 1 mão cheia de frutos secos

Preparação:

Bater as claras em castelo com uma pitada de sal, adicionando duas colheres de sopa de açúcar no final, bater mais um pouco e reservar.

Partir o chocolate em pedaços pequenos e derreter juntamente com a manteiga, 1 minuto no micro-ondas na potência máxima, ou em banho maria.

Bater as gemas com o restante açúcar até triplicarem de volume, adicionar o chocolate derretido e a farinha com o fermento alternadamente, envolvendo cuidadosamente para não baixar de volume. Vai ao forno aquecido a 180º durante cerca de 25 a 30 minutos.

No final, se gostar, derreta 75 g de chocolate com duas colheres de sopa de leite, deite por cima do bolo e polvilhe com uma mão cheia de frutos secos picados grosseiramente, neste usei pistácios, mas podem ser nozes, ou amêndoas torradas.

Notas:

Para uma versão sem glúten pode substituir a farinha de trigo por farinha de coco que deixa o bolo muito mais leve, por farinha de amêndoa deixando o bolo com uma textura mais pesada mas igualmente bom ou por uma mistura de farinha sem glúten para bolos. Usando a farinha de coco, como a massa fica muito fofa e frágil, convém forrar toda a forma com papel vegetal e untá-lo muito bem caso contrário o bolo ficará agarrado à forma, ou então usar uma forma de aro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:30

É Bolo mas não é doce

por Moira, em 28.10.14

A primeira vez que fiz e comi um bolo de banana foi no desafio das "Dories". Era bom e todos lhe teceram enormes elogios, mas eu não fiquei fã. No entanto, e porque sou teimosa, resolvi dar uma segunda oportunidade aos bolos de banana e desta vez gostei bastante, talvez porque não é doce.

Este é o bolo ideal para um pequeno almoço tardio, ou para um lanche ajantarado de domingo à noite, mas se gosta de bolos doces, este definitivamente não é o bolo indicado para si. Este bolo praticamente não leva açúcar e fica muito bem barrado com manteiga ou com compota de frutos vermelhos, o sabor da banana é quase imperceptível e contrasta com o ácido das framboesas.

Não será um bolo para todos os palatos, mas nós dois gostámos e vamos repetir.

E se alguém se atrever a fazer-lhe modificações, aumentando o açúcar ou trocando as framboesas por outra fruta qualquer por exemplo, faça o favor de passar por cá a partilhar opiniões.

Bolo de Banana com Framboesas

Bolo de Banana com Framboesas
Ingredientes:

  • 3 ovos
  • 80 g de açúcar
  • 125 g de queijo quark
  • 2 bananas maduras
  • 300 g de farinha
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 100 g de passas de uva
  • 3 a 4 colheres de sopa de moscatel (ou outro vinho doce)
  • 125 g de framboesas

Preparação:

De véspera misturar as passas de uva com o moscatel e reservar.

Esmagar as bananas e misturar com o queijo quark.

Bater os ovos com o açúcar até obter uma mistura fofa. Adicionar as bananas esmagadas alterando com a farinha misturada com o fermento e por fim juntar as passas de uva.

Untar uma forma rectangular e deitar metade da massa, distribuir por cima metade das framboesas, vazar o resto da massa e distribuir por cima o resto das framboesas.

Levar ao forno aquecido a 180º C durante cerca de meia hora. O bolo está bem cozido quando ao espetar um palito no meio o mesmo sair seco.

Notas: O quark é uma espécie de queijo fresco cremoso com baixo teor de gordura.

Se não encontrar quark pode substituir pela mesma quantidade de manteiga.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Umas Espetadas Fantásticas

por Moira, em 24.10.14

Espetadas de Vitela em Pau de Loureiro com Molho da Posta à Mirandesa parece uma enorme misturada, mas foi a minha escolha para um almoço de aniversário entre amigos e recebeu muitos elogios. A receita estava completamente esquecida nos meus arquivos desde o início de Setembro, mas com o Verão de S. Martinho à porta eu diria que é uma boa escolha para um almoço de domingo fora de portas.

É usual o pau de loureiro nas espetadas madeirenses, pelo menos foi o que me disseram, já que nunca tive oportunidade de visitar a Ilha, mas como passei o meu aniversário em terras transmontanas e por lá a vitela grelhada serve-se com molho, juntei ambos e o resultado foi, quanto a mim, excelente.

Espetadas de Vitela em Pau de Loureiro

Ingredientes:

Para as Espetadas

  • 6 paus de loureiro
  • Vitela para assar partida aos nacos (mais ou menos 3 a 4 nacos por pessoa)
  • Sal q.b.

Para o Molho

  • 150 ml de azeite
  • 2 colheres de sopa de vinagre
  • 2 dentes de alho

Preparação:

Colocar os pedaços de carne nos paus de loureiro, temperar com sal e assar nas brasas, bem ou mal passado consoante o gosto.

Entretanto cortar os dentes de alho às lascas juntá-los ao azeite e levar ao lume apenas para aquecer ligeiramente, o alho não pode nem deve fritar.

Retirar do lume juntar o vinagre, mexer bem e deitar sobre a carne assada e servir de imediato.

Notas: Tenho várias pessoas na família com arbustos de loureiro, quando vou apanhar o louro escolho logo os ramos mais direitinhos e corto-os logo do mesmo tamanho.

Pode usar-se fresco ou secar. Eu usei os paus de loureiro secos. O aroma ao louro fica naturalmente na carne e para quem gosta é muito agradável.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:10

Compota de Marmelo

por Moira, em 20.10.14

Este foi um dos vinhos que tive a oportunidade de provar num jantar de apresentação dos vinhos franceses que iriam estar à venda no LIDL no início de Outubro.

É um tinto frutado que recebeu muitos elogios da maioria dos presentes. Foi servido a solo entre pratos, durante uma prova com harmonização, mas confesso que na altura não me entusiasmou.

Resolvi dar-lhe nova chance, sou daquelas pessoas que não desistem à primeira, e se os entendidos no assunto diziam que era excelente, eu tinha que o provar de novo, pelo que aproveitei uns marmelos vindos do Fundão, e um queijo fresco de cabra para o experimentar outra vez.

E não é que fez uma harmonização excelente?

Compota de Marmelo com Côtes du Rhône

Ingredientes:

  • 3 ou 4 marmelos (350 g depois de descascados)
  • 350 ml de vinho tinto frutado
  • 100 g de açúcar mascavado
  • 1 pau de canela
  • 1 ou 2 casquinhas de laranja
  • 1 cravinho

Preparação:

Descascar os marmelos e cortá-los aos cubos.

Colocar um tacho ao lume com o vinho, a casca de laranja, o açúcar e o cravinho, juntar os marmelos e deixar levantar fervura. Baixar o lume e deixar cozinhar em lume brando até o marmelo estar cozido e macio.

Retirar o marmelo com uma escumadeira e reservar. Aumentar o lume e deixe ferver até obter uma consistência de xarope. Deitar sobre os marmelos que devem ser servidos com queijo de cabra, queijo azul, brie ou camembert.

Notas: Se preferir pode cortar os marmelos aos gomos.

Se necessário pode juntar um pouco de água caso o marmelo não esteja cozido e o molho se tiver evaporado.

Não tem que ser feito com vinho francês, embora este tenha um preço apetecível, pode usar qualquer outro vinho tinto frutado.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:39


WOOK - www.wook.pt Velocidade Colher - Entre Tachos e Bimby de Susana Gomes	Da Horta para a Mesa de Cláudia S. Villax - www.wook.pt




tertulianos em linha

Insira o seu endereço de e-mail:

Entregue por FeedBurner




Facebook

Tertúlia de Sabores da Moira

Divulga também a tua página


Instagram


Follow Me on Pinterest




 








World Bread Day

World Bread Day 2013 - 8th edition! Bake loaf of bread on October 16 and blog about it!

World Bread Day

World Bread Day 2012 - After Hours Party


World Bread Day

Participações de anos anteriores

World Bread Day 2012 - Roundup Bake Bread for World Bread Day 2011 World Bread Day 2010 - Roundup World Bread Day 2009 - Yes we baked. - Roundup


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D